Conhecendo o GeoTools

Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Para efetuar o download você precisa estar logado. Clique aqui para efetuar o login
Confirmar voto
0
 (4)  (1)

Desenvolvendo um exemplo simples de aplicação SIG JAIRO DE ALMEIDA jairodealmeida@gmail.com msn: jairodealmeida@msn.com GRUPO GEOJAVA http://br.groups.yahoo.com/group/geojava/ Explorando os recursos de espacialidade da biblioteca Geotoo


Para fazer o download do material do artigo clique aqui


Introdução.


Na modernidade, a evolução dos computadores convencionais, é um fato, a cada dia que passamos a ter mais poder de processamento e armazenamento de dados por um preço cada vez mais acessível, com isso também temos maiores exigências no que se dizem respeito a desenvolvimento de software, algumas delas são, maior aproveitamento dos recursos oferecidos pelo hardware e seja interativo ao usuário final (fácil entendimento). Com isso podemos definir um novo caminho para o desenvolvimento de softwares GIS (Geographic Information System) ou, como chamamos no Brasil, SIG (Sistema de Informação Geográfica). Segundo (PAREDES, 1994) representa a forma que os dados geoespaciais são mostrados para o usuário em um SIG. Tendo assim uma representação de um mundo real através de uma base de dados e ferramentas. Vemos nesta figura 2 as formas de como podem ser demonstrados os componentes básicos de um SIG, nesse exemplo vemos separadamente o usuário que por intermédio de ferramentas de um software SIG realiza a abstração de um mundo real com a ajuda de um banco de dados apropriado.

Figura 1. Ilustração dos principais componentes de um SIG.

Na figura 3 (PAREDES, 1994) explica um exemplo do que significa mundo real. Consiste de todos os objetos geográficos da superfície ou subsuperficie da terra e do meio cuja representação pode ser feita numérica ou graficamente, armazenada em formatos analógicos ou digitais de forma agregada (mapas) ou desagregada (layers). No caso desta demonstração podemos ter ruas, parques, áreas industriais e rios na superfície, e também até atributos mais profundos como lençóis freáticos, mares, argila, areia, rochas, rede de água e esgoto e resíduos, com estas representações podemos ter em mãos uma grande cadeia de informações georeferenciadas para visualização, pesquisa e edição de informações em um sofware SIG.


Figura 2. Representa os objetos de um mundo real.

Com isso, temos uma forma diferente de se demonstrar informações, diferente dos sistemas comuns, onde você só trata dados de formas convencionais, isto é em tabelas comuns, com consultas SQL padrão e campos string, inteiro, etc.
É preciso um conhecimento a mais sobre geografia e cartografia, no que se diz respeito à transformação de atributos em referencias reais, com o geoprocessamento.
.Assim, áreas tais como Geologia, Hidrologia, Agricultura, Urbanismo e as Engenharias Civis, de Transportes, de Minas, estão ligadas à atuação do homem sobre o meio físico em atividades de, por exemplo:
Projeto: de vias (rodovias, ferrovias, canais, etc), de irrigação, de loteamentos, drenagem, lavra, etc;
Operação: de redes de utilidades (água, esgoto, telefone, gás), redes de transporte, etc;"

A exibição deste artigo foi interrompida :(
Este post está disponível para assinantes MVP

 
Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Receba nossas novidades
Ficou com alguma dúvida?