Artigo webMobile 28 - Mobilidade com DB4Objects

Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Para efetuar o download você precisa estar logado. Clique aqui para efetuar o login
Confirmar voto
0
 (0)  (0)

Neste artigo iremos ver como utilizar o DB4Objects, um banco de dados orientado a objetos, na construção de aplicações para Windows Mobile.

Atenção: esse artigo tem uma palestra complementar. Clique e assista!

[lead]Do que trata o artigo

Neste artigo iremos ver como utilizar o DB4Objects, um banco de dados orientado a objetos, na construção de aplicações para Windows Mobile.

Para que serve

Com o DB4Objects podemos criar aplicações Mobile sem a necessidade de mecanismos complexos de mapeamento e persistencia de dados.

Em que situação o tema é útil

Se você procura alternativas para armazenamento de dados em dispositivos móveis, esse artigo lhe será muito útil.

Resumo do DevMan

O DB4Objects é um banco de dados orientado a objetos, Open Source e que possibilita eliminar ferramentas e códigos para o mapeamento objeto-relacional. Tais ferramentas, que comprovadamente, levam ao aumento da complexidade do código e do consumo de recursos, inibindo a produtividade do desenvolvimento de suas aplicações. Neste artigo veremos como é possível utilizar este banco de dados para a criação de aplicações no Windows Mobile. [/lead]

Que tal minimizar o tempo gasto em nossos projetos Windows Mobile, deixando de lado a utilização de um banco de dados relacional, com a criação de um mapeamento objeto-relacional? Para tal solução, demonstro neste artigo a criação de uma aplicação Windows Mobile 6, utilizando o banco de dados orientados a objetos DB4Objects.

[subtitulo]DB4Objects[/subtitulo]

O DB4Objects é um banco de dados orientado a objetos criado originalmente para Java, mas com uma versão disponível também para .NET.

Com o DB4Objects você pode desenvolver aplicações WEB, Windows Forms e Compact Framework. Você não precisa instalar nem configurar um servidor de banco de dados. Basta enviar junto com sua aplicação uma pequena dll. Claro que você pode fazer uma aplicação cliente/servidor. O próprio db4o provê recursos para que isso seja feito, mas sempre de uma forma simples, sem a necessidade de ser um PHD em configuração de banco de dados.

Com um tamanho de 400k de utilização de memória, comparativamente aos bancos de dados relacionais, o db4o reduz agressivamente o uso de recurso computacional.

A utilização de um banco de dados orientado a objetos como o DB4Objects, elimina ferramentas e códigos para o mapeamento objeto relacional, os quais comprovadamente levam ao aumento da complexidade do código e consumo de recursos enquanto inibem o desempenho, a facilidade de manutenção e alteração do código. Com o db4o, os usuários ganham tempo e redução de custos para o desenvolvimento de softwares no tocante à persistência.

"

A exibição deste artigo foi interrompida :(
Este post está disponível para assinantes MVP

 
Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Receba nossas novidades
Ficou com alguma dúvida?