Artigo SQL Magazine 55 - Mantendo as regras de negócios no banco de dados: os prós e os contras

Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Para efetuar o download você precisa estar logado. Clique aqui para efetuar o login
Confirmar voto
0
 (4)  (0)

Artigo publicado Revista SQL Magazine 55.

Esse artigo faz parte da revista SQL Magazine edição 55. Clique aqui para ler todos os artigos desta edição

imagem_pdf.jpg

Banco de dados

Mantendo as regras de negócios no banco de dados: os prós e os contras

 

Todo sistema empresarial tem como principal função assegurar que as regras de negócios da empresa sejam obedecidas, garantindo a consistência das informações e fornecendo dados importantes aos gestores que podem ser usados em tomadas de decisões. Portanto, a qualidade e confiabilidade das informações manipuladas devem ser fator primordial nos sistemas empresariais.  Neste artigo veremos os casos em que é interessante manter estas regras de negócios no banco de dados e os casos em que essa prática se torna inviável.

 

O que são regras de negócios

As regras de negócios determinam como uma empresa funciona, o que dever ser feito e como deve ser feito. As regras de negócios variam de empresa para empresa, porém, empresas do mesmo ramo de atividade normalmente têm regras de negócios semelhantes. A definição para regras de negócios é a seguinte: “São declarações que apresentam a maneira como o negócio está sendo feito, além das diretrizes e restrições com respeito a estados e processos em uma determinada organização”. As regras de negócios normalmente podem ser classificadas em dois tipos:

·                     Regras de integridade: representam a semântica das restrições de integridade. Neste caso, uma regra foi violada e uma condição de erro deve obrigatoriamente ser disparada. Um exemplo seria uma regra onde o estoque de um produto não poderia ficar negativo. Se alguma operação levar a esta condição um erro deve ser lançado e a operação deve ser cancelada;

·                     Regras de automatização: neste caso não existe violação de regra, apenas uma situação onde uma tarefa deve ser disparada automaticamente, ou seja, sem intervenção do usuário. Um exemplo seria uma condição onde novos pedidos devem ser incluídos para um produto caso seu estoque chegue a uma quantidade mínima.

 

Vejamos agora alguns exemplos bastante comuns de regras de negócios:

·                     O produto X só pode ser produzido em lotes de 10 peças;

·                     Um novo cliente não pode incluir um pedido com valor superior a R$ 1.000,00;

·                     O saldo em estoque não pode ser negativo;

·                     Nenhuma nota fiscal pode ter seu vencimento em um domingo ou feriado;

·                     O produto Y só pode ser vendido em lotes de 1.000 peças;

·                     Novos pedidos devem ser automaticamente emitidos caso o estoque dos produtos cheguem a uma quantidade mínima.

 

"

A exibição deste artigo foi interrompida :(
Este post está disponível para assinantes MVP

 
Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Receba nossas novidades
Ficou com alguma dúvida?