WebSnap Essencial: Fundamentos, Arquitetura e Componentes

Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Para efetuar o download você precisa estar logado. Clique aqui para efetuar o login
Confirmar voto
0
 (0)  (0)

Neste artigo vamos examinar os fundamentos do WebSnap e mostrar uma visão geral de seus principais componentes e recursos.

Esse artigo faz parte da revista Clube Delphi edição 24. Clique aqui para ler todos os artigos desta edição



Atenção: por essa edição ser muito antiga não há arquivo PDF para download. Os artigos dessa edição estão disponíveis somente através do formato HTML.

WebSnap Essencial

Fundamentos, Arquitetura e Componentes

 

O WebSnap é uma poderosa coleção de componentes voltados ao desenvolvimento RAD de aplicações Web. Introduzido no Delphi 6, agora está presente também no Kylix 2 (finalmente podemos desenvolver aplicações Web cross-platform!).

         O WebSnap não veio para substituir o que o Delphi já oferecia para desenvolvimento Internet, mas sim para complementar e estender as tecnologias WebBroker e InternetExpress. São inúmeros novos recursos, como a criação de múltiplos módulos, serviços de sessões e login, suporte a módulos do Apache, server-side scripts e muitas outras novidades. 

         Neste artigo vamos examinar os fundamentos do WebSnap e mostrar uma visão geral de seus principais componentes e recursos.

Criação de Aplicações WebSnap

Para criar uma aplicação WebSnap, você pode acessar o menu File | New | Other | WebSnap e escolher New WebSnap Application, ou usar o botão equivalente na barra Internet. A barra Internet não é mostrada por padrão no Delphi. Para mostrá-la, dê um clique de direita sobre a barra de ferramentas (Speedbar) e escolha a opção Internet. A barra Internet contém atalhos para os itens principais do WebSnap (veja a Figura 1).

 

Figura 1. A paleta WebSnap e a barra de ferramentas Internet (realçada)

 

         Quando escolhemos New WebSnap Application, uma caixa de diálogo é apresentada (Figura 2). Vamos examinar algumas das opções disponíveis (os itens principais são indicados por números na figura).

 

Figura 2. Criação de uma aplicação WebSnap

 

Tipo de Servidor (Item 1)

Especifica o tipo de servidor WebSnap. Além dos já conhecidos - CGI, ISAPI e WinCGI. Vou deter a atenção nos dois novos tipos, Apache Shared Module e Web App Debugger Executable.

 

Apache Shared Module (DLL)

Com essa opção, é criado um módulo do Apache, configurando as respectivas entradas no arquivo de projeto. Módulos do Apache devem ser configurados no arquivo http.conf para que funcionem corretamente.

Web App Debugger Executable

Essa opção permite que você desenvolva uma aplicação Web sem precisar ter um servidor WWW instalado em sua máquina. Com ela, é gerado um executável que é um servidor COM e que pode ser rodado dentro do aplicativo Web App Debugger (acessível pelo Menu Tools). Utilize sempre esta opção no início do desenvolvimento de sua aplicação, pois ela facilita muito a depuração. "

A exibição deste artigo foi interrompida :(
Este post está disponível para assinantes MVP

 
Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Receba nossas novidades
Ficou com alguma dúvida?