Artigo Engenharia de Software 19 - Arquitetura Orientada a Serviços

Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Para efetuar o download você precisa estar logado. Clique aqui para efetuar o login
Confirmar voto
0
 (3)  (0)

Este artigo aborda o conceito e as vantagens da utilização de SOA nos aspectos gerenciais de TI.

Esse artigo faz parte da revista Engenharia de Software 19 edição especial. Clique aqui para ler todos os artigos desta edição



Projeto

Arquitetura Orientada a Serviços

Aspectos de Modelagem de Negócios


De que trata o artigo

·         Conceito de Arquitetura Orientada a Serviços (SOA - Service Oriented Architecture);

·         Vantagens da utilização de SOA nos aspectos gerenciais de TI;

·         Tecnologias e características para modelagem de processos de negócios em SOA, voltados para Web Services;

·         Descreve as principais características de uma arquitetura de sistemas computacionais baseada no paradigma SOA, aliada à tecnologia de Web Services como principal recurso computacional de apoio a essa arquitetura.

 

Para que serve

·         Demonstrar as diversas tecnologias e conceitos relacionados à modelagem de negócios numa arquitetura SOA;

·         Utilizar novas metodologias e técnicas aplicadas ao gerenciamento de negócios, utilizando-se BPM e seus derivados;

·         Projetar um sistema BPM (Business Process Management) utilizando tecnologias relacionadas no lugar onde foram usadas tecnologias de Workflow tradicionais.

 

Em que situação o tema é útil

·         Na administração dos processos de negócios em áreas de TI;

·         Tornar possível a orquestração de serviços, ou seja, de Web Services, possibilitando a interação entre as várias etapas do fluxo, de forma gráfica;

·         O uso de novas tecnologias de projeto e desenvolvimento de software aliadas ao mapeamento de processos das empresas, facilitando a produção e manutenção de uma solução baseada na Web.

 

Service Oriented Architecture (SOA) tenta aproximar o entendimento entre as áreas de tecnologia de informação (TI) e de negócios a uma visão mais semelhante de como um sistema de informação deve ser abordado.

A abordagem voltada a serviços propõe uma solução mais próxima dos processos de negócio, uma vez que se tem um fluxo de execução montado a partir de peças ou unidades bem definidas que executam determinada funcionalidade. Sendo assim, uma unidade demanda, como pré-requisito, informações na entrada e, necessariamente, criará algo modificado como resultado do sucesso de sua execução.

SOA propõe que se faça a modelagem de um processo, não mais como um monobloco, mas sim por um conjunto ordenado de unidades bem definidas, cada qual com sua funcionalidade convenientemente descrita, de modo que, ao final da execução de todas as unidades, teremos o resultado esperado. Esse conjunto ordenado de unidades recebe o nome de workflow (fluxo de trabalho) e cada unidade recebe o nome de serviço.

Mais que uma simples proposta de modelagem ou resolução de problemas computacionais, SOA é uma arquitetura de TI e, como tal, define cada componente como um serviço gerenciável, sendo que cada serviço deve possuir um ciclo de vida próprio, os quais, também, devem possuir aspectos funcionais e de qualidade mensuráveis.

Podemos notar que uma arquitetura SOA é mais que um sistema, pois envolve uma abordagem e dita o modo como um sistema de informação será modelado. O importante é saber que podemos montar soluções baseadas em serviços e workflow com tecnologias bastante variadas, desde que sejam respeitados os aspectos arquiteturais de serviços e os processos de negócio.

"

A exibição deste artigo foi interrompida :(
Este post está disponível para assinantes MVP

 
Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Receba nossas novidades
Ficou com alguma dúvida?