Para efetuar o download você precisa estar logado. Clique aqui para efetuar o login

Revista SQL Magazine 111

Nesta edição da SQL Magazine veremos quando utilizar noSQL: Complementando o modelo relacional

Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login

(opcional) Onde podemos melhorar?

Confirmar voto
0
 (1)  (0)
Revista SQL Magazine 111

Nesta edição:

  • Entendendo NoSQL

    O objetivo deste artigo é apresentar os conceitos fundamentais por trás das bases de dados não relacionais – NoSQL – e como sua natureza nos ajuda a superar as limitações impostas pelo modelo relacional.

  • Backup e restauração no SQL Server

    Este artigo traz um resumo referente às funcionalidades de backup e restauração de um banco de dados SQL Server. Serão apresentadas informações sobre como escolher a melhor estratégia de backup para cada ambiente de banco de dados.

  • Mineração de dados com Market Basket Analysis

    Neste artigo teremos abordaremos a mineração de dados conhecida como market basket analysis onde, a partir de um pequeno exemplo, são descritos os principais conceitos associados a esta tarefa tais como regras de associação, entre outros.

  • Segurança em banco de dados relacional

    Este artigo caracteriza os principais mecanismos de acesso a SGBDR, expondo suas limitações e seu contexto dentro de uma visão organizacional de segurança.

  • Trabalhando com Business Intelligence – Parte 1

    Neste artigo serão apresentadas as técnicas básicas envolvidas na criação de um data warehouse, na modelagem da base multidimensional, no processo de ETL, na modelagem e publicação da parte lógica do cubo (metadados).

  • Particionamento no Oracle – Parte 7

    Este artigo trata de tarefas de manutenção em objetos particionados no banco de dados para garantir melhor performance e gerenciamento de informações em ambientes que apresentam tabelas gigantescas ou mesmos em ambientes menores.

  • Oracle Scheduler – Parte 7

    Este artigo trata, através de exemplos práticos, da continuação do gerenciamento de job chains. Esta técnica permite que vários jobs sejam executados com base em uma sequência de tarefas definida pelo DBA.

 
Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Ajude-nos a evoluir: você gostou do post?  (1)  (0)

(opcional) Onde podemos melhorar?

Confirmar voto
Compartilhe:
Ficou com alguma dúvida?