Curso online Firebird - Modulo II - 1.Introdução e 2. Trabalhando com Views no banco de dados

Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Para efetuar o download você precisa estar logado. Clique aqui para efetuar o login
Confirmar voto
0
 (2)  (0)

1.Introdução e 2. Trabalhando com Views no banco de dados

1. Introdução Geral

Como vimos no Módulo I, o InterBase e o Firebird possuem diversas características e funcionalidades as quais os tornam bancos de dados robustos, estáveis, rápidos e confiáveis. Nesse módulo, daremos continuidade ao curso abordando funcionalidades mais avançadas presentes em ambos os bancos de dados. Esse módulo está dividido em nove capítulos, onde abordaremos os seguintes assuntos:

·         1. Introdução geral;

·         2. Trabalhando com Views no banco de dados: Nesse capítulo, abordaremos o uso de Views, as quais podem ser utilizadas para facilitar o uso de queries e permitir ao usuário uma versão personalizada de uma ou mais tabelas do banco de dados. Através de views, podemos, por exemplo, conceder permissões de acesso as mesmas, não precisando assim permitir o acesso dos usuários diretamente nas tabelas do banco de dados;

·         3. Usando Stored Procedures: Nesse capítulo, abordaremos um dos assuntos mais interessantes do curso. Através das Stored Procedures podemos armazenar regras de negócio diretamente no banco de dados, ganhando assim maior performance e segurança em nossa aplicação;

·         4. Utilizando Triggers e Generators: Através de Trigger e Generator, podemos manipular eventos ocorridos em tabelas do banco de dados, como também criar identificadores únicos para uso em campos de chave primária;

·         5. Trabalhando com Exceptions: Através das Exceptions podemos fazer o tratamento de erros (exceções) que possam vir a ocorrer dentro de Stored Procedures e Triggers;

·         6. Gerenciamento de Usuários: Nesse capítulo, abordaremos a opções de segurança contido nos bancos de dados IB/FB. Veremos aqui como criar usuários e grupos de trabalho e como conceder/negar permissões de acesso aos objetos do banco de dados;

·         7. Utilizando e criando UDF's: Através das UDF’s (Funções definidas pelo usuário) podemos estender as funcionalidades do IB/FB. Além das funções internas presentes nos bancos de dados, podemos criar e utilizar nossas próprias funções, e o melhor, podemos desenvolvê-las utilizando o próprio Delphi;

·         8. Utilizando os componentes IBAdmin (IBX): Utilizando os componentes IBAdmin podemos ter acesso as funcionalidades presentes no servidor do banco de dados, como por exemplo, operações de backup/restore, sweep, estatísticas etc;

"

A exibição deste artigo foi interrompida :(
Este post está disponível para assinantes MVP

 
Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Receba nossas novidades
Ficou com alguma dúvida?