DevMedia
Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Para efetuar o download você precisa estar logado. Clique aqui para efetuar o login
Este é um post disponível para assinantes MVP
###
easy .net Magazine 17 - Índice

Validação com ASP.NET: Utilizando os controles em Web Forms - Revista easy .net Magazine 17

Este artigo procura apresentar como recursos de validação do próprio .NET podem ser empregados em aplicações ASP.NET que façam uso da tecnologia Web Forms.

[fechar]

Você não gostou da qualidade deste conteúdo?

(opcional) Você poderia comentar o que não lhe agradou?

Confirmo meu voto negativo

Atenção: esse artigo tem um vídeo complementar. Clique e assista!

De que se trata o artigo

Este artigo procura apresentar como recursos de validação do próprio .NET podem ser empregados em aplicações ASP.NET que façam uso da tecnologia Web Forms. Desta forma você tem a possibilidade de conhecer os principais controles de validações da tecnologia. Essas validações são muito importante para verificar campos preenchidos e até mesmo situações mais complexas, como validações de e-mail.


Em que situação o tema é útil

A utilização dos controles de validação do ASP.NET é muito utilizada para criar regras de validações utilizando recursos de HTML e Java Script de forma dinâmica. Os exemplos são os mais variados, como validações de campos em brancos, de um valor mínimo, verificar se dois campos são iguais (como um campo para confirmar senha), entre outros.

Validação em Web Forms - Utilizando controles do ASP.NET para consistir dados em formulários na Web

Muitas aplicações desenvolvidas pela Internet necessitam do preenchimento de informações por parte de seus usuários. Desta forma, quando os mesmo solicitam algum tipo da ação, estas são desempenhadas a fim de gerar algum tipo de resultado. Diante disto, surge a necessidade de validar os dados informados antes do processamento dos mesmos, evitando a gravação de informações inconsistentes e, ainda, prováveis erros durante a execução de uma funcionalidade. Ao se construir aplicações utilizando o padrão Web Forms, o ASP.NET disponibiliza uma série de controles para a realização de tarefas de validação, simplificando a vida dos desenvolvedores, que necessitam escrever uma lógica complexa envolvendo HTML e JavaScript, uma vez que apenas preencherão propriedades em componentes que encapsularão boa parte de um comportamento de validação.

Quando se leva em consideração a construção de sites dinâmicos por meio da plataforma .NET, merece destaque o fato de que o ASP.NET conta desde o seu princípio com uma poderosa ferramenta para o cumprimento deste tipo de tarefa: trata-se do conjunto de recursos conhecido como Web Forms.

A tecnologia Web Forms foi concebida tomando-se como base um conceito denominado RAD (Rapid Application Development): dentro desta metodologia é dada uma forte ênfase à construção de interfaces gráficas que possam ser modeladas facilmente a partir de uma ferramenta gráfica (no caso, o Visual Studio); para isto, é feito uso de um extenso conjunto de controles visuais, técnicas de orientação a objetos e programação orientada a eventos, buscando com isso agilizar o processo de desenvolvimento de novas aplicações.

Através do Web Forms procurou-se, em termos gerais, aproximar o desenvolvimento de soluções Web daquilo a que muitos programadores estavam acostumados na construção de aplicativos para desktop. Funcionalidades chamadas de CRUD estão presentes em muitos sites Web. É praticamente certo que aplicações com funções deste tipo (ou mesmo voltadas a outras finalidades) precisem efetuar validações nos dados passados por usuários, de maneira que apenas informações consistentes sejam persistidas num banco de dados, por exemplo.

O objetivo deste artigo é abordar os controles de validação do ASP.NET, apresentando para isto exemplos de como se empregar estes recursos em formulários Web. Tais componentes estão presentes desde o surgimento da plataforma .NET, representando uma alternativa simples, produtiva e bem estruturada na construção de páginas capazes de consistir as informações preenchidas por seus respectivos usuários.

Nota do DevMan

RAD (sigla em inglês para o termo “Rapid Application Development”) é uma metodologia para construção de softwares que possui uma forte ênfase em ciclos de desenvolvimento curtos, amparando-se para isto em ferramentas de desenvolvimento que permitam a construção de interfaces gráficas ricas em recursos visuais, tudo isso de uma maneira rápida e simplificada. É bastante comum que templates e wizards sejam empregados na criação de novas funcionalidades ao se seguir este paradigma.

Nota do DevMan

Ferramentas RAD, geralmente possuem modelos pré-definido para desenvolvimento, estes, denominados também como templates. Um exemplo clássico em .NET, seria o Visual Studio, onde você possui N templates, como o Web Form, ASP.NET MVC, entre outros. Além disso, o conceito RAD adiciona um mecanismo denominado de wizards, que nada mais é do que um assistente que lhe auxilia na construção de uma determina tarefa, como por exemplo criar uma conexão com banco de dados e exibir todos os registros de uma tabela em um GridView do ASP.NET.

Validação em Web Forms: uma visão geral

Durante o desenvolvimento de aplicações que envolvam a interação com usuários por meio do preenchimento de informações e, sobretudo, no ambiente Web, deve-se partir sempre do pressuposto que em algum momento serão preenchidos dados de uma forma errônea ou, até mesmo, que usuários mal intencionados tentem inserir conteúdos inválidos de forma proposital.

Considerando fatos como estes, acaba por ser imprescindível a preocupação com a verificação de informações fornecidas por usuários em soluções voltadas à Internet. O processo de validação de dados em páginas da Web pode ocorrer em 2 modos:

• Client-side validation: a validação acontece do lado cliente, ou seja, a partir de scripts que constam na página Web e que são executados através do browser;

• Server-side validation: os dados são submetidos ao servidor que hospeda a aplicação, de maneira que algum mecanismo presente neste último efetue as checagens necessárias, a fim de determinar com isto se as informações foram preenchidas conforme o esperado. Importante ressaltar que processos de validação deste tipo envolvem muitas vezes o acesso a bases de dados para a realização de verificações.

Um alerta deve ser feito acerca da validação do lado cliente: o uso de Javascript pode ser desativado dentro de um browser. Logo, é importante que aplicações Web disponham de mecanismos para a validação de dados não apenas no modo client-side, mas também chequem as informações recebidas durante o processamento de requisições do lado servidor.

Na Tabela 1 estão listados os controles que o ASP.NET disponibiliza para a realização de validações dentro da tecnologia Web Forms. De todos os componentes citados, apenas o controle CustomValidator emprega os 2 modos de validação já mencionados; a utilização dos demais acontece apenas para as checagens no lado cliente.

Tipo de Controle

Finalidade

RequiredFieldValidator

Empregado para indicar que o preenchimento de um campo é obrigatório.

"

A exibição deste artigo foi interrompida

Este post está disponível para assinantes MVP.



Atua como consultor em atividades voltadas ao desenvolvimento de softwares há mais de 10 anos. Bacharel em Sistemas de Informação, com especialização em Engenharia de Software. Microsoft Certified Technology Specialist (Web, WCF, [...]

O que você achou deste post?
Publicidade

Mais posts