Array
(
)

Faça um pedido ao gênio

Joao_schroeder
   - 21 abr 2005

argentino e o brasileiro estavam caminhando
pela praia, quando um deles chuta a lâmpada
mágica, e desperta o gênio de seu sonho milenar.
O gênio brada entao: - Cada um de vocês tem
direito a um pedido.

O argentino: - Quero que seja construído um muro
ao redor de todo o meu país, impedindo a entrada
de estrangeiros.
Agüentar esses brasileiros, chilenos, paraguaios
e outros menos capacitados que nós, argentinos é
impossível.

O Gênio: - Seu desejo é uma ordem, meu amo...
zás... e o muro foi construído....

Agora é a sua vez, brasileiro...

O Brasileiro: - Esse muro que você construiu é
sólido?

O Gênio: - Nada neste planeta pode destrui-lo.

O Brasileiro: - Muito alto?

O Gênio: - Mais alto que o mais alto dos edifícios em Buenos Aires.

O Brasileiro: - O.K., entao enche de água!


Mysys
   - 21 abr 2005

PS: do rio tiete com algumas bananas por sima

macaquito de m$¬^&**


Beppe
   - 21 abr 2005

Putz, olha eu indo defender um argentino...o fato que no caso Desábato vs Grafitti, o ´vilão´ é o brasileiro, que pra começar nem sabe jogar futebol...e pelo que eu sei, o argentino só mandou ele enfiar uma banana naquele lugar...bom, é futebol, não jogo de xadrês...


Nildo
   - 22 abr 2005


Citação:
Putz, olha eu indo defender um argentino...o fato que no caso Desábato vs Grafitti, o ´vilão´ é o brasileiro, que pra começar nem sabe jogar futebol...e pelo que eu sei, o argentino só mandou ele enfiar uma banana naquele lugar...bom, é futebol, não jogo de xadrês...


Pra começar, o Grafitti é um dos melhores atacantes do brasil (comprove você mesmo na incrível campanha do São Paulo no Campeonato Paulista, onde o São Paulo foi campeão com apenas 1 derrota).

E outra, isso que o argentino disse, foi a versão dele. Na verdade foi a única desculpa disponível para não adimitir que chamou o Grafitti de Macaco, onde os especialistas usaram leitura labial e comprovaram o fato.
:wink:


Mysys
   - 22 abr 2005

eu nao me importo c o cara e um macaco ou nao ... c joga bola ou nao.. c é do sao paulo ou do inter(eka) ...

simplismente EU SOU BRASILEIRO nao asseito povo abusado vir aki no brasil quere da uma de gostoso .. tem que manda pra cadeia mesmo..


Beppe
   - 24 abr 2005

Peço que sejam impaciais e racionais. Patriotismo mata. Justiça não.

Vou um pouco além do que precisa ser dado como resposta, mas é minha opinião sobre toda essa patifaria.

@nildo:

A campanha do teu São Paulo foi incrível, não muito emocionante(não curto campeonatos de pontos corridos), mas incrível. Parabéns(pelo SA tbm, não tinha noção que ele tava tão bem). Campanha quase tão boa quanto a do meu Inter. Pena que o Grafite ficou lesionado por muito tempo. Mas se ele acaso jogar contra a Guatemala espero que ele não faça caquinha.

@MySYS:
O que eu não aceito é falso-moralismo. Eu não sou patriota, eu tenho convicção que há problemas sociais ainda maiores para se preocupar do que essa coisa que parece nem sequer ocorreu.

Pelo que eu entendi do que vc falou, você não se importaria se um zagueiro do Criciúma(só para efeito de exemplo) poderia ter chamado o Grafite de ´macaco´? Argentino é abusado? Tu é muito mais. Tu acha o Desábato gostoso? Eu não. Cara, vc é mó comédia...quer dar lição e não sabe nem falar...ou vc realmente quis dar a entender o que eu li?

@todos:

OK, vamos aos fatos.

