Ferramentas para Gestão de Projetos - Revista Engenharia de Software Magazine 45

Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Para efetuar o download você precisa estar logado. Clique aqui para efetuar o login
Confirmar voto
0
 (3)  (0)

Aborda a importância do uso de ferramentas para gestão de projetos com o objetivo de mostrar as principais funcionalidades das mais populares.

De que se trata o artigo:

Aborda a importância do uso de ferramentas para gestão de projetos com o objetivo de mostrar as principais funcionalidades das mais populares. Neste contexto, o artigo destaca a importância do gerenciamento de um projeto e a utilização de ferramentas que podem auxiliar nessa tarefa, além de ressaltar suas principais características.

Em que situação o tema é útil:

O tema se torna fundamental para gerentes e empresas que buscam aprimorar a gestão de seus projetos levando em consideração fatores como escopo, tempo, recursos, custos e qualidade, entre outros.

Resumo DevMan:

O gerenciamento de projetos deve ser feito com a aplicação de conhecimentos, habilidades, ferramentas e técnicas. Com o uso de metodologias, a implantação da cultura de projetos pode ser realizada para garantir a aplicação dos princípios de gerenciamento de projetos de forma padronizada, buscando atender da melhor forma às necessidades das organizações. Neste sentido, este artigo abordará cinco das principais ferramentas de gestão de projetos, suas vantagens e desvantagens apresentadas. Além disso, irá destacar a importância da gestão de projetos dentro das organizações, ressaltando as funções que o gerente deve exercer, como o planejamento de ações, a definição de processos e técnicas, o uso de ferramentas adequadas ao projeto e suas principais funcionalidades.
Autores: Aline da Silva Tinoco e Marco Antônio Pereira Araújo

A cada dia cresce a necessidade de adoção do gerenciamento de projetos em pequenas, médias e grandes empresas. Sua importância está relacionada à redução de custos no desenvolvimento de projetos, cumprimento de prazos, eficácia no resultado final e mensuração de resultados. Além disso, é importante destacar que o gerenciamento de projetos precisa evoluir e se adaptar constantemente às necessidades cada vez mais dinâmicas das organizações.

O desenvolvimento de software é uma atividade complexa, envolvendo inúmeros fatores que são imprevisíveis e de difícil controle, como volatilidade dos requisitos do software e prazos. Esses fatores fazem com que o produto final não atenda às expectativas ou, até mesmo, às necessidades do cliente, além de exceder o prazo e o orçamento previsto. A partir disso, um gerenciamento eficaz tem se tornado de fundamental importância para se obter sucesso no desenvolvimento de software.

Para que um projeto de software seja bem sucedido, é necessário que alguns parâmetros sejam analisados como, por exemplo, o escopo do software, os riscos, os recursos necessários às tarefas a serem realizadas, os marcos de referência a serem acompanhados, os esforços e custos aplicados, além da sistemática a ser seguida, entre outros fatores.

Atualmente, a prática do gerenciamento de projetos está em crescimento, devido ao surgimento de ferramentas open source (código aberto de software). A principal função dessas ferramentas é administrar de forma mais organizada e eficiente os processos de um projeto e sua gestão. Entretanto, nem sempre essas ferramentas possuem os recursos necessários para uma gestão completa, que não permitem a visualização de um projeto como um todo. O conhecimento e aplicação destas técnicas têm relação direta com a garantia de obtenção das metas das organizações (PRADO, 2009).

Quando se aplica o gerenciamento de projetos ao desenvolvimento de um projeto de software, é importante que o gerente e a equipe visualizem todo o processo. Além disso, alguns parâmetros precisam ser corretamente analisados, como por exemplo, o escopo do projeto, riscos, recursos necessários, tarefas, indicadores para acompanhamento, esforços e custos, e a linha de raciocínio a ser seguida.

Uma característica necessária nos profissionais envolvidos com gerência de projetos é o dinamismo, a sua capacidade de lidar com múltiplas tarefas e a habilidade de não perder nenhum detalhe. Muitas vezes organizar datas e conteúdo de uma única tarefa a ser realizada em longo prazo exige uma visão estratégica do profissional (CIRIACO, 2009).

Para auxiliar na coordenação de todas as informações que envolvem o projeto do início ao fim, surgem diversas ferramentas, tanto desktop quanto online, que oferecem recursos para a organização de suas tarefas, estipulando metas e, em alguns casos, com suporte para trabalhos em equipe.

O uso de ferramentas de gestão de projetos torna-se indispensável para garantir resultados positivos no desenvolvimento de um projeto, pois permite saber quais métodos e processos de trabalhos utilizados, e visualizar informações em tempo real ao alcance de toda a equipe envolvida. Porém, é preciso conhecer os recursos tecnológicos de cada ferramenta e analisar as reais necessidades da implantação de acordo com o projeto.

Ao optar pelo uso de ferramentas de gestão de projetos, as organizações podem estar certas de que estão investindo corretamente, executando projetos com sucesso e resultando em vantagens planejadas, maximizando a utilização de recursos, fornecendo ferramentas de colaboração para conectar equipes dispersas e mantendo visibilidade e controle sobre o projeto através de relatórios e mensuração de resultados (PAUMGARTTEN, 2010).

"

A exibição deste artigo foi interrompida :(
Este post está disponível para assinantes MVP

 
Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Receba nossas novidades
Ficou com alguma dúvida?