Testes de Software – Parte 02

Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Para efetuar o download você precisa estar logado. Clique aqui para efetuar o login
Confirmar voto
0
 (0)  (0)

Finalizando o artigo sobre testes de software.


Willy , Robson , Vitor, Raphael Epifânio, Rodrigo Soares

 

4. Fases de Teste

 

4.1               Teste de Unidade

O teste de unidade concentra-se no esforço de verificação da menor unidade do projeto de software - módulo. Usando a descrição do projeto detalhado como guia, caminhos de controle importantes são testados para descobrirem erros dentro das fronteiras do módulo. A complexidade relativa dos testes e os erros detectados como resultado deles são limitados pelo campo de ação restrito estabelecido para o teste de unidade. O teste de unidade baseia-se sempre na caixa branca, e esse passo pode ser realizado em paralelo para múltiplos módulos.

4.2               Teste de Integração

O teste de integração é uma técnica sistemática o para a construção da estrutura de programa, realizando-se, ao mesmo tempo, testes para descobrir erros associados a interfaces. O objetivo é, a partir dos módulos testados no nível de unidade, construir a estrutura de programa que foi determinada pelo projeto.

Frequentemente, existe uma tendência para tentar a integração não-incremental: ou seja, construir o programa usando uma abordagem “big bang”. Todos os módulos são combinados antecipadamente. O programa completo é testado como um todo. E o caos normalmente é resultado! Um conjunto de erros é encontrado. A correção é difícil por que o isolamento das causas é complicado pela vasta amplitude do programa inteiro. Assim que esses erros são corrigidos, surgem novos erros e o continua de um modo aparentemente infindável.

 A integração incremental é a antítese da abordagem big bang. O programa é construído e testado em pequenos segmentos, onde os erros são mais fáceis de ser isolados e corrigidos; as interfaces têm maior probabilidade de ser testados completamente; e uma abordagem sistemática ao teste pode ser aplicada.

 

Na fase de teste de integração o objetivo é encontrar falhas provenientes da integração interna dos componentes de um sistema. Essas interfaces são testadas na fase de teste de sistema, apesar de, a critério do gerente de projeto, estas interfaces podem ser testadas mesmo antes de o sistema estar plenamente construído.

·                     Deve ser escrito pelo mesmo programador que desenvolveu o código a ser testado.

·                     Serve como documentação do sistema

·                     Essencial para análise de desempenho

4.3 Teste de Sistema :

Na fase de Teste de Sistema o objetivo é executar o sistema sob ponto de vista de seu usuário final, varrendo as funcionalidades em busca de falhas. Os testes são executados em condições similares - de ambiente, interfaces sistêmicas e massas de dados - àquelas que um usuário utilizará no seu dia-a-dia de manipulação do sistema. De acordo com a política de uma organização podem ser utilizadas condições reais de ambiente, interfaces sistêmicas e massas de dados.

·                     Comparar o sistema com seus objetivos originais

·                     Enfatizar a análise do comportamento da estrutura hierárquica de chamadas de módulos

·                     Fase mais complexa, devido à quantidade de informações envolvidas


4.3               Teste de Regressão:

É uma fase de teste aplicável a uma nova versão de software ou à necessidade de se executar um novo ciclo de teste durante o processo de desenvolvimento. Consiste em se aplicar, a cada nova versão do software ou a cada ciclo, todos os testes que ja foram aplicados nas versões ou ciclos de teste anteriores do sistema. Inclui-se nesse contexto a observação de fases e técnicas de teste de acordo com o impacto de alterações provocado pela nova versão ou ciclo de teste. Para efeito de aumento de produtividade e de viabilidade dos testes, é recomendada a utilização de ferramentas de automação de testes, de forma que, sobre a nova versão ou ciclo de teste, todos os testes anteriores possam ser re-executados com maior agilidade.

·                     Teste necessário para assegurar que modificações no programa não causaram novos erros

·                     baseado em arquivo de 'log'

4.5     Teste de Aceitação:

Fase de Teste em que o teste é conduzido por usuários finais do sistema. Os testes são realizados, geralmente, por um grupo restrito de usuários finais do sistema. Esses simulam operações de rotina do sistema de modo a verificar se seu comportamento está de acordo com o solicitado. Teste formal conduzido para determinar se um sistema satisfaz ou não seus critérios de aceitação e para permitir ao cliente determinar se aceita ou não o sistema. Validação de um software pelo comprador, pelo usuário ou por terceira parte, com o uso de dados ou cenários especificados ou reais. Pode incluir testes funcionais, de configuração, de recuperação de falhas, de segurança e de desempenho.

·                     A validação é bem sucedida quando o software funciona de uma maneira razoavelmente esperada pelo cliente . Pressman , 1995

·                     Expectativas dos clientes documentadas

·                     Uso da documentação do usuário


Bibliografia

Pressman, Roger S. (1995), Engenharia de Software, 4º edição
http://testesdesoftware.blogspot.com/
http://pt.wikipedia.org/wiki/Teste_de_software#Teste_de_Opera.C3.A7.C3.A3o

 

 
Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Receba nossas novidades
Ficou com alguma dúvida?