Visual Studio 2010 e .NET 4.0 - .net magazine 73

Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Para efetuar o download você precisa estar logado. Clique aqui para efetuar o login
Confirmar voto
0
 (1)  (0)

Na terceira e última parte desta série de artigos veremos mais novidades do Visual Studio 2010 e do .NET Framework 4.0. Dentre elas as novidades para desenvolvimento no SharePoint 2010, o suporte à programação utilizando paralelismo de processadores, a nova linguagem de programação F#, entre outros recursos inovadores.

Atenção: esse artigo tem uma palestra complementar. Clique e assista!

[lead]Do que trata o artigo

Na terceira e última parte desta série de artigos veremos mais novidades do Visual Studio 2010 e do .NET Framework 4.0. Dentre elas as novidades para desenvolvimento no SharePoint 2010, o suporte à programação utilizando paralelismo de processadores, a nova linguagem de programação F#, entre outros recursos inovadores.

Para que serve

Desde o lançamento da primeira versão, o Visual Studio se consolidou como um IDE poderoso e versátil. O Visual Studio 2010 juntamente com o .NET Framework 4.0 trazem dezenas de novidades que darão maior poder para os desenvolvedores. É fundamental que essas novidades sejam conhecidas e principalmente entendidas para que tenhamos condições de avaliar os cenários onde poderemos nos beneficiar.

Em que situação o tema é útil

São tantas as novidades trazidas pelo Visual Studio 2010 em conjunto com o .NET Framework 4 que pode levar um tempo até que os desenvolvedores as insiram em seus “cintos de ferramentas” e comecem a efetivamente aplicá-las em projetos reais. Com esta série de artigos vamos abordar essas novas funcionalidades para que possamos em pouco tempo aplicá-las em situações reais.

Resumo do DevMan

O Visual Studio é um conjunto completo de ferramentas de desenvolvimento para compilar aplicativos Web ASP.NET, serviços Web XML, aplicativos para desktops e aplicativos móveis. Em sua nova versão, o Visual Studio 2010, dezenas de melhorias e novidades trarão para os desenvolvedores mais simplicidade e melhores resultados. A terceira parte desta série de artigos apresentará os novos recursos para criação de soluções baseadas em SharePoint 2010. Conheça também o suporte à programação utilizando paralelismo de processadores, através da nova Task Parallel Library (TPL) e do PLINQ (Parallel LINQ). Veja também a nova linguagem de programação multiparadigma chamada F# e quais as novidades para o Visual Basic .NET.[/lead]

Reforçando o que foi mencionado na primeira parte desta série de artigos, “conhecer com antecedência os rumos de uma plataforma de desenvolvimento é uma atitude válida levando em consideração o competitivo mercado de TI”. Nesse sentido, conferimos diversas melhorias introduzidas no IDE, como o Call Hierarchy, References Highlighting, suporte a “search-as-you-type”, entre outras. Conhecemos as novas ferramentas para modelagem de arquitetura (Layer Diagram e Architecture Windows) e os diagramas UML, além do gráfico de dependências (Dependency Graph). Também vimos as melhorias para o editor de texto, as novas ferramentas para deployment, debug (IntelliTrace) e as novidades do ASP.NET.

Na segunda parte da série vimos o que o .NET Framework 4.0 trouxe de novo. Também pudemos conhecer (através de um exemplo de interoperabilidade com o Excel e o Word) alguns novos conceitos introduzidos para facilitar o desenvolvimento de soluções integradas ao Office. Além de apresentar a nova ferramenta de testes Test and Lab Manager (capaz de criar ambientes controlados com testes automatizados), destacamos o novíssimo Entity Framework 4.0, que provê maior poder e flexibilidade a esta ferramenta de modelagem e acesso a dados.

Dentro das novidades que veremos nesta terceira e última parte, entenderemos como o desenvolvimento para SharePoint foi facilitado com a introdução de novos tipos de projeto além de melhorias que destacam a produtividade. Através de exemplos utilizaremos o novo modelo de programação paralela. Veremos outras novidades como a nova linguagem de programação Visual F# – que agora fará parte da instalação padrão do Visual Studio – além do suporte nativo a Code Contracts. Por fim, veremos o que o Visual Basic 2010 trouxe de novo.

[nota]Nota: Todos os exemplos foram desenvolvidos com o Visual Studio 2010 Ultimate RC (Release Candidate), sendo essa a versão mais recente disponível até o término do artigo. Na sessão de links, no final do artigo, você encontra o endereço para download do Visual Studio 2010 Ultimate. Neste artigo foi utilizado como referência o material já disponibilizado no MSDN sobre as tecnologias aqui mencionadas.[/nota]

[subtitulo]Desenvolvimento para SharePoint[/subtitulo]

Um ponto desfavorável para o desenvolvimento de soluções baseadas em SharePoint era a necessidade de termos ele rodando sobre uma máquina com um S.O. server (como o Windows Server 2003, por exemplo) para realizarmos o deployment ou debugging do projeto. Agora isso não será mais necessário, pois podemos instalar o SharePoint Foundation no Windows 7 ou Windows Vista com o Service Pack 1, ambos na versão 64 bits. Até o lançamento do release final do SharePoint 2010 talvez tenhamos mais possibilidades de ambiente para desenvolvimento.

"

A exibição deste artigo foi interrompida :(
Este post está disponível para assinantes MVP

 
Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Receba nossas novidades
Ficou com alguma dúvida?