Guia Testes e DevOps

Testes de Desempenho, Carga e Stress

Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Para efetuar o download você precisa estar logado. Clique aqui para efetuar o login
Confirmar voto
0
 (6)  (1)

Este artigo apresenta alguns dos tipos de teste da técnica de Teste Estrutural que visam melhorar o desempenho da aplicação através da detecção de possíveis gargalhos sob diferentes cenários e circunstâncias.

Do que se trata o artigo:

Este artigo apresenta alguns dos tipos de teste da técnica de Teste Estrutural que visam melhorar o desempenho da aplicação através da detecção de possíveis gargalhos sob diferentes cenários e circunstâncias.


Em que situação o tema é útil:

Quando o objetivo é determinar quais transações poderão impactar na execução da aplicação, definindo a configuração de arquitetura mínima que permitirá ao software atender ao que foi especificado, minimizando os riscos relacionados aos requisitos de desempenho.

Testes de Desempenho, Carga e Stress:

Neste artigo apresentaremos os testes de Desempenho, Carga e Stress, descrevendo como eles possibilitam a simulação de um grande número de usuários e transações simultâneas no software. Mostramos também como esses testes permitem a análise, o monitoramento dos resultados e fornecem indicadores importantes sobre a capacidade de carga e transações que a aplicação pode suportar. Além disso, são listados alguns benefícios e ferramentas que possibilitam a execução desses testes.

Autores: Renata Eliza e Vivian Lagares

Com o avanço contínuo do Teste de Software, empresas estão cada vez mais antenadas para os testes que vêm sendo realizados em seus projetos. Com isso, a exigência quanto aos tipos e técnicas de testes utilizados tem ganhado espaço, tornando imprescindível a definição de uma boa Estratégia de Teste.

Uma Estratégia de Teste tem como objetivo descrever a abordagem das atividades do teste no software. Deve ser definida de acordo com a necessidade individual de cada projeto, e é através dela que são determinadas as prioridades dos testes que serão realizados.

É também através da Estratégia que os testes são divididos entre as técnicas de Teste Funcional e Estrutural, sendo que o Teste Funcional, ou Teste de Caixa Preta (Black Box), é aquele que tem o objetivo de verificar se a implementação está de acordo com o que foi especificado. Já o Teste Estrutural, também chamado de Teste de Caixa Branca (White Box), visa garantir que o software desenvolvido esteja bem estruturado internamente, e consequentemente funcionando corretamente.

A Tabela 1 descreve alguns dos tipos de testes contidos nas técnicas de Teste Estrutural e Funcional.

Teste Funcional (Black Box)

Teste Estrutural (White Box)

Regressão

Desempenho

Requisitos

Carga

Controle

Stress

Usabilidade

Conformidade

Aceitação

Contingência

Integração

Segurança

Tabela 1. A representação do Teste de Carga.

O foco desse artigo será dado aos testes de Desempenho, Stress e Carga, da técnica de Teste Estrutural. Mas, antes de prosseguir, vamos tentar apresentar sucintamente os três tipos de teste, através de perguntas:

Teste de Desempenho: A aplicação suporta 1.000 transações por minuto com 1.000 usuários simultâneos?

Teste de Carga: Quantas transações serão suportadas por minuto quando aumentarmos os usuários simultâneos para 2.000, 3.000, 4.000?

Teste de Stress: Quantas transações por minuto solicitadas por 5.000, 6.000, 7.000 usuários simultâneos, serão suportadas pela aplicação sob condições não especificadas do software e até mesmo do próprio hardware?

Ao longo deste artigo, apresentaremos algumas características, passando pelas vantagens, as ferramentas e buscando desmistificar a ideia de que tudo não passa de uma mesma coisa, mostrando que na realidade são técnicas de fato diferentes, complementares, mas diferentes.

"

A exibição deste artigo foi interrompida :(
Este post está disponível para assinantes MVP

 
Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Receba nossas novidades
Ficou com alguma dúvida?