Implementando o MPS.BR nível G – Revista Engenharia de Software Magazine 53

Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Para efetuar o download você precisa estar logado. Clique aqui para efetuar o login
Confirmar voto
0
 (2)  (1)

Este artigo apresenta o MPS.BR e como este pode ser implementado no nível G de maturidade.

De que se trata o artigo

Este artigo apresenta o MPS.BR e como este pode ser implementado no nível G de maturidade. Para isso, o artigo mostrará quais atividades devem ser desenvolvidas para conseguir êxito na implantação deste nível de maturidade, bem como os passos para implantação desde a conscientização dos funcionários até a preparação para a avaliação oficial.


Em que situação o tema é útil

Este artigo é útil para empresas que visam buscar a implantação do MPS.BR nível G. O artigo apresentará um conjunto de definições que devem ser consideradas por empresas que tenham interesse em implementar este nível de maturidade.

Implementando o MPS.BR nível G

Neste artigo iremos abordar como o MPS.BR é implementado indicando quais atividades são importantes na implantação do nível G, tais como: conscientização, diagnóstico da situação atual, treinamento, mapeamento dos processos, detalhamento dos processos mapeados, treinamento do processo organizacional, avaliação interna nos projetos da empresa, simulados, preparação para avaliação oficial e avaliação oficial.

Autores: Aldo Barbosa, Fabiano Muniz, Raul Milton e Rodrigo Oliveira Spínola

Os processos de desenvolvimentos de software de micros e pequenas empresas brasileiras possuem, em geral, um planejamento bastante carente. Essas empresas até possuem processos para o desenvolvimento de seus sistemas mas esses processos, mesmo informais, são abandonados sempre quando ocorre alguma mudança de escopo, atraso no cronograma do projeto ou ainda alguma mudança de prioridade do projeto na empresa.

Para atender à demanda crescente destas pequenas empresas que necessitam investir em modelos de maturidade mas não possuíam recursos financeiros para isso quando a única opção era a implantação do CMMI, foi criado o MPS.BR (Melhoria de Processo do Software Brasileiro).

Coordenado pela Associação para Promoção da Excelência do Software Brasileiro (SOFTEX), o MPS.BR tem o objetivo de definir e aprimorar um modelo de melhoria e avaliação de processo desoftware. Voltado especialmente para pequenas e médias empresas, seu desenvolvimento é baseado nas normas ISO/IEC 12207 Processos de Ciclo de Vida de Software, na ISO/IEC 15504 – Avaliação de Processo e no CMMI. Um ponto importante de ser mencionado é que MPS.BR é compatível com o conteúdo do CMMI-DEV.

Neste contexto, iremos apresentar inicialmente neste artigo a estrutura do MPS.BR. Em seguida, abordaremos como se dá o processo de implementação do MPS.BR em uma organização considerando o nível G de maturidade. Este artigo apresenta o MPS.BR e como este pode ser implementado no nível G de maturidade.

Estrutura da documentação MPS.BR

A documentação do MPS.BR está estruturada conforme Figura 1. Estes guias fornecem um conjunto de conhecimentos necessários para auxiliar organizações no processo de implantação dos níveis de maturidade contemplados no modelo. Para isso, são detalhados os processos contemplados nos respectivos níveis de maturidade e os resultados esperados com a implementação de cada um deles.

"

A exibição deste artigo foi interrompida :(
Este post está disponível para assinantes MVP

 
Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Receba nossas novidades
Ficou com alguma dúvida?