Eu não estou ciente da perícia comprovando a agressão verbal. Links? O que eu achei na net, é que amigos do jogador, e o próprio delegado (são-paulino) que deu voz de prisão ao Desábato e estava assistindo ao jogo, haviam ´lido´ da boca do jogador. Os especialistas, na verdade, afirmaram ser impossível identificar com certeza. Mas até eu que não sou especialista sei que ´mierda´ não foi pronunciada.

No meu entendimento, ´macaquito´ seria racismo, mas esta palavra não foi citada por ninguém importante ao caso. ´Negrito de mierda´ é ofensa pessoal. Mas esta é a versão do ´ofendido´. A versão do argentino é ´Cagón! Que la banana te la metas en el culo!´ (a banana se refere à provocação do Grfite ao Desábato em jogo anterior, nada a ver com macacos). A primeira parte é ofensa mas a segunda depende...

Desábato foi indiciado por injúria com agravante de racismo. Que é passível de fiança, ao contrário de racismo, logo a acusação e o suposto ´abálo´ do Grafite se contradizem. Se fosse racismo, a acusão seria racismo, e levado adiante pelo Ministério Público.

E quanto a versão do Grafite? É versão também. A versão do argentino precisa ser ouvida também. É direito garantido.

A primeira pessoa a falar com Grafite após sua expulsão, disse que o jogador não tinha se queixado do argentino, mas mudou de posição após conversar com o vice-presidente do clube.

Extra-oficialmente, os argentinos afirmam terem visto as testemunhas comendo pizza com os policiais. Não acredito nem desacredito. Também insinuam uma premeditação por parte do São Paulo e na provocação do Grafite, com cartazes anti-racismo no Morumbi. Apoio a intenção do São Paulo(se for verdade), mas acredito que inventaram a situação para aparecer internacionalmente.

Eu não entendo porque um caso de ofensa pessoal seja tratado com tanto atenção.

O caso é uma palhaçada, patifaria, mostra de mediocridade, farsa.
:arrow: Nenhum crime foi constatado.
:arrow: São Paulo é time grande e Quilmes é time pequeno.
:arrow: Testemunhas são amigos do jogador.
:arrow: Uma testemunha considera mudar seu testemunho. Que amigo, hein?
:arrow: Delegado é do GARRA(Grupo Armado de Repressão a Roubos e Assaltos)
:arrow: O delegado acima pressionou Grafite por um depoimento. Ele é pago para instruir e ouvir, ele não tem autoridade para mandar.
:arrow: O juíz, por hábito da profissão, não anota agressões verbais na súmula. Por conhecimento de causa eu sei que tais agressões ocupariam 90¬ dela.
:arrow: Virou Brasil vs Argentina
:arrow: Foi permitido ao argentino voltar para casa. Não tem mais obrigação de cumprir pena.

Curiosidade: Sabem donde vem o apelido Grafite? O que é grafite? Hilário! :lol: :lol: :lol:

http://www1.folha.uol.com.br/folha/esporte/ult92u88361.shtml
http://www1.folha.uol.com.br/folha/esporte/ult92u88335.shtml
http://www1.folha.uol.com.br/folha/esporte/ult92u88404.shtml
http://www1.folha.uol.com.br/folha/esporte/ult92u88441.shtml
http://www1.folha.uol.com.br/folha/esporte/ult92u88472.shtml
http://esportes.aol.com.br/fornecedores/rts/2005/04/16/0008.adp
http://esportes.terra.com.br/futebol/libertadores2005/interna/0,,OI518500-EI4587,00.html

Divirtam-se!




:? :? :? :? :? :? :? :? :? :?

Mas a piada é boa. Muito boa. Boníssima.


Nildo
   - 24 abr 2005

Bom, aí eu já não posso afirmar o que houve dentro do clube (e creio que nem você, pois a mídia manipula, você sabe). Mas se o Grafite foi realmente tratado de modo racista pelo argentino, ele fez o correto.


