Artigo Engenharia de Software 8 - Avaliação Independente de Garantia da Qualidade

Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Para efetuar o download você precisa estar logado. Clique aqui para efetuar o login
Confirmar voto
0
 (0)  (0)

Artigo da Revista Engenharia de Software edição 08.

Esse artigo faz parte da revista Engenharia de Software 8 edição especial. Clique aqui para ler todos os artigos desta edição

 

Processo

Avaliação Independente de Garantia da Qualidade

 

De que se trata o artigo:

Processo de Avaliação Independente de Garantia da Qualidade. Neste artigo apresenta-se o processo de Garantia da Qualidade com base no MPS.BR nível F, por que é necessário a realização de uma avaliação independente de Garantia da Qualidade e fatores críticos de sucesso.

 

Para que serve:

Serve para esclarecimento e melhor entendimento do tema por profissionais da área de qualidade e pelas organizações que pretendem implementar Garantia da Qualidade.

 

Em que situação o tema é útil:

A Garantia da Qualidade serve para apoiar a gestão e execução dos projetos, proporcionando uma avaliação objetiva dos produtos de trabalho e dos processos em relação aos padrões e procedimentos estabelecidos. Além de apoiar a implementação dos processos na organização.

 

A Garantia da Qualidade visa avaliar a aderência das atividades executadas e dos produtos de trabalho gerados a padrões, processos, procedimentos e requisitos estabelecidos e aplicáveis, fornecendo uma visão objetiva e independente, tanto para atividades de processo quanto de produto, em relação a desvios e pontos de melhoria, de forma a assegurar que a qualidade planejada não será comprometida [Magalhães, 2006]. Além de verificar se o processo está adequado, sendo seguido e trabalhando a favor da organização (evitando retrabalho, melhorando custos e prazos), busca-se identificar desvios o quanto antes e acompanhar a sua resolução até que seja concluído [Salviano, 2005]. A garantia da qualidade fornece suporte ao controle da qualidade por meio de evidência e confiança na habilidade do processo empregado em produzir um produto de software que atenda aos requisitos especificados [Salviano, 2005]. Ferramentas e técnicas utilizadas pela garantia da qualidade incluem auditorias (de produtos ou processos) e avaliações (appraisals ou assessments) [Kasse, 2004].

Desta forma, o processo de Garantia da Qualidade da organização também precisa ter sua aderência verificada de forma objetiva e independente. E, nesta situação, a equipe de garantia da qualidade não pode conduzir sua própria auditoria, sendo necessário que avaliadores externos (da própria organização ou contratados) realizem este avaliação de acordo com uma periodicidade previamente definida. Esta avaliação será tratada neste artigo por “Avaliação Independente de Garantia da Qualidade”, porém na indústria de software também pode ser encontrada como “Auditoria Externa de GQA” e “QA do QA”.

Este artigo está organizado da seguinte forma: a seção 2 apresenta uma visão geral sobre Garantia da Qualidade; a seção 3 descreve a prática de Avaliação Independente de Garantia da Qualidade; a seção 4 apresenta fatores críticos de sucesso para realização de uma Avaliação Independente de Garantia da Qualidade; e por fim, a seção 5 trata das considerações finais.

Garantia da Qualidade

Garantia quer dizer: tornar seguro; dar proteção segura, proteger; afirmar, afiançar a veracidade de (Priberam); assegurar o cumprimento ou a realização de (Dicionário Editora da Língua Portuguesa 2009 - Acordo Ortográfico). Qualidade: o grau no qual um sistema, componente ou processo satisfaz os requisitos especificados e as necessidades e expectativas do cliente ou usuário [IEEE Std 610.12, 1990].  De acordo com modelos de qualidade, Garantia da Qualidade (GQA) diz respeito a assegurar que os processos e produtos de trabalho estão em conformidade com o plano predefinido. Ou seja, tornar seguro, assegurar o cumprimento da qualidade, dos padrões predefinidos, garantir que aquilo que foi planejado de processo para o desenvolvimento do projeto e produtos de trabalhos gerados será adequadamente utilizado e aplicado no projeto.

Garantia da Qualidade corresponde à área de processo do nível F e nível 2, respectivamente dos modelos MR-MPS.BR e CMMI. As normas ISO/IEC 12207, ISO/IEC 15504 e metodologias, como por exemplo, Project Management Body of Knowledge (PMBOK), também auxiliam na aplicação da Garantia da Qualidade, veja na Figura 1 o comparativo entre as normas, modelos e metodologias.

 

 

Figura 1. Mapeamento comparativo entre normas modelos e metodologias [Biondo, 2007]

 

De acordo com SOFTEX (2007c), os princípios da Garantia da Qualidade são:

        Avaliar objetivamente os processos executados, produtos de trabalho e serviços em relação à descrição de processos aplicáveis, padrões e procedimentos;"

A exibição deste artigo foi interrompida :(
Este post está disponível para assinantes MVP

 
Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Receba nossas novidades
Ficou com alguma dúvida?