Artigo .net Magazine 58 - SubSonic

Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Para efetuar o download você precisa estar logado. Clique aqui para efetuar o login
Confirmar voto
0
 (1)  (0)

Neste artigo veremos a criação instantânea de uma camada de acesso a dados utilizando a ferramenta Subsonic.

Esse artigo faz parte da revista .NET Magazine edição 58. Clique aqui para ler todos os artigos desta edição

 

imagem_pdf.jpg

 

Boas Práticas - Boa idéia

SubSonic

Turbine o desenvolvimento de aplicações

 

Neste artigo veremos

·         Criação instantânea de uma camada de acesso a dados utilizando a ferramenta Subsonic. Essa camada de acesso a dados contém todo o código necessário para manipular tabelas no BD.

Qual a finalidade

·         Acelerar o desenvolvimento de aplicações utilizando geração automática de código.

Quais situações utilizam esses recursos?

·         Aplicações que necessitarem utilizar boas práticas de desenvolvimento, como separação em camadas, utilização de uma DAL (Data Access Layer).

 

Resumo do DevMan

O SubSonic é um conjunto de ferramentas que auxilia a criar a camada de acesso a dados de aplicações, possibilitando um bom ganho de produtividade no desenvolvimento através da geração de classes e por trazer métodos de auxílio poderosos.

 

Acredito que atualmente a maioria dos projetos de sistemas para computação exijam algum tipo de armazenamento de dados, seja em arquivos texto ou banco de dados, sempre temos a necessidade de guardar informações. Dada essa grande necessidade, sabemos que ter uma camada de acesso a dados (DAL – Data Access Layer, em inglês) bem definida e funcional é um dos pontos principais para o sucesso de um projeto. Neste artigo teremos uma introdução a uma ferramenta que promete facilitar muito a criação das classes de acesso a dados com mínima mão-de-obra.

 

O SubSonic

Podemos classificar o SubSonic como uma ferramenta geradora de camada de acesso a dados multi-banco de dados. Sua essência é ler todas as tabelas de nosso banco de dados e, para cada tabela, criar uma classe correspondente. Cada uma dessas classes já é criada com métodos para listar, inserir alterar ou excluir os registros da tabela correspondente. Além de criar todas as classes automaticamente, o SubSonic vem com um conjunto de classes para consulta de dados muito interessante e prática. Veremos a utilização de algumas dessas classes no decorrer do artigo.

O SubSonic foi criado por Rob Conery e um grupo de outros desenvolvedores. Um ponto positivo para o projeto é que o código-fonte é disponibilizado para download no site, permitindo que outros desenvolvedores, inclusive você, contribua para o amadurecimento do projeto. Até a data da criação desse artigo o SubSonic encontra-se na versão 2.1 Final sendo esta a versão utilizada para o desenvolvimento dos códigos usados nos exemplos.

Como disse anteriormente, o SubSonic trabalha nativamente com alguns bancos de dados, sendo eles: Microsoft SQL Server 2000/2005, MySQL, SQLite e Oracle. Existem implementações para outros bancos de dados como PostGreSQL feita por terceiros.

 

Baixando e instalando a ferramenta

O SubSonic pode ser baixado do site do projeto em http://subsonicproject.com/ ou acessando diretamente o endereço: http://www.codeplex.com/subsonic/Release/ProjectReleases.aspx?ReleaseId=14067.

Caso o leitor opte por acessar diretamente o segundo endereço, após o carregamento da página, clique no link 2.1 Final Full Install (Source, Binaries, Documentation), leia o contrato de utilização e caso concorde, clique em I Agree e o download da ferramenta será iniciado.

Depois de concluído o download, inicie a instalação clicando duas vezes sobre o arquivo Setup-SubSonic-2.1-Final.exe e escolhendo o diretório de sua preferência. É importante memorizar o caminho onde foi instalado, pois acessaremos a pasta de instalação posteriormente. Na minha máquina (Windows Vista em Inglês) o diretório de instalação é C:\Program Files\SubSonic\SubSonic 2.1 Final.

 

Configurando o Visual Studio 2008

O SubSonic utiliza um arquivo executável chamado sonic.exe para gerar as classes necessárias para nosso projeto. Essa geração pode ser feita a partir de linha de comando, pelo ASP.NET Build Provider ou através do Visual Studio 2008. Como este é um artigo introdutório, utilizaremos o Visual Studio como ambiente de execução do Sonic.exe.

As classes geradas pelo SubSonic ficarão dentro de uma pasta na estrutura do projeto de nossa aplicação. É importante saber disso, pois no momento da geração do código será solicitado o nome da pasta onde o SubSonic criará os arquivos.

Abra o Visual Studio 2008, com o ambiente vazio, vá até o menu Tools à External Tools... e na janela que aparecerá, clique no botão Add e adicione as informações da Tabela 1 em cada uma das caixas de parâmetros.

 

"

A exibição deste artigo foi interrompida :(
Este post está disponível para assinantes MVP

 
Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Receba nossas novidades
Ficou com alguma dúvida?