Arquivos de Configuração – Windows Application e Web Application

Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Para efetuar o download você precisa estar logado. Clique aqui para efetuar o login
Confirmar voto
0
 (1)  (1)

Os aplicativos desenvolvidos no dia-dia sejam eles Windows Forms ou Web Forms exigem alguns dados que são necessários para executar a aplicação...

 

Os aplicativos desenvolvidos no dia-dia sejam eles Windows Forms ou Web Forms exigem alguns dados que são necessários para executar a aplicação, como por exemplo a string de conexão com o banco de dados, o endereço IP ou URL do servidor, etc. É comum que os desenvolvedores não inclua esses tipos de informações diretamente no código, já que para qualquer alteração em uma dessas configurações seria necessário compilar novamente o projeto. Este artigo apresentará a classe My.Settings para aplicativos Windows Forms que permite o armazenamento e configurações das propriedades do aplicativo, e o Web.Config para aplicações Web que permite guardar as mais diversas configurações da Aplicação.

Com a classe My.Settings, podemos ter acesso às configurações de acesso e de usuário, onde essas configurações podem ser somente leituras e compartilhadas por todos os usuários desse aplicativo. Para demonstrar a utilização do My.Settings, crie uma aplicação Windows Forms. A figura abaixo ilustra um pequeno formulário de configurações desenvolvido para exemplificar o tópico abordado neste artigo.

arqconfwindfig01.JPG
Figura 1 – Formulário de Configuração.

Agora vamos para o Settings Designer, no formulário de propriedades do projeto, e adicionaremos 3 propriedades de configurações conforme a imagem abaixo. (Menu Project -> Nome do Projeto Properties)

arqconfwindfig02.JPG
Figura 2 - Settings Designer.

Nesta Janela podemos selecionar o nome, o tipo e o escopo (Application ou User) e o valor padrão de cada propriedade configuração. As configurações do escopo Application é somente leitura e não será possível a edição dessa configuração pelo usuário. As configurações do escopo User podem ser lidas e alteradas em tempo de execução pelo usuário.  Salve as configurações e criadas e retorne ao formulário de configurações.

Agora que já adicionamos uma configuração, é necessário recuperar e editar uma configuração que pode ser feita conforme a figura 3.

arqconfwindfig03.JPG
Figura 3 – Recuperando e Editando uma Propriedade do My.Settings.

As propriedades de configuração do aplicativo são acessíveis por meio do IntelliSense,  que mostra todos os valores de configurações criados no My.Setting do projeto.

arqconfwindfig04.JPG
Figura 4 –
IntelliSense em ação apresentando as propriedades do My.Settings.

Nas aplicações Web desenvolvidas no Visual Studio.Net, podemos incluir as configurações para nossas aplicações por meio do Web.Config (arquivo baseado em XML), através de uma seção chamada AppSettings. Para ilustrar a utilização do arquivo Web.Config, crie uma nova aplicação do tipo Web Application (File -> New WebSite).

No Visual Studio .NET, ao criar uma nova Aplicação do tipo WebApplication, um arquivo Web.Config é adicionado automaticamente ao projeto. Clique no arquivo web.config para exibir a estrutura XML desse arquivo.

arqconfwindfig05.JPG
Figura 5 – Arquivo web.config.

Dentro deste arquivo XML existem chaves e valores que são reconhecidos pelo ASP.NET e podem ser modificados para que os desenvolvedores insiram suas próprias chaves.  As propriedades de configurações para uma aplicação são constituídas de pares de chave/valor (Ex: <add key="IPServidor" value="192.168.0.45"/> ) 

Após abrir o arquivo web.config, insira duas chaves chamadas: IPServidor e MensagemPadrao.

arqconfwindfig06.JPG
Figura 6 – Arquivo web.config com duas chaves criadas.
 

No formulário Web insira 3 labels e 1 textbox, de modo semelhante a ilustração abaixo. Esses controles receberão as configurações do arquivo Web.Config

arqconfwindfig07.JPG
Figura 7 – Design do Aplicativo Exemplo.
 

Para acessar as chaves criadas no arquivo web.config devemos importar a seguinte namespace: System.Configuration.ConfigurationManager. Diante disso podemos retornar os valores através do método AppSettings que retorna as configurações mantidas no arquivo web.config. Veja como realizar esse procedimentoatravés da Figura 8.


arqconfwindfig08.JPG
Figura 8 –
Codificação do Aplicativo Exemplo.

 

Execute o aplicativo. Se tudo foi feito corretamente, os valores contidos no arquivo serão retornados aos controles do formulário Web.

 

Podemos verificar que com os recursos abordados na matéria, as nossas Aplicações tornam-se bastante flexíveis de formam que possam ser rapidamente configurada em quaisquer mudanças nos arquivos de configuração.

 

Até o próximo!

 
Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Receba nossas novidades
Ficou com alguma dúvida?