Para efetuar o download você precisa estar logado. Clique aqui para efetuar o login

Revista SQL Magazine 114

Nesta edição da SQL Magazine veremos como criar cubos de dados com o Analysis Services

Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login

(opcional) Onde podemos melhorar?

Confirmar voto
0
 (6)  (0)
Revista SQL Magazine 114

Nesta edição:

  • Criando um projeto de banco de dados

    Este artigo mostrará o que é, para que serve, como é feito, estruturas, benefícios e características da modelagem de dados, que é muito importante para que as aplicações de banco de dados das empresas funcionem corretamente.

  • Trabalhando com funções de agregação em SQL – Parte 2

    Neste artigo serão abordadas algumas funções de agregação presentes na SQL para a extração deste tipo de informação. A correta utilização destas funções auxilia na tomada de decisão mais acertada.

  • Desvendando a SQL – Parte 2

    Neste artigo serão abordadas as junções entre tabelas do tipo cross join, que resulta em um produto cartesiano, e também as junções do tipo self join, onde é feita a junção de uma tabela com ela mesma.

  • Desenvolvendo cubos de dados OLAP com Analysis Services

    Neste artigo serão explorados conceitos sobre Online Analytical Processing (OLAP) e o módulo SQL Server Analysis Services (SSAS) presente na ferramenta Business Intelligence Development Studio (BIDS) da Microsoft.

  • XML e seu armazenamento em bancos de dados

    Neste artigo serão apresentadas as chamadas “linguagens de marcação”, utilizadas para a transferência e representação de dados na Internet. Serão abordados aspectos gerais da linguagens de marcação XML, sua utilização na Internet e conceitos.

  • Questões de banco de dados do concurso do MEC (2011)

    Este artigo apresenta a correção das questões de banco de dados cobradas na prova que selecionou candidatos para o cargo de Administrador de Banco de dados com foco no SQL Server, Oracle, PostgreSQL e MySQL.

  • Banco de dados distribuído

    Esse artigo irá definir Bancos de Dados Distribuídos (BDD) descrevendo suas vantagens e como esse banco é implementado na computação em nuvem.

 
Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Ajude-nos a evoluir: você gostou do post?  (6)  (0)

(opcional) Onde podemos melhorar?

Confirmar voto
Compartilhe:
Ficou com alguma dúvida?