Natureza do Software e a Necessidade de Princípios e Processo - Engenharia de Software 25

Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Para efetuar o download você precisa estar logado. Clique aqui para efetuar o login
Confirmar voto
0
 (1)  (0)

Discute a natureza do software e apresenta um conjunto de princípios de engenharia empregados no desenvolvimento de sistemas de software, destacando a necessidade de um processo.

Atenção: esse artigo tem um vídeo complementar. Clique e assista!

[lead]De que se trata o artigo:

Discute a natureza do software e apresenta um conjunto de princípios de engenharia empregados no desenvolvimento de sistemas de software, destacando a necessidade de um processo.

Para que serve:

Entender a natureza do software e conhecer os princípios que fundamentam a engenharia de software, enfatizando a importância de um processo.

Em que situação o tema é útil:

No desenvolvimento de sistemas de software, quando o engenheiro precisa conhecer a natureza do produto a ser desenvolvido, e como as atividades e princípios que norteiam seu desenvolvimento são cruciais para a obtenção do produto.[/lead]

Observe a Figura 1 e identifique o que há de comum nos vários produtos ilustrados.

Figura 1. Conjunto de produtos.

Se você respondeu software, então acertou. É isso mesmo. Software está praticamente em todas as coisas de nosso cotidiano, servindo às mais variadas necessidades das pessoas. Entretanto, você já parou para pensar como o software é construído? O que é necessário para obter um software?

Para construir ou desenvolver um software, você precisa entender sua natureza, conhecer a aplicação na qual será usado, bem como compreender os princípios e processo para guiar como e quando as atividades serão realizadas, além de definir quem vai executá-las. A leitura deste artigo lhe dará a oportunidade de entender a natureza do software e importância do uso de princípios e processo no desenvolvimento de software.

Você já percebeu que software está praticamente em todas as coisas de seu cotidiano?

Um exemplo disso é a central telefônica que permite às pessoas conversarem ao telefone. O controle da operação das centrais telefônicas é, hoje em dia, todo feito por software. Você já foi a alguma casa lotérica para efetuar um pagamento de conta de água ou energia? Ou já arriscou jogar na loteria? Quando você vai a uma casa lotérica, por quaisquer um dos motivos acima, você está usando o sistema que tem todo seu controle feito por software e o mesmo acontece quando você vai ao banco. Perceba que quase todos os sistemas hoje em dia têm seu controle operacional sendo feito por software. E, com certeza, você é usuário de computador que possui diversos tipos de software operando nele.

Observe que o software tem se tornado um companheiro e sido uma ferramenta fundamental de nosso dia-a-dia. Dessa forma, as seções subsequentes do artigo apresentam a natureza do software e princípios e processo de desenvolvimento de software.

[subtitulo]Natureza do software[/subtitulo]

Há aproximadamente cinco décadas atrás, software constituía uma pequena, senão ínfima, parcela dos sistemas computacionais quando comparado ao hardware. Naquela época, os custos de desenvolvimento e manutenção de software eram desprezíveis. Hoje, porém, software é responsável por significativa porção dos sistemas computacionais. Encontramos software nas mais diversas aplicações. No uso doméstico, fazemos uso de processadores de texto e planilhas (como, por exemplo, Word e Excel da Microsoft). Adicionalmente, software tem sido um componente importante e muito utilizado em diversos sistemas. Pode-se exemplificar seu uso no controle e supervisão dos sistemas de geração e distribuição de energia, bem como em sistemas de telecomunicações, onde ele é encarregado do controle e roteamento de milhares de ligações telefônicas.

Cabe destacar que, hoje em dia, empresas e pessoas têm conseguido otimizar o tempo de realização de suas atividades, geralmente, fazendo uso de sistemas computacionais, isto é, sistemas onde o computador e, mais especificamente, o software, é uma peça essencial.

Software compreende um conjunto de instruções que, quando são executadas em um dispositivo, fornecem funcionalidades a seus usuários com desempenho desejado. Todavia, o software tem uma característica que o diferencia de outros produtos, e especificamente do hardware. Hardware é um artefato físico (geralmente tecnológico) como, por exemplo, um aparelho de TV, um equipamento de som, um aparelho celular ou um computador propriamente dito. No entanto, via de regra, os equipamentos (hardware) sofrem desgaste e, como resultado, começam a apresentar defeitos decorrentes desse desgaste (físico) causado, por exemplo, por longo período de uso, poeira, variações na tensão da rede elétrica e umidade. Todos esses fatores contribuem para o desgaste do hardware, como mostrado na "

A exibição deste artigo foi interrompida :(
Este post está disponível para assinantes MVP

 
Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Receba nossas novidades
Ficou com alguma dúvida?