Bancos de dados temporais - Revista SQL Magazine 96

Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Para efetuar o download você precisa estar logado. Clique aqui para efetuar o login
Confirmar voto
0
 (0)  (0)

Este artigo apresenta conceitualmente bancos de dados temporais, bem como suas principais vantagens. É apresentada uma visão geral sobre os trabalhos desenvolvidos nesta área, bem como algumas implementações.

De que se trata o artigo:

Este artigo apresenta conceitualmente bancos de dados temporais, bem como suas principais vantagens. É apresentada uma visão geral sobre os trabalhos desenvolvidos nesta área, bem como algumas implementações. Visando esclarecer o funcionamento de bancos de dados temporais será apresentada a linguagem desenvolvida para tais bancos de dados, a TSQL2, SQL/Temporal e a SQL:1999(SQL3).

Em que situação o tema útil:

O presente artigo visa facilitar a compreensão dos bancos de dados temporais. Também se pretende apresentar uma revisão sobre o padrão SQL-92(SQL2) e SQL:1999(SQL3).

Resumo DevMan

Neste artigo serão apresentados conceitos sobre bancos de dados temporais e suas funcionalidades. Algumas iniciativas para implementar bancos de dados serão analisadas a fim de compreender os benefícios e complexidades envolvidas no assunto bancos de dados temporais. Também será feita uma apresentação da linguagem padronizada SQL-92 e SQL:1999.

Os bancos de dados são utilizados para armazenar dados de diferentes tipos de aplicações. A infinidade de necessidades que devem ser atendidas pelos bancos de dados exige que estes ofereçam recursos de recuperação dos mesmos.

Neste contexto, frequentemente é necessário que se recupere informações que foram sobrescritas, neste caso tal operação só será possível caso tenha sido gerado um log (ler Nota DevMan 1), repetição do registro, ou caso o banco de dados tenha o recurso temporal (ler Nota DevMan 2).

Nota DevMan 1. Log

O conceito de log neste caso se refere ao registro histórico das informações geradas ao longo do tempo para determinado registro no banco de dados, bem como a sua evolução no tempo. Pode ser gerenciado com o uso de tabelas auxiliares.

Nota DevMan 2. Temporal

O termo temporal, quando utilizado na expressão “banco de dados temporal”, indica que o mesmo utiliza recursos de bancos de dados e de software para garantir a recuperação de valores para informações no passado, presente e futuro ou identificar um intervalo no qual a informação foi, é ou será válida. Os recursos de bancos de dados consistem em: tabelas, tipos de dados, valores de data, objetos cláusulas baseadas em data etc. Os recursos de software consistem em implementações feitas no sistema que utiliza o banco, fazendo junções e relacionamentos nas consultas que o usuário deseja executar.

Este artigo apresenta alguns detalhes dos bancos de dados temporais. O artigo está organizado da seguinte forma: inicialmente apresentamos uma revisão sobre a padronização SQL-92, trazendo suas funcionalidades e características, bem como uma visão geral das tecnologias que precederam tal padronização.

Depois de discutirmos um pouco a SQL, apresentamos a proposta da padronização para bancos de dados temporais e um pouco de sua história de implantação. Feito isto, discutimos teoricamente as vantagens deste tipo de banco de dados. Por fim, são apresentadas as conclusões do artigo.

A padronização SQL-92

Antes de aprofundar-se no assunto TSQL2 (extensão temporal para linguagem estruturada de consultas), a qual foi projetada para bancos de dados temporais, é fundamental revisar os conceitos sobre o SQL-92.

"

A exibição deste artigo foi interrompida :(
Este post está disponível para assinantes MVP

 
Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Receba nossas novidades
Ficou com alguma dúvida?