Criando um ambiente para o Oracle 12c em uma máquina virtual

Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Para efetuar o download você precisa estar logado. Clique aqui para efetuar o login
Confirmar voto
0
 (6)  (0)

Este artigo trata da criação de um ambiente de servidor de banco de dados utilizando a tecnologia de virtualização para simular este tipo de servidor e ter um SO instalado e preparado para acomodar a instalação de um software de BDs Oracle.

Fique por dentro
Este artigo trata da criação de um ambiente de servidor de banco de dados utilizando a tecnologia de virtualização para simular este tipo de servidor e ter um sistema operacional instalado e preparado para acomodar a instalação de um software de banco de dados Oracle.

A discussão desse tema é bastante útil quando se pretende testar as novas funcionalidades de uma nova versão do software de banco de dados antes de aderir a esta nova versão em um ambiente de produção ou mesmo quando o profissional pretende conhecer estas novas funcionalidades, mas não dispõe de um servidor real.

Com o recente lançamento do Oracle Database 12c, nada como tê-lo instalado para poder conhecer todas as novidades disponibilizadas na versão. É uma questão de tempo para as empresas migrarem seus dados de versões antigas do banco de dados para a versão mais nova, até mesmo porque também será uma questão de tempo para a Oracle parar de fornecer suporte para as versões anteriores de seu banco de dados.

Portanto, é extremamente importante que o DBA esteja preparado para quando o momento chegar. Além de efetuar a migração de dados, o DBA também será o responsável em prover o suporte necessário para os desenvolvedores neste momento.

No entanto, nem sempre (ou quase nunca) o DBA – e mesmo o profissional simplesmente interessado em aprender – tem à sua disposição um servidor de banco de dados “dando sopa” para que ele possa instalar o software e começar suas pesquisas. Para resolver esta questão, montaremos neste artigo um servidor de banco de dados pronto para receber a instalação do software de banco de dados, porém utilizando a tecnologia de máquinas virtuais.

Através desta tecnologia, o leitor terá a possibilidade de “simular” um servidor de banco de dados real, com o sistema operacional pronto para a instalação do software de banco de dados, mas sem dispor de um hardware caro.

Atualmente muito se fala em computação na nuvem, a famosa cloud, e para as organizações realmente adotarem a nuvem, buscam tecnologias que transformarão negócios e melhorarão a agilidade e eficácia global.

O Oracle Database 12c é um banco de dados de próxima geração projetado para atender a essas necessidades, oferecendo uma nova arquitetura Multitenant em cima de uma plataforma de banco de dados rápida e escalável, confiável e segura.

O Oracle Database 12c oferece uma nova opção chamada Oracle Multitenant. Isso permite a consolidação simplificada que não requer alterações em seus aplicativos. Nessa nova arquitetura, um banco de dados de contêiner de vários usuários pode armazenar muitos bancos de dados conectáveis. Dentre outras coisas, esta arquitetura permite:

  • Consolidação simplificada de banco de dados a uma densidade maior;
  • Provisionamento, aplicação de patches e atualização eficiente de banco de dados;
  • Arquitetura com vários usuários na camada do banco de dados, em vez da camada de aplicativos para requisitos de SaaS;
  • Complementa as opções do Oracle Database, como Oracle Real Application Clusters e Oracle Active Data Guard;

Como benefícios alcançados, tem-se:

  • Aumento da escalabilidade e da utilização de servidores;
  • Gerenciamento de muitos bancos de dados como um só;
  • Atendimento das expectativas de nível de serviço com gerenciamento incorporado de recursos de carga de trabalho;
  • Manutenção do isolamento de bancos de dados separados sem alterar aplicativos nem direitos de acesso.

Ao “plugar” na nuvem com o Oracle Database 12c, é possível melhorar a qualidade e o desempenho das aplicações, economizar tempo com uma arquitetura de máxima disponibilidade e fácil gerenciamento da infraestrutura de armazenamento e simplificar a consolidação do banco de dados, podendo gerencial diversos bancos de dados como um só. E uma grande vantagem é que não há a necessidade de alteração de uma única linha de código da aplicação, tudo é transparente para ela.

Outra novidade é a automação da otimização de dados. Esta novidade auxiliará no gerenciamento de forma eficiente de cada vez mais dados, reduzindo os custos de armazenamento e melhorando o desempenho do banco de dados.

Um mapa de execuções monitora as atividades de leitura e gravação de dados permitindo que os administradores de banco de dados possam identificar facilmente os dados “quentes - hot” (muito ativos), “mornos - warm” (somente leitura), e “frio - cold” (raramente lidos) que estão armazenados nas tabelas e partições.

Através de compressão inteligente e camadas de armazenamento, os administradores de banco de dados podem facilmente definir políticas gerenciadas pelo servidor para comprimir automaticamente e separar em camadas dados OLTP, Data Warehouse e dados históricos com base na atividade e “idade” destes dados.

O Oracle Database 12c também inclui mais inovações de segurança do que qualquer outra versão anterior do banco de dados Oracle, ajudando a lidar com ameaças em evolução e regulamentações de privacidade de dados.

O novo recurso de escrita dos dados, conhecido como redaction, permite que as organizações possam proteger dados sensíveis, como números de cartão de crédito apresentados na aplicação - sem alterações de código para a maioria das aplicações. Os dados sensíveis são redigidos em tempo de execução com base em políticas predefinidas e informações da sessão conectada.

O Oracle Database 12c também inclui análise de privilégios em tempo de execução (Run-Time Analysis Privilege), permitindo a identificação de privilégios e funções que estejam sendo usadas, permitindo revogar privilégios desnecessários e aplicar a política de privilégio mínimo com a certeza de que as operações de negócios não serão interrompidas.

Vários recursos de alta disponibilidade também estão presentes no Oracle Database 12c, bem como melhorias para as tecnologias existentes que permitem o acesso contínuo aos dados da empresa.

Serviços de dados globais oferecem balanceamento de carga e failover em configurações de banco de dados distribuídos globalmente. Data Guard Far Sync amplia a proteção de nenhuma perda de dados para ambientes standby" [...]

A exibição deste artigo foi interrompida :(
Este post está disponível para assinantes MVP

 
Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Receba nossas novidades
Ficou com alguma dúvida?