QUALIDADE DE SOFTWARE

Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Para efetuar o download você precisa estar logado. Clique aqui para efetuar o login
Confirmar voto
0
 (1)  (0)

Desenvolver software de qualidade deixou de ser mero um detalhe alcançado por poucos e vem se tornando no contexto atual o principal fator na busca por competitividade das empresas deste mercado. Mercado este que esta cada vez mas exigente, nos dