Array
(
)

Revista ClubeDelphi - Edição 78 - Nas bancas de todo Brasil

Ajnet
   - 06 dez 2006

[size=18:865ddaca50]Revista ClubeDelphi - Edição 78 - Nas bancas de todo Brasil

Confira aqui o resumo desta Edição[/size:865ddaca50]

ASP.NET - Editando, Incluindo e Excluindo registros no DataGrid
RODRIGO SENDIN

Na edição 73 da ClubeDelphi, vimos como trabalhar com o DataGrid no ASP.NET. Pudemos conferir as principais funcionalidades desse controle, e como é simples expor dados em grid com o ASP.NET. Neste artigo veremos algumas features do DataGrid que permitirão adicionar funcionalidades de edição, exclusão e inclusão de registros.

_____________________________________________________________

Vídeo-aula – Múltiplos retornos em uma função.
Luciano Pimenta

O autor mostra nessa vídeo aula como criar funções que retornem mais de um valor.
Tecnologias utilizadas: Delphi 7.
Exemplos construídos: Projeto com uma função que retorne mais de um valor.

_____________________________________________________________

Win32 - VCL Revelada
MICHAEL BENFORD

Nossa ferramenta de desenvolvimento já tem mais de 10 anos de vida. Quantos programas foram feitos nesse período! Muitos deles, senão todos, foram feitos com o auxílio de componentes, controles, objetos etc., sejam para apenas exibir um botão na tela ou para fornecer acesso a um banco de dados.
E, independentemente da função dos componentes, a sua utilização (e criação) foi enormemente facilitada através de uma sigla que conhecemos bem: VCL. Mas, como a VCL funciona? Quais classes a sustentam? Entender o seu funcionamento interno é de suma importância para criar novos componentes corretamente, e saber como se comportam os que são nativos do Delphi. Isso tudo veremos neste artigo.

_____________________________________________________________

Vídeo-aula - Instalando o Firebird 2.0 junto com Firebird 1.5.
Paulo Quicoli

O autor apresenta como instalar o Firebird 2.0 em uma máquina que já possui o Firebird 1.5 instalado, permitindo que as duas instâncias sejam executadas como serviço do Windows.
Tecnologias utilizadas: Firebird.
Exemplos construídos: É mostrado como utilizar o aplicativo Firebird Instance Manager para contornar o problema de ter dois serviços do firebird sendo executados ao mesmo tempo. Segue em anexo o aplicativo.

_____________________________________________________________

POO - Mini-Curso de Delphi e UML – Parte III
PAULO QUICOLI

Dando continuidade ao curso, veremos neste artigo como gerar o código Delphi a partir do ModelMaker para construirmos nossa aplicação.

_____________________________________________________________

Vídeo-aula - Escrevendo código no FastReport.
Paulo Quicoli


O autor mostra como escrever código no editor do FastReport para refinar o comportamento de relatórios.
Tecnologias utilizadas: Delphi 7.
Exemplos construídos: O exemplo do vídeo 01 está sendo incrementado com novos relatórios. Para este vídeo um novo relatório foi construído mostrando recursos do FastReport para personalização e aperfeiçoamento de relatórios utilizando seu editor de scripts. Foi demonstrado como acessar as propriedades dos objetos por código e como utilizar os valores de datasets implementando uma regra de negócio.

_____________________________________________________________

IB/FB - Análise, reparação e otimização de bancos IB/FB
EVERSON VOLACO

Neste artigo veremos como realizar análises, reparações e otimizações em banco de dados InterBase e Firebird. Utilizaremos no decorrer deste artigo duas ferramentas que permitem essas operações: IB/FB Development Studio (www.sqlly.com) e Database Workbench (www.upscene.com).
Devido ao fato das ferramentas possuírem um processo de instalação rápido e fácil não abordaremos isso no artigo. Iniciaremos diretamente a partir das interfaces das ferramentas começando a abordar as funcionalidades presentes no IB/FB Development Studio.

_____________________________________________________________

Vídeo-aula - Criação de etiquetas com FastReport.
Paulo Quicoli

O autor demonstra como fazer vários modelos de etiquetas com FastReport e como disponibiliza-las ao usuário.
Tecnologias utilizadas: Delphi 7.
Exemplos construídos: O exemplo do vídeo 01 está sendo incrementado com novos relatórios. Para este vídeo um novo relatório foi construído mostrando recursos do FastReport para criação de etiquetas, posteriormente foi sugerido uma idéia de como utilizar vários modelos para um mesmo relatório.

_____________________________________________________________

IB/FB - Uma abordagem prática de Stored Procedures e Triggers
JORGE LUIS BUBLITZ

Quando começamos o desenvolvimento de um sistema, algumas perguntas que não querem se calar: “Quais regras de negócio ficarão no banco de dados? Quais devem ficar na camada servidora? E quais ficariam na camada cliente?”. Responder a essas três perguntas não é fácil. Se você coloca todas as regras no banco, corre o risco de sobrecarregá-lo. O mesmo vale para a aplicação servidora, seja ela cliente/servidor ou multicamadas. E no cliente? Devo colocar alguma regra? Existem algumas sugestões básicas: quando você desenvolve uma aplicação Web, as regras mais simples você utiliza JavaScript para checar/validar no próprio navegador, não é mesmo? Campos obrigatórios, validação de datas, verificação de CPF e outras. E as outras? Como decidir quais ficarão na aplicação servidora e quais ficarão no banco? Eu uso a seguinte lógica: se a regra envolve atualização em uma ou duas tabelas e com isso incluir/alterar um ou dois registros, prefiro deixá-la na camada da aplicação, pois muito provavelmente serão enviados um ou dois comandos SQL para o banco pela rede. Agora, se a regra atualiza mais de duas tabelas e com isso temos que incluir/alterar vários registros, então é forte candidata a ficar no banco. Há também aquelas regras que mudam com muita freqüência. Prefira deixá-las no banco. Partindo de um sistema semi pronto, com uma solução, digamos, pouco aconselhável de uma regra de negócio, vamos primeiramente colocar essa regra de maneira mais segura na própria aplicação. Depois vamos colocar a mesma regra no banco e assim poderemos analisar qual a melhor solução. Utilizaremos Delphi com o banco de dados Firebird. Sinta-se a vontade em utilizar outro banco de dados. Aliás, estou testando a versão Express do DB2 da IBM e estou gostando muito.

_____________________________________________________________

Vídeo – aula - Mini-curso client/server no Delphi 2006 com Windows Forms.
Luciano Pimenta

Veja nesta vídeo aula o primeirocapitulo do mini-curso de client/server no Delpi 2006 com Windows Forms.

_____________________________________________________________

Win32 - Criando formulários dinamicamente a partir de registros em um BD
DANILO GAZOLI RESENDE

Um dos recursos interessantes na linguagem Pascal é a possibilidade de criar controles mesmo quando não sabemos de qual classe iremos instanciar. Através desse recurso, podemos entender a forma pela qual o Delphi trabalha em seu ambiente integrado de desenvolvimento quando clicamos em um SpeedButton da paleta de componentes e em seguida no formulário onde desejamos adicionar o mesmo. A partir dos exemplos mostrados neste artigo, desenvolveremos um componente que fará a conexão a um banco de dados que contém os registros dos controles a serem criados no novo formulário, bem como uma aplicação exemplo desse novo componente.
_____________________________________________________________

Vídeo-aula - Wizards com controles de validação.
Luciano Pimenta

O autor mostra nessa vídeo aula como criar um assistente (wizard), utilizandos os controles de validação da biblioteca JEDI para que a navegação seja aceita somente se os campos estejam preenchidos.
Tecnologias utilizadas: Delphi 7 e JEDI.
Exemplos construídos: Projeto com um assistente.

_____________________________________________________________

Testes - Desenvolvimento Ágil e Seguro com Test-Driven Development
GUSTAVO CHAURAIS

Quem nunca ouviu falar em metodologias ágeis? Um assunto tão em moda certamente não pode ser deixado de lado por nenhum desenvolvedor que queira estar atualizado. Esse “jeito novo” de fabricar software ajuda a compreender melhor os requisitos, estimar custos mais precisamente, garantir menos bugs etc. Na situação em que vivemos, estamos aprendendo vagarosamente a não prender-se tanto à programação de regras de negócio, mas olhando também para um fator muito importante a esse tipo de produto: a sua qualidade final. Clientes não querem mais ver apenas o produto pronto e implantado, querem ver seu sistema funcionando e sem erros. Erros esses que podem levar sua empresa a uma situação de caos e fazê-los despender muito mais tempo e outros recursos em manutenção. Mas como garantir que o sistema não terá erros? Veremos como o Test-Driven Development pode ajudar a diminuir a quantidade de bugs e ainda mais: aumentar a confiança no código pelos programadores, melhorar a qualidade da modelagem do projeto e estimar prazos e custos com muito mais precisão. Como manipularemos código e nos basearemos fortemente em testes unitários, faremos uso do framework DUnit, uma ferramenta free e de código aberto, bastante utilizada em ambientes Delphi.

_____________________________________________________________

Vídeo – aula - Componentes JEDI - Parte III.
Luciano Pimenta

Veja nessa vídeo os componentes de validação da biblioteca JEDI. O autor mostra os controles ´validators´ do JEDI, bastante semelhante aos do ASP.NET.
Tecnologias utilizadas: Delphi 7, JVCL e JCL.
Exemplos construídos: Projeto mostrando como validar com os controles Validators.

_____________________________________________________________

DevMedia Group - Marketing
www.devmedia.com.br
21-22205375
21-22205435