Artigo Clube Delphi Edição 51 - ASP.NET

Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Para efetuar o download você precisa estar logado. Clique aqui para efetuar o login
Confirmar voto
0
 (1)  (0)

Artigo da Revista Clube Delphi Edição 51.

Esse artigo faz parte da revista Clube Delphi edição 51. Clique aqui para ler todos os artigos desta edição



Atenção: por essa edição ser muito antiga não há arquivo PDF para download. Os artigos dessa edição estão disponíveis somente através do formato HTML. 

 

ASP.NET

Desenvolvimento para Web com Delphi 8

 

Nesta edição iniciamos uma série de artigos sobre o desenvolvimento de aplicações Web com o Delphi 8, utilizando a tecnologia ASP.NET integrante do .NET Framework da Microsoft. Vamos examinar alguns fundamentos sobre o desenvolvimento de aplicações ASP.NET, sua arquitetura e recursos. Depois faremos alguns exemplos práticos na nova IDE do Delphi, usando ASP.NET e Web Forms.

 

Introdução ao ASP.NET

ASP.NET é um framework construído sobre o .NET, utilizado para construção de aplicações Web. Um dos principais recursos do ASP.NET são os Web Forms, que tornam o desenvolvimento de sites dinâmicos uma tarefa bastante simples e atrativa. ASP.NET também oferece suporte à construção de XMLWeb Services.

Por muitos anos, os desenvolvedores têm utilizado a tecnologia ASP para construir páginas dinâmicas. Similar ao ASP, o ASP.NET roda em um servidor Web e permite o desenvolvimento de sites personalizados, dinâmicos e com conteúdo rico, adicionando diversas melhorias e novos recursos em relação ao ASP tradicional.

O desenvolvimento de aplicações ASP.NET é similar ao desenvolvimento de aplicações Windows. O componente fundamental do ASP.NET é o Web Form. Um Web Form é uma página dinâmica que pode acessar recursos do servidor, gerando conteúdo a ser visualizado no browser.

Uma página Web tradicional geralmente usa scripts no lado cliente (browser) para realizar tarefas básicas. Um Web Form ASP.NET, em contrapartida, também pode rodar código no servidor, como por exemplo, acessar um banco de dados, gerar Web Forms adicionais etc.

Como um Web Form ASP.NET não se baseia em scripts do lado cliente, ele não depende do tipo de browser ou sistema operacional do cliente. Essa independência permite a você desenvolver um Web Form que pode ser visualizado em diversos browsers.

A Figura 1 mostra a arquitetura de uma aplicação ASP.NET.

A seguir veremos algumas das principais vantagens do desenvolvimento com ASP.NET.

 

Figura 1. Uma aplicação WebASP.NET

 

Um Framework, várias ferramentas e linguagens

Como o ASP.NET faz parte do .NET Framework,você pode desenvolver aplicações Web em qualquer linguagem baseada em .NET.

Novos recursos como Web Forms e Web Controls, permitem que ferramentas de desenvolvimento, como Visual Studio .NET, Web Matrix, C# Builder e Delphi 8, possam criar aplicações para a Web de forma rápida e prática, assim como os desenvolvedores já estavam acostumados a programar aplicações para Windows.

 

Dica: O Web Matrix (www.asp.net/webmatrix) é uma ferramenta gratuitada Microsoft para desenvolvimento de aplicações ASP.NET Não é mais necessário um profundo conhecimento de linguagens como HTML,DHTML, JavaScript ou VBScript para desenvolver aplicativos Web, pois a maioria do código necessário já é gerado automaticamente pelo ASP.NET.

 

Páginas compiladas no servidor: mais performance

No ASP.NET as páginas da aplicação são compiladas em um assembly que roda no servidor (nesse caso uma .DLL). Isso é diferente do ASP, que apenas interpretava o código, montava o HTML e enviava ao browser que o solicitou. Com isso, aplicações desenvolvidas em ASP.NET são no mínimo 25% mais rápidas que aplicações desenvolvidas em ASP.

Em aplicações com um grande número de acessos, esse ganho de performance torna-se ainda mais elevado, fazendo com que o ASP.NET seja realmente uma ferramenta excepcional para a criação de aplicações distribuídas na Web.

 

Separação entre lógica e interface

o uso de Web Forms no ASP.NET permite fazer a separação entre o código de interface com o usuário e o código da lógica de programação (chamada de métodos no servidor, acesso a dados etc.).

Você pode escolher qualquer linguagem .NET para programar a lógica da aplicação. Esse novo recurso é conhecido como CodeBehind, permitindo assim que o design das páginas seja realizado por um Web Designer, enquanto o desenvolvedor programa a parte lógica. Apesar disso, ainda é possível programar da forma convencional, utilizando código e design em um único arquivo, modelo suportado pelo Web Matrix. "

A exibição deste artigo foi interrompida :(
Este post está disponível para assinantes MVP

 
Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Receba nossas novidades
Ficou com alguma dúvida?