Array
(
)

Criptografia: Na guerra

Tatuweb
   - 24 mai 2004

Leiam abaixo a carta de um soldado a sua noiva.

Não imagina, meu amor como estamos ca-
minhando alegres, apesar de estarmos esma-
gados nesta luta, estamos indo mesmo a mer-
cê de Deus. Não precisa ficar contraria-
da, minha querida, pois não ha priva-
coes, que logo termina a situação marca-
da para tanta gente, todos querem ca-
minhar a frente, vários noivos estão a nave-
gar ao mesmo tempo, é uma lastima, ca-
bos, sargentos, na flor da idade esma-
gados por toda parte, ha sem duvidas fe-
ridos que gemem; moribundos provocan-
do, invadindo lares, estamos atras de peni-
tenciarias, pedindo ajuda a pobres e ri-
cos de todo o mundo. Abracos de seu noivo que mi-
mosamente olha e bei-
já a todo instante no seu retrato.

Releiam a carta acima pulando (ignorando) as linhas verdes


Henry
   - 24 mai 2004

CAramba, acho que deram Lacto-Purga pro Soldado na marmita......