A importância da Análise de Negócio

Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Para efetuar o download você precisa estar logado. Clique aqui para efetuar o login
Confirmar voto
0
 (10)  (0)

Veja nesse artigo uma versão sintética do Guia BABok® 2.0, que é apresentado como uma referência para as práticas de Análise de Negócio.

O que é o IIBA?

O IIBA (International Institute of Business Analysis) é uma associação sem fins lucrativos que tem como objetivo facilitar o trabalho de profissionais que atuam na área de análise de negócio.

A análise do negócio possibilita entender a estrutura, as políticas e operações de uma organização e recomendar soluções para que uma organização atinja seus objetivos.

O analista de negócio age como elo entre os integrantes de uma organização para obter, analisar, comunicar e validar necessidades de alterações em processos, políticas ou sistemas de informação. Ele entende os problemas e as oportunidades e recomenda soluções.

Seja qual for a sua responsabilidade ou levantamento de requerimentos, análise de sistemas, análise de negócio, gerenciamento de projeto, melhoria de processos, o IIBA tem como objetivo facilitar o nosso trabalho.

O que é o BABok® ?

O BABok®(Business Analysis Body of Knowledge), é um guia publicado e mantido pelo IIBA, reconhecido como padrão para as práticas de Análise de Negócio. O guia BABok® descreve as áreas de conhecimentos da Análise de Negócios, suas respectivas atividades e tarefas e as habilidades necessárias para ser eficaz na sua execução.

O guia está relacionado ao alinhado com as praticas descritas no PMBok®, SWEBOK® e CMMI®, TOGAF (Arquitetura Corporativa), ITIL, COBIT, BPM, SACRUM (Método de Ágil) e etc.

O que é Análise de Negócio?

Análise de Negócio é o conjunto de tarefas e técnicas utilizadas para o trabalho como um elo entre todas as partes interessadas (stakeholders), a fim de compreender a estrutura, as políticas e operações de uma empresa e para recomendar soluções que permitam a empresa alcançar seus objetivos”, segundo o Guia BABok.

Análise de Negócio envolve entendimento de como as organizações realizam os seus propósitos e definindo as capacidades que uma empresa requer para fornecer produtos e serviços para seus os clientes (ou stakeholders externos). Inclui a definição de metas, o modo como esses objetivos conectam com objetivos mais específicos, a determinação dos planos de ação que uma organização tem de comprometer-se para atingir esses objetivos e metas e estabelecer a forma como as diferentes unidades de negócio e as partes interessadas internas e externas se interagem. Análise de Negócio pode ser feita para entender o cenário atual da empresa ou servir como base para identificação das necessidades de negócio em si.

Em muitos casos, porém, Análise de Negócio, é feita para definir e validar as soluções que satisfaçam as necessidades de negócio, metas ou objetivos. Onde deve avaliar e sintetizar as informações que são fornecidas por todas as pessoas que interagem com o negócio, tais como clientes, fornecedores, setor de TI, executivos e etc.

O Analista de Negócio é responsável por obter as reais necessidades das partes interessadas, não apenas os seus desejos expressos.

Em muitos casos, o Analista de Negócio atuará como facilitador da comunicação entre as unidades de negócio.

Quem é o Analista de Negócio?

“Um Analista Negócio é qualquer pessoa que exerça atividades de Análise de Negócio, não importando qual seja seu cargo, função ou papel”, segundo o Guia BABok.

A Análise de Negócio profissional não incluem apenas as pessoas com o cargo Analista de Negócios, ela também pode incluir Analista de Sistemas, Analista de Requisitos, Engenheiro de Sistemas Corporativo, Analista de Processo, Analista de Produto, Gerente de Produto, Product Owner (SCRUM), Arquitetos de Solução Corporativa, Consultores de Gestão ou qualquer outra pessoa que execute as tarefas descritas no Guia BABok® , incluindo aqueles que exercem também disciplinas relacionadas, tais como Gerenciamento de Projeto, Desenvolvimento de Software, Garantia de Qualidade e etc.

Áreas de Conhecimento?

Área do Conhecimento

Figura 1: Área do Conhecimento

Planejamento e Monitoramento de Análise de Negócio: é a área que abrange conhecimento de como o Analista Negócio determina que atividades que são necessárias, para concluir um esforço de Análise de Negócio. Ela abrange identificação das partes interessadas, a seleção de técnicas de Análise de Negócio, o processo que será usado para gerenciar requisitos e para avaliar o progresso dos trabalhos. As tarefas nesta área de conhecimento governam o desempenho de todas as outras tarefas de Análise de Negócio. Pode ser usada à técnica de modelagem de processo, pode ser utilizada para modelar, definir e documentar a abordagem de Análise de Negócio e detalhar o objetivo para identificar tarefas e partes interessadas, respondendo o que é preciso, o que é preciso fazer, e compreender quem precisa ser envolvido e o que precisa ser feito para monitorar o progresso e coordenar ações de Análise de Negócios com as demais ações do projeto.