Joao_schroeder
   - 24 abr 2005

Espero que consigam me entender. Afinal eu ia fazer só uma observação e acabei colocando em cada parágrafo um pensamento ou pergunta, em que algum momento se perde com o restante, mas acho que se resume tudo no último parágrafo.





Não pensei que ia ter tanta discussão com esta piada.

Vi num jornal na TV que até hoje ninguém foi condenado por racismo.
Entretanto houve várias condenações por injúria e difamação.

Para mim, piadas como a que eu coloquei tem que ser vistas como
personagens ou o que nós temos que fazer ao ver um ator na rua que
costuma fazer papel de vilão? Dar uma surra no cara?

Já notaram que depois que surgiu a lei do rascimo não se faz mais piadas com negros? Até então era comum.

Fazer piadas como a que eu coloquei de argentinos e em outro tópico
de portugueses e também as piadas de viados, baianos, cariocas, gaúchos, turcos, judeus, etc, neste caso também não é discriminatório?

E quanto as piadas envolvendo a eterna guerra dos sexos, que na verdade são as que eu mais gosto, mas depois de ler e rir bastante eu não saio por aí batendo em mulher ou xingando ou falando mal delas.
Será que alguém faz isso?

Será que ninguém aqui no fundo é racista ou faz algum tipo de
discriminação?

Estão todos 100¬ certos de que no calor de uma disputa não irão chamar o adversário de negro de merda ou pelo menos pensar isto.

Mas com certeza irão chamar alguém de gaúcho de merda, viado de merda, baiano de merda e por aí vaí, até que se faça uma lei dizendo que
isto também é crime de racismo. Quando na verdade já é crime.
Crime de calúnia e difamação.

O MySYS escreveu ´macaquito de m$¬^&**´.

Como se chama isso?

O Nildo disse que o argentino deveria ser processado. Não vou dizer
que não deva, e neste caso é por calúnia e difamação, mas o que deve ser feito quando alguém xingar um gaúcho, um português, um nordestino ou até mesmo um argentino como fez o MySYS.

Antes mesmo deste caso acontecer, já corriam pela internet várias piadas
de argentinos por causa dos que foram contratados pelo Corinthians.

O argentino ofendeu o Grafite, mas e quanto as brigas entre são-paulinos,
corintianos, palmeirenses em que beira a agressão física e até morte só
por ser torcedor de um time. E não somente com estes times.

Será que estamos defendendo o Grafite ou acusando o argentino? Os argentinos são rivais e agora estão no Corinthians que é adversário do São Paulo. Será que isto tudo estaria acontecendo se não fosse com um argentino?

Daqui a pouco vamos matar porque são argentinos, assim como há alguns anos se matava por ser judeu, cigano ou pertencer a alguma minoria e hoje se faz por torcer para algum time.

Aqui no Brasil não temos os mesmos atos discriminatórios que tem
nos Estados Unidos onde se morre por ser negro, mas aqui temos o
cinismo em relação ao negros.

Do que nós mais temos medo? De um branco ou de um negro?

Quem é mais perigoso? Um negro pobre que sai de arma em punho para
um assalto para poder sobreviver ou um branco engravatado, seja
empresário ou político, que já está muito bem de vida, mas rouba milhões, não vai para a cadeia, mata milhares de pessoas indiretamente porque desvia dinheiro que poderia estar indo para consertar ou fazer estradas e para a saúde?

E em relação a estes dois tipos, quais os que se faz mais passeata
neste país por justiça?

E quando se faz alguma manifestação contra algum ´colarinho branco´,
geralmente começa pela mídia.

O que eu quero dizer é que todos nós de um jeito ou de outro fazemos
algum tipo de discriminação. Se é para odiar alguém por sua nacionalidade, sexo, opção sexual, então nós temos é que odiar a raça humana, porque independente de tudo o que foi citado anteriormente tem muitos que são bons, mas também tem muitos que simplesmente não prestam, fazendo o que podem para estragar a vida do outro e pode muito bem ser branco, heterossexual e da própria família.


