Artigo Clube Delphi Edição 14 - Usando os components Decision Cube

Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Para efetuar o download você precisa estar logado. Clique aqui para efetuar o login
Confirmar voto
0
 (0)  (0)

Os chamados cubos de decisão ganharam esse nome, pois exibem os dados de forma diferente da que vemos normalmente, que é uma visão com apenas uma dimensão (grid).

Esse artigo faz parte da revista Clube Delphi edição 14. Clique aqui para ler todos os artigos desta edição



Atenção: por essa edição ser muito antiga não há arquivo PDF para download. Os artigos dessa edição estão disponíveis somente através do formato HTML. 

Usando os components Decision Cube

Tomada de decisões no Delphi

 

         Tomada de decisões. Ouvimos essas palavras sempre que entramos em um ambiente corporativo. Para a parte gerencial de uma empresa, os sistemas de informação exercem um papel muito importante, pois é com a ajuda desses sistemas que as empresas vão, por exemplo, investir mais fortemente em determinada área ou atualizar seus estoque com maior inteligência.

         Para que nossos sistemas possam efetivamente ajudar essas empresas devemos fornecer informação com qualidade. Nossos clientes não desejam mais saber simplesmente qual é o produto que mais vende, eles querem saber, por exemplo, quais tipos de produtos foram mais vendidos em uma determinada área, em determinado mês e para que faixa etária. Uma maneira para conseguirmos extrair esse conhecimento do banco de dados se baseia no uso da ferramenta OLAP (On-Line Analytical Processing ou Processamento Analítico On-Line). Importante salientar que essas técnicas são normalmente aplicadas em bases de dados históricas, ou seja, não é considerado o presente da empresa na tomada de decisões, pois os dados podem ser modificados e os resultados retornados pelas consultas não serão verdadeiros.

         Encontramos no ambiente Delphi um conjunto de componentes para o uso dessa tecnologia que estão na paleta de componentes “Decision Cube”. Os chamados cubos de decisão ganharam esse nome, pois exibem os dados de forma diferente da que vemos normalmente, que é uma visão com apenas uma dimensão (grid). Com o uso desses componentes podemos agrupar e projetar os dados existentes no database com muita facilidade usando uma visão com múltiplas dimensões.

         Com apenas uma consulta no banco de dados usando os componentes “Decision Cube” podemos ter vários resultados interessantes. Em uma situação normal entraríamos em parafuso. Explico: digamos que nosso cliente queira visualizar os totais dos pedidos (sumário) considerando a data em que eles foram realizados (agrupamento pela tabela de saída). Após realizarmos essa modificação, nosso cliente pede uma outra mudança, ele também gostaria de visualizar os totais dos pedidos agrupando agora por vendedores. Após realizarmos outra atualização, ele diz que gostaria de uma visualização dos dados que mostrasse os pedidos agrupados pelo país de origem do cliente. Para piorar a situação agora o cliente deseja agregar as datas de saída dos pedidos e o país de origem dos clientes, tendo como sumário o total dos pedidos para essas combinações (data de saída/país de origem dos clientes).

         Nessas três visualizações que construímos para o nosso “cliente”, por data, vendedor e país de origem estamos tendo como sumário o total de venda (isso é apenas um exemplo, poderíamos ter o número de pedidos, a média dos pedidos, etc.). Usando os cubos de decisão temos a seguinte estrutura construída: as nossas dimensões (data dos pedidos, vendedor dos pedidos e país de origem dos clientes) e nossos sumários (total dos pedidos). Com o aplicativo que vamos construir permitiremos que nosso cliente navegue pela nossa estrutura e encontre a melhor maneira para visualizar os seus dados, por data, por vendedor, por país de origem do cliente, por vendedor / data de saída, por vendedor / país de origem. Temos diversas combinações possíveis e se acrescentarmos mais uma dimensão na nossa consulta (coluna), teríamos ainda mais possibilidades.

 

FERRAMENTAS OLAP: facilidades e operações disponíveis para manipulação de dados

           

            As ferramentas OLAP são ferramentas que criam novo conhecimento a cada consulta executada. Como já falamos anteriormente, vão ajudar aparte gerencial da empresa na tomada de decisões. Entre as facilidades de uso existentes nas ferramentas “OLAP” encontramos:"

A exibição deste artigo foi interrompida :(
Este post está disponível para assinantes MVP

 
Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Receba nossas novidades
Ficou com alguma dúvida?