Artigo Java Magazine 64 - ZK – Direct Ria

Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Para efetuar o download você precisa estar logado. Clique aqui para efetuar o login
Confirmar voto
0
 (2)  (0)

Artigo da Revista Java Magazine Edição 64.

Esse artigo faz parte da revista Java Magazine edição 64. Clique aqui para ler todos os artigos desta edição

ZK – Direct Ria

Conheça o framework que facilita o desenvolvimento da visão para seu projeto Java EE

Desenvolva aplicações ricas com o mínimo de esforço e o máximo de produção

De que se trata o artigo:

Este artigo apresenta o framework ZK, bem como a explanação sobre os principais componentes deste framework e a construção passo-a-passo de um exemplo de utilização do framework.

 

Para que serve:

Permite que o desenvolvedor construa interfaces com o usuário de forma rápida, intuitiva e que resulte em interfaces ricas, ou seja, interfaces que permitam uma melhor experiência por parte do usuário do sistema.

 

Em que situação o tema é útil:

A construção da interface com o usuário é algo custoso no desenvolvimento de um aplicativo web. O ZK vem como uma opção para a criação de interfaces utilizando uma sintaxe fácil e ágil, fazendo com que a produtividade aumente consideravelmente quando o projeto atingir a etapa de construção da interface com o usuário.

 

ZK – Direct Ria:

A produtividade na construção de um aplicativo web é realmente comprometida quando a equipe chega na fase de construção da interface com o usuário. Ao construir uma interface rica, o desenvolvedor deve ter conhecimentos de diversas tecnologias além do Java. O ZK vem como uma alternativa na construção de interfaces com o usuário, provendo uma estrutura declarativa de interfaces, possibilitando a criação de controladores para os eventos dos componentes utilizando classes Java e retirando do desenvolvedor a necessidade de ter conhecimentos em Javascript, XML, Json, etc.

 

À medida que as interfaces dos aplicativos web tornaram-se ricas e melhoraram a interação com o usuário, a criação delas foi crescendo em complexidade. Qual a melhor forma de construir a interface com o usuário de um aplicativo web? Vamos usar GWT, JSF ou vamos utilizar uma ferramenta que proporcione uma interface muito mais rica, como o Adobe Flex? Como vamos fazer a integração com nosso servidor, que já está implementado em Java? EJB? Web services?

O ZK é um framework de desenvolvimento de aplicações internet ricas (RIAs), baseado em componentes, orientado a eventos e feito 100% em Java. Ele vem com o intuito de facilitar a vida do desenvolvedor. O ZK tem uma proposta de simplicidade, mas sem deixar de lado a melhoria na interação com o usuário. Possui uma estrutura simples e robusta, que visa retirar do desenvolvedor a preocupação de como será feito o fluxo entre o aplicativo web e o servidor.

A estrutura da interface com o usuário é toda definida através de tags XML, onde são declarados os componentes de tela. Esta especialização do XML é chamada de ZUML (ZK User Interface Markup Language). O tratamento de eventos pode ser feito através de uma classe Java ou de scripts dentro do arquivo XML. Além do ZUML, é possível desenvolver sua interface 100% Java usando Richlets.

Todo o processamento é feito no servidor e a resposta ao cliente é uma página HTML renderizada. Em anexo a esta página vai um código-cliente Javascript que fará a captura dos eventos e enviará estes para o servidor, que os processará.

O foco do ZK está na produtividade. Em poucos minutos você terá uma tela de cadastros ou consulta prototipada, e esta poderá ser facilmente ligada à implementação da camada de acesso a dados ou regra de negócios.

Como o ZK é especializado na interface com o usuário, ele não possui uma estrutura que facilite o acesso a repositórios de dados ou que faça a injeção de dependências, mas possui total integração com frameworks consagrados como Hibernate e Spring. O ZK também possui tags para integração com JSP, componentes JavaServer Faces, planilha no estilo Microsoft Excel e uma versão para dispositivos móveis."

A exibição deste artigo foi interrompida :(
Este post está disponível para assinantes MVP

 
Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Receba nossas novidades
Ficou com alguma dúvida?