Beppe
   - 26 abr 2005

@joao_schroeder: Fique tranquilo que não foi sua piada que causou ´confusão´, porque é uma piada. Infelizmente o MySYS não entende piadas e decidiu dar um nome ao argentino.

As piadas geralmente exaltam um característica(verdadeira ou fictícia) de um grupo de pessoas, mas fora das piadas, pessoas sadias sabem que não se aplicam a vida real.


Citação:
Mas se o Grafite foi realmente tratado de modo racista pelo argentino, ele fez o correto.

Agora vc falou algo certo. SE Desábato for descoberto culpado, com provas incontestáveis, então que ele pague pelo que fez. Mas seria de bom tom que o caso fosse levado com seriedade, para que o inverso não aconteça lá fora com brasileiros. Parece que ninguém pensou nisso. Ou por acaso nós brasileiros somos uma ´raça´ superior?


Afarias
   - 26 abr 2005

Concordo com o Beppe, o caso todo foi uma grande palhaçada a começar pelo delegado q visivelmente é um daqueles q ser sempre aparecer.

E, indo além, racismo pra mim é dar tratamento diferente a uma pessoa por sua raça, cor, religião, situação economica ou seja o q for... num jogo de futebol todos estão com muita adrenalina, um xingamento é algo ´normal´ (compreensível pelo menos).

Não vejo diferença se chama o cara de macaco ou chamam a mãe dele de P*!! Isso acontece o tempo todo no calor do jogo e nenhuma mãe (que eu tenho conhecimento) nunca foi reclamar de ter tido sua moral difamada.

O Grafite deu um ´tapa´ no rosto do ´agressor´ argentino e nem por isso vai ser processado... (ou agressão física tb não é crime?!) ...a ´briga´ deles ficou ali, um xingou o outro bateu e pronto, coisa de jogo. Colocar qualquer pessoa numa prisão como um bandido perigoso apenas por um xingamento durante um jogo de futebol é algo -- na minha opnião -- totalmente descabido.

Acho q no máximo o argentino podia ter sido chamado para prestar explicações, e ser alertado sobre as leis que protegem contra crimes de racismo para q o episódio não fosse repetido (se é q ocorreu, pq pra mim não ficou claro)


T+


Repa
   - 27 abr 2005

Ai, gente, desestressa! A piada é engraçadíssima!
Vou contar uma história que escutei ontem e quase morri de rir!
Uma amiga foi p/ o Rio de Janeiro ficar na casa da madrinha. Esta madrinha deu-lhe um relógio de ouro e minha amiga quis passear c/ o relógio.. Depois de muita discussão entre minha amiga e a madrinha (que não queria que ela usasse o relógio no Rio, por causa dos roubos!), minha amiga resolveu usar uma blusa de manga comprida que tampava o relógio e foi passear....
Ficou andando de ônibus pela cidade maravilhosa e depois de algum tempo ficou preocupada c/ um homem que estava encarando-a.
Qdo ela chegou no ponto em que ia descer, o dito cujo ia descer no mesmo ponto. Ela ficou toda nervosa e qdo foram descer do ônibus acabaram se esbarrando.
A minha amiga foi andando, passou a mão no pulso e não sentiu o relógio. Na hora lembrou do cara que a encarou e teve certeza que ele havia roubado seu relógio. Não pensou duas vezes e resolveu que ia pegar o relógio de volta de qq jeito.
Sabe o que a louca fez???? Foi atrás do cara, pegou uma escova de cabelo que estava na sua bolsa, pôs nas costas do rapaz e foi dizendo p/ ele: ´Joga o relógio na minha bolsa!´
Assim que ela escutou o barulho de algo caindo na bolsa, saiu correndo e entrou no primeiro ônibus que viu. O rapaz ficou parado na calçada olhando assustado p/ ela.
Qdo ela chegou na casa da madrinha, toda satisfeita c/ o que tinha feito, abriu a bolsa e viu outro relógio lá dentro... Na hora, achou que o cara tinha feito sacanagem c/ ela, ficando c/ o relógio dela e dado o relógio velho dele p/ ela. Qdo ela foi contar à madrinha o que tinha acontecido, passou a mão pelo braço e descobriu que o relógio tinha subido pelo braço (pq estava muito largo!)...
É mole?! Ela ROUBOU o cara achando que ele tinha roubado-a! :shock: :lol:


