Desenvolvendo sistemas para dispositivos móveis utilizando o NetBeans

Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Para efetuar o download você precisa estar logado. Clique aqui para efetuar o login
Confirmar voto
0
 (3)  (0)

Neste novo artigo falarei sobre as ferramentas para desenvolvimento utilizadas atualmente.

 

Olá pessoal, tudo bem?

 

Espero que tenham gostado do artigo anterior, no qual mostrei resumidamente como configurar um ambiente de desenvolvimento JME.

 

Neste novo artigo falarei sobre as ferramentas para desenvolvimento utilizadas atualmente.


Introdução

Como vimos no artigo passado, o desenvolvimento de aplicativos utilizando apenas o bloco de notas e o prompt de comando é muito bom para termos uma idéia do funcionamento da nossa aplicação, porém à medida que começamos a trabalhar com uma grande quantidade de código e passamos a ter a necessidade de cumprir prazos acaba-se tornando praticamente impossível organizar tudo de maneira eficiente sem utilizarmos alguma ferramenta para auxiliar no trabalho.

 

Atualmente temos diversas soluções para o desenvolvimento de código para aplicativos. Uma das ferramentas IDE’s que eu mais gosto e recomendo, sem dúvida é o NetBeans (que é gratuito). É importante salientar que a escolha de uma ferramenta IDE para desenvolvimento, é uma questão de gosto, portanto não se prenda apenas á escolhida por mim neste artigo. Experimente outras alternativas e escolha a que mais lhe agradar.

 

Para testarmos o funcionamento do nosso aplicativo, com todas as características dos aparelhos mais atuais, a Sun desenvolveu o software Wireless Toolkit. Este software possibilita a simulação dos nossos aplicativos em um ambiente extremamente atual, fazendo com que possamos encontrar erros e efetuar modificações para que o programa fique da maneira mais ideal possível no aparelho.

 

O intuito deste artigo é demonstrar como se faz para rodar o mesmo aplicativo desenvolvido anteriormente, com as novas ferramentas recentemente instaladas.

 

Instalação

Bom, chega de conversa e vamos para a parte prática.

 

Os programas aqui utilizados serão:

·         NetBeans IDE 5.5;

·         NetBeans Mobility Pack for CLDC/MIDP;

·         Sun Java Wireless Toolkit for CLDC 2.5.

 

Primeiramente, vamos instalar o NetBeans. Para isso siga os passos que aparecerão na sua tela até o fim. Finalizada a instalação do NetBeans, instale o Mobility Pack. Novamente a instalação não requer nenhuma observação importante.

 

O Mobility Pack é importante para o nosso desenvolvimento, pois ele traz diversos templates prontos para facilitar a nossa vida no desenvolvimento e, além disso, para os programadores iniciantes serve como modelo e inspiração para futuros trabalhos que possam vir a ser criados.

 

Bem, seguindo adiante temos o Sun Java Wireless Toolkit. Instale o simulador da mesma maneira que efetuamos as instalações passadas.

Pronto, agora temos as nossas ferramentas para trabalhar.

 

Desenvolvimento

Vamos começar a desenvolver o nosso aplicativo no NetBeans. Abra o programa e siga até o menu File>New Project. Escolha a opção Mobile, Mobile Application e clique em Next para continuar.

 

gcnbsmfig01.jpg 

Figura 1 – Novo Projeto.

 

Na próxima tela temos que dar um nome ao nosso projeto, para isso clique em Project Name e digite o seguinte nome: WebMobile. No campo Project Location, temos a localização do nosso trabalho. Aqui no nosso caso deixei o endereço padrão, porém nada impede que você altere esse caminho como desejar. No campo Project Folder, é especificado o nome da pasta. Veja que ao darmos um nome ao projeto automaticamente ele passa a ser o nome da pasta raiz do mesmo. Logo abaixo, existem duas caixas de seleção marcadas: Set as Main Project e Create Hello MIDlet. A primeira serve para definirmos qual será o nosso projeto principal, sendo que podemos ter vários trabalhos abertos ao mesmo tempo. Quanto à segunda opção, ela serve para criar uma MIDlet de exemplo, usando toda a interface gráfica do Mobility Pack. Como iremos mostrar o funcionamento da aplicação desde o início, vamos deixar desmarcada a segunda opção. Clique em Next.

 

gcnbsmfig02.jpg 

Figura 2 – Nome e Localização do Projeto.

 

A etapa a seguir, fornece a possibilidade de definirmos qual simulador será utilizado, qual aparelho, qual configuração e qual perfil. A princípio, mesmo tendo instalado o Wireless Toolkit 2.5, a versão que vem com o NetBeans é que aparece disponível. No caso, a versão é a 2.2. Mais pra frente estarei explicando como e por que devemos ter instalado a versão mais recente (atualmente a versão 2.5).

 

Bom, configure esta etapa deixando igual à figura abaixo.

 

gcnbsmfig03.jpg 

Figura 3 – Configuração do Dispositivo de Teste.

 

A próxima tela dá a possibilidade de escolher alguns dispositivos a mais, para serem agregados ao projeto. Clique em Finish para concluir a configuração.

