Entendendo os métodos GET e POST no PHP

Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Para efetuar o download você precisa estar logado. Clique aqui para efetuar o login
Confirmar voto
0
 (1)  (0)

Entenda e saiba como enviar e receber informações entre páginas usando os métodos GET e POST.

Esse artigo faz parte da revista Clube Delphi Magazine edição 97. Clique aqui para ler todos os artigos desta edição

PHP

Entendendo os métodos GET e POST no PHP

Entenda e saiba como enviar e receber informações entre páginas usando os métodos GET e POST

 

Neste artigo veremos

·                O que são métodos GET e POST;

·                Qual a diferença entre ambos;

·                Para que servem e como funcionam.

Qual a finalidade

·                Entender como funciona o mecanismo de envio e recebimento de dados entre páginas através dos métodos GET e POST.

Quais situações utilizam esses recursos?

·                A principal finalidade deste artigo é saber como enviar e receber dados de formulários de uma página para outra. Esse recurso é muito útil em telas de consultas ou cadastros.

 

Resumo DevMan

Neste artigo aprenderemos como enviar e receber dados de um formulário entre as várias páginas de um site. Além disso, com o exemplo criado, ainda poderemos ter um noção de como validar controles em tela utilizando esses métodos.

 

No desenvolvimento Web, dois fatores importantíssimos contribuem bastante na hora de diferenciarmos do desenvolvimento Win32. Um deles diz respeito à segurança que é um item primordial na Web. Outro item bastante interessante faz menção à forma como as informações são transmitidas de uma tela (página) para outra. O formato da internet diverge bastante do formato TForm-Based (Win32), onde trabalhamos especificamente em memória.

Esses dois fatores serão discutidos neste artigo de forma bastante sucinta, mas rica em conceitos para que tenhamos total clareza dos fatos.

Desenvolveremos uma pequena aplicação onde usaremos os métodos GET e POST para enviar e receber, respectivamente, dados de um formulário para outra página.

 

Entendendo todo o conceito

Um dos maiores paradigmas do desenvolvedor Delphi quando se depara com uma programação para Web, certamente é livrar-se dos “vícios” da programação Win32. Um desses vícios tem a ver com a forma como as coisas são tratadas na Web. Por exemplo: em Win32 estamos acostumados a declarar uma variável global e usá-la durante todo o ciclo de vida da aplicação, ou seja, ao finalizar o aplicativo todas as variáveis são automaticamente liberadas e destruídas. Esse paradigma enfrentado pelo programador Delphi torna o desenvolvimento Web um tanto lento devido às incapacidades do HTML e HTTP, por isso muitos programadores se aventuram e acabam esbarrando em problemas que são facilmente contornados seguindo as regras básicas da internet.

Já me deparei com vários desenvolvedores que querem fazer na Web exatamente como fazem em Win32, o que é um tremendo engano. Como diz meu amigo Guinther Pauli – Um browser não é um formulário Delphi, infelizmente, então se acostume às limitações do HTML e HTTP. E isso é um fato. Vejamos por que:

1.  Cada página aberta, ou atualizada (F5), é processada como se fosse a primeira vez, o que chamamos de stateless;

2.  Uma aplicação Web normalmente é pública e conseqüentemente vulnerável a ataques e SQL Injection;

3.  Uma página, em tese, não enxerga os dados da outra. A menos que façamos uso de determinados mecanismos.

Com base nos itens vistos anteriormente, mais especificamente o último, veremos neste artigo como trabalhar com múltiplas páginas em PHP. Além disso, aprenderemos a diferença entre os métodos GET e POST.

 

Criando a aplicação

Vamos iniciar o desenvolvimento de dois arquivos para compor nosso Web Site. O Primeiro deles consiste em um cabeçalho com logotipo. Basta criar uma imagem semelhante à Figura 1 e salvar como topo.jpg no mesmo diretório da aplicação. Em seguida abra o Bloco de Notas do Windows ou qualquer outro editor de sua preferência e digite o código da Listagem 1. Assim como fizemos em outros artigos sobre PHP, vamos usar um pouco de HTML para criar nossas páginas.

"

A exibição deste artigo foi interrompida :(
Este post está disponível para assinantes MVP

 
Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Receba nossas novidades
Ficou com alguma dúvida?