DBDesigner: uma ferramenta gratuita para modelagem de dados - Artigo SQL Magazine 35

Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Para efetuar o download você precisa estar logado. Clique aqui para efetuar o login
Confirmar voto
0
 (3)  (0)

Este artigo apresenta a ferramenta DBDesigner, uma ferramenta gratuita e de código aberto para modelagem de dados.

capaSQL12.JPG

Clique aqui para ler todos os artigos desta edição

DBDesigner: uma ferramenta gratuita para modelagem de dados

 

A utilização de ferramentas CASE (Computer-Aided Software Engineering) para modelagem de dados é muito importante para a qualidade do modelo, bem como para garantir uma documentação atualizada e, consequentemente, maior facilidade de manutenção de sistemas em produção, apoiando etapas importantes na análise e projeto de software.

Existem no mercado várias ferramentas CASE para este propósito, sendo na sua maioria produtos comerciais. Este artigo apresenta a ferramenta DBDesigner, uma ferramenta gratuita e de código aberto para modelagem de dados.

 

Características da DBDesigner

A DBDesigner é uma ferramenta CASE para a modelagem de dados que trabalha com o modelo lógico, desenvolvida pela fabFORCE (www.fabforce.net) sob a licença GNU GPL (General Public License). É um software multiplataforma (Windows 2k/XP e Linux KDE/GNOME) implementado em Delphi/Kylix. Além de permitir a modelagem, criação e manutenção de bancos de dados, esta ferramenta possibilita também a engenharia reversa, gerando o modelo de dados a partir de um banco existente, e ainda possibilita o sincronismo entre o modelo e o banco.

A DBDesigner foi construída originalmente para oferecer suporte ao MySQL, porém oferece também suporte à engenharia reversa e sincronização a outros SGBDs como Oracle, SQL Server, SQLite e outros que permitam acesso via ODBC (Open Database Connectivity).

 

Conhecendo a DBDesigner

A janela principal da DBDesigner se divide em cinco áreas, como pode ser visto na Figura 1.

 

Figura 1. Janela Principal.

 

Na Área de Trabalho são inseridas as tabelas e seus respectivos relacionamentos. A Tools Palette contém os componentes mais utilizados na criação e manutenção das tabelas. O Navigator & Info permite o controle da visualização da área de trabalho possibilitando navegar no diagrama. Os DataTypes mostram os tipos possíveis de dados e o DB Model apresenta as tabelas com seus campos e os relacionamentos com outras tabelas.

 

Construindo um modelo

Para demonstrar as funcionalidades da DBDesigner, é apresentada a construção de um fragmento do modelo de dados de um sistema acadêmico, representando suas tabelas com atributos e relacionamentos, não tendo o objetivo de ser um exemplo completo.

O fragmento do modelo mostrado na Figura 2 é composto pelas tabelas Aluno, Disciplina, Curso, Professor, Turma, Aluno_Turma e Pessoa, com seus relacionamentos. O tipo dos atributos e os índices foram omitidos para que o modelo fique mais claro. É importante citar que a tabela Turma é uma entidade fraca da tabela Disciplina, ou seja, a existência da primeira tabela é dependente da segunda. Pode-se notar que o atributo cod_disciplina (chave primária da tabela Disciplina) é inserido na tabela Turma não apenas como chave estrangeira, mas também como chave primária. Observa-se ainda um relacionamento de generalização entre as tabelas Pessoa, Professor e Aluno, sendo que a tabela Pessoa representa os atributos comuns das tabelas Professor e Aluno.

 

Figura 2. Fragmento de modelo de dados de um sistema acadêmico.

 

Neste artigo será utilizada a notação EER (Extended Entity-Relationship), uma extensão do modelo entidade relacionamento originalmente proposto por Peter Chen, padrão da DBDesigner. Nesta notação, o relacionamento é representado por um losango. A Figura 3 representa o relacionamento 1:N entre as tabelas Curso e Disciplina, simbolizando que um curso contém várias disciplinas (lado fechado do losango) e uma disciplina é de um único curso (lado aberto do losango). O losango totalmente aberto representa um relacionamento 1:1.

"

A exibição deste artigo foi interrompida :(
Este post está disponível para assinantes MVP

 
Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Receba nossas novidades
Ficou com alguma dúvida?