Análise Corporativa: descreve como Analista de Negócio identifica as necessidades de negócio, refina , esclarece a definição da necessidade e determina o escopo da solução que será implementada. Esta área de conhecimento especifica a definição do problema, análise, desenvolvimento do caso de negócio, estudo viabilidade e definição do escopo da solução. Juntamente com um Benchmarking, Brainstorming, análise de regra de negócio, grupo de foco, decomposição funcional e análise de causa raiz, para que todos entendam o contexto de porque estar fazendo isso, assim fornecendo um contexto e/ou uma base que permita avaliar todos os desafios e questões futuras.

Elicitação: descreve como o Analista de Negócio trabalha com as partes interessadas, para identificar e compreender as suas necessidades, preocupações e compreender o ambiente que eles trabalham. O objetivo da elicitação é garantir que as necessidades reais dos interessados sejam completamente compreendidas. Para isso a Análise de Documento, Entrevistas, Observação de Campo, Protótipo, Workshop de Requisitos e Questionários servem para elicitar os requisitos de partes interessadas, e do que as partes interessadas precisam, para que possa se descrever as várias técnicas utilizadas para elicitar os requisitos.

Gerenciamento e Comunicação de Requisitos: descreve a forma como o Analista de Negócio devem gerenciar os conflitos, problemas e mudanças. Com objetivo de assegurar que as partes interessadas e a equipe do projeto permanecem em um comum acordo sobre o escopo da solução e como os requisitos são comunicados aos interessados, bem como conhecimentos adquiridos pelo Analista de Negócio é mantido para uso futuro, sendo que a análise de problema, matriz de rastreabilidade, workshop de requisitos deve identificar e gerenciar mudanças, para que todo mundo entende e concorde assim vai gerar um entendimento comum entre as partes interessadas e formalizar o que foi acordado.

Análise de Requisitos: descreve como o Analista de Negócio deve priorizar e elaborar solução de forma incremental para os requisitos, de modo a permitir que a equipe implemente uma solução que atenda as necessidades da organização patrocinadora e das partes interessadas. Isto envolve analisar as necessidades dos interessados para definir as soluções que satisfaçam essas necessidades, avaliar o estado atual da empresa para identificar e recomendar melhorias, bem como a verificação e validação dos requisitos resultantes, com a análise de decisão, de risco, de regra de negócio, decomposição funcional, modelagem de processo, casos de uso e User Stories, para analisar os dados e propor qual a solução deve ser feita, para transforma a necessidade do negócio em capacidades claramente descritas.

Avaliação e Validação da Solução: descreve como Analista de Negócio deve avaliar as propostas de soluções para determinar qual a solução melhor atende as necessidades, identificar as lacunas, soluções insuficiências e determinar soluções ou alterações necessárias. Ela também detalha como o Analista de Negócio avalia e distribui as soluções para ver quão bem eles se atendem as necessidades e para que a organização patrocinadora avalie o desempenho e a eficácia da solução, com análise de decisão, de regra de negócio, decomposição funcional, modelagem de processo e casos de uso para assegurar que a melhor solução será escolhida e o que deverá ser feito para avaliar e escolher entre as alternativas qual a melhor opção.

Competências Fundamentais: descreve como o comportamento, conhecimento e outras características que dão suporte ao desempenho efetivo da Análise de Negócio.

Competências Fundamentais

Figura 2: Competências Fundamentais

Para concluirmos o que é um analista de negocio, tenho sete razões para quem se interessar em se tornar um de nós:

  • Para enxergar novas oportunidades de negócio;
  • Para melhor entender as necessidades dos clientes;
  • Para atender as demandas de negócio;
  • Para ajudar na execução da estratégia;
  • Para apoiar e ajudar as equipes a desenvolverem os projetos de negócio;
  • Para melhorar a performance do negócio e ajudar na otimização dos custos das operações;
  • Para utilizar a Tecnologia da Informação para criar vantagem competitiva;

Então finalizamos aqui este breve artigo. Quaisquer dúvidas, sugestões ou críticas podem ser registradas na seção de comentários, abaixo.

Um grande abraço!

 
Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Receba nossas novidades
Ficou com alguma dúvida?