Schneider
   - 27 abr 2005

Essa foi a melhor que ja escutei
:lol: :lol:


Beppe
   - 27 abr 2005

Credo! :shock:

A vida no Rio tá difícil até pros ´ladrões´. :lol:


Gandalf.nho
   - 27 abr 2005

Pior vai ser ela achar o cara pra se desculpar...


Motta
   - 27 abr 2005

Cês tripudiam do Rio, hein ....

Já conhecia esta história, e tem alguns anos ....



Quanto ao argentino, o legal foi prender o cara e a cela sequer ter um local para o cara dormir, mostrou mais uma vez o nosso falido sistema penitenciario.

Será que a prisão deste cidadão (mesmo sendo argentino :-) ) ajuda a melhorar em algo a sociedade ?

Não acho que uma ofensa racista deva ficar impune , mas cadeia é muito para mim.


Tnaires
   - 27 abr 2005

E ninguém fala na mãozada q Grafite deu num jogador argentino, qdo ele chegou perto... Na minha opinião, nada justifica a agressão (falar é fácil hehehe, mas façam o q eu digo, não o q eu faço :D)
Ah Beppe, acho q esse apelido Grafite vem d qdo ele grafitava nos muros qdo era adolescente né? Vi isso num blog dum jornalista q esqueci o nome.


Motta
   - 27 abr 2005

Achava que era pq ele é escuro , alto e magro.

Grafitar é coisa comum na periferia de SP.


Repa
   - 28 abr 2005


Citação:
Já conhecia esta história, e tem alguns anos ....


Será que foi de vc que ela roubou o relógio? :lol:


Motta
   - 28 abr 2005


Citação:

Citação:
Já conhecia esta história, e tem alguns anos ....


Será que foi de vc que ela roubou o relógio? :lol:


Já me roubaram um, mas eram 3 caras ... :)


Anorex
   - 29 abr 2005

pra começo de conversa: como um brasileiro tem coragem de defender um argentino? Quando eu vejo um brasileiro com a camisa da seleção argentina da vontade de encher o cara de porrada...

Argentino eu tipo de animal tão indecente que até na concessão de asilo que o Brasil deu pra esse último presidente da América Latina eles encheram o saco... falaram um punhado de mierdas....

Agora é sério... isso ai em cima foi mais uma brincadeirinha, mas que eu naum gosto de argentino eu naum gosto.... hehehe

:mrgreen: :mrgreen: :mrgreen: :mrgreen:


Afarias
   - 30 abr 2005

|pra começo de conversa: como um brasileiro tem coragem de defender
|um argentino?

isso é preconceito

|Quando eu vejo um brasileiro com a camisa da seleção argentina da
|vontade de encher o cara de porrada...

isso é preconceituoso e anti-democrático levado ao extremo da violência

|Argentino eu tipo de animal tão indecente que até na concessão de asilo
|que o Brasil deu pra esse último presidente da América Latina eles
|encheram o saco... falaram um punhado de mierdas....

preconceito e ataque a liberdade de expressão

|Agora é sério... isso ai em cima foi mais uma brincadeirinha, mas que eu
|naum gosto de argentino eu naum gosto.... hehehe

heheheheheh... foi o q pensei... :)

mas quanto a não gostar de argentino é uma opção sua --- mas ainda assim denota *muito* preconceito -- visto q cada indivíduo argentino está sendo julgado por sua nacionalidade e não pelo indivíduo [único] que é --- e isso é sério!

Sendo assim, espero q o contexto que vc está colocando é o da rivalidade (esportiva por exemplo) o q não quer dizer necessariamente que vc realmente não goste de nossos hermanos!

T+