 

Bom, agora que configuramos o nosso projeto, vamos criar a nossa aplicação. Antes de começarmos, recomendo deixar todos os painéis (Files, Projects, Navigator, Runtime) ocultos. Para isso basta clicar em uma flecha (Minimize Button) localizada no canto direito, ao lado do botão de fechar (Close Button). Acredito que quanto mais limpa estiver a tela, melhor para trabalhar (esta é uma opinião pessoal, se você quiser manter os painéis abertos, sem problemas).

 

gcnbsmfig04.jpg 

Figura 4 – Painéis abertos e ocultos.

 

Feito isso, vamos criar nossa aplicação. Vá à guia Projects, clique com o botão direito do mouse em cima de WebMobile>New>MIDlet.

 

gcnbsmfig05.jpg 

Figura 5 – Nova MIDlet.

 

Nesta tela iremos dar o nome da nossa MIDlet. Antes de mais nada, vamos falar um pouco sobre conceitos.

 

O nome que se dá a uma MIDlet, tem que ser o mesmo nome da nossa classe, portanto recomendo que você crie nomes sem acentos, curtos e obedecendo um certo padrão (como começar com letra maiúscula toda palavra que pertença ao nome). Para simplificar veja alguns exemplos: MeuPrimeiroPrograma, ProgramaDeCalculo, AgendaDeCompromisso, etc.. É importante saber disso, pois a linguagem Java é “case sensitive” e se não nos preocuparmos com este detalhe, com certeza a aplicação não vai rodar e além do mais, quando se tratar de um grande projeto, um detalhe desses pode causar um grande estrago no final.

 

Vamos à tela. Em MIDlet Name digite o nome da nossa MIDlet: MeuPrimeiroPrograma. Feito isso siga adiante clicando em Finish.

 

gcnbsmfig06.jpg 

Figura 6 – Nome da MIDlet.

 

Pronto, estamos diante da nossa MIDlet criada. Note que o programa coloca os métodos fundamentais para a escrita da MIDlet. Para ficar mais fácil o acesso as linhas do programa, vá até o menu View e clique em Show Line Numbers.

 

Bem, pegue a aplicação que desenvolvemos como exemplo no último artigo e a reescreva mesclando-a com o código já inserido. Logo após ter escrito todo o código, verifique se nenhuma linha ficou sublinhada em vermelho, caso isto ocorra, existe algo escrito errado, senão vá até o ícone (Run Main Project – localizado na parte superior da tela, abaixo do menu principal) ou clique na tecla F6 para rodar a MIDlet.

 

gcnbsmfig07.jpg 

Figura 7 – MIDlet em ação.

 

Wireless Toolkit 2.5

Agora que já rodamos a nossa aplicação no NetBeans, vamos fazer a versão mais atual do Wireless Toolkit aparecer nele.

 

Vá até o painel Projects>Clique com o botão direito do mouse em WebMobile>Properties. Nesta nova tela que aparece, localize o botão “Manage Emulators...”

 

gcnbsmfig08.jpg 

Figura 8 – Gerenciador de Emuladores.

 

Agora procure pelo botão “Add Platform...”.

 

gcnbsmfig09.jpg 

Figura 9 – Gerenciador de Plataformas Java.

 

Escolha a opção Java Micro Edition Platform Emulator.

 

gcnbsmfig10.jpg 

Figura 10 – Selecionando o tipo da plataforma.

 

Clique em Next. Agora o NetBeans irá encontrar o Wireless Toolkit instalado no seu computador automaticamente, caso isso não aconteça clique em “Find More Java ME Platform Folders” para encontrar a pasta aonde está instalado o Toolkit.

 

gcnbsmfig11.jpg 

Figura 11 – Adicionando a plataforma Java.

 

Clique em Next e o NetBeans irá detectar o Toolkit. Na próxima tela serão apresentadas, todas as novas APIs, adicionadas com a versão mais atual do Wireless Toolkit, dentre outras. Clique em Finish para encerrar o procedimento de reconhecimento.

 

gcnbsmfig12.jpg 

Figura 12 – Plataforma Detectada.

 

Feche a tela do Gerenciador de Plataformas Java. Agora, basta selecionar a nova versão do Wireless Toolkit no campo “Emulator Platform” e finalize clicando no botão OK.

 

gcnbsmfig13.jpg 

Figura 13 – Seleção da nova versão do Wireless Toolkit.

 

Finalmente, acabamos a configuração das ferramentas. Para testarmos nossa aplicação na nova versão do Toolkit, basta seguir o mesmo procedimento utilizado na versão antiga. Clique no ícone “Executar projeto principal” ou aperte na tecla F6.

 

gcnbsmfig14.jpg 

Figura 14 – MIDlet em ação.

 

Conclusão

Neste artigo, conseguimos visualizar as ferramentas mais comuns e atuais no desenvolvimento de aplicações para dispositivos móveis. O uso de uma ferramenta IDE, como o NetBeans, é de extrema importância para o desenvolvimento de aplicativos com grandes aspirações profissionais. Acredito que a utilização do Toolkit mais recente para teste de aplicativos coloca o desenvolvedor a par do que existe de mais novo para dispositivos, podendo assim, desenvolver aplicativos que tirem proveito dos recursos mais atuais.

 

No próximo artigo falarei sobre a linguagem Java para dispositivos móveis (Java ME), sua sintaxe e características principais.

 

Espero que tenham gostado. Qualquer dúvida entrem em contato comigo.

 

Um grande abraço e até a próxima.

 
Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Receba nossas novidades
Ficou com alguma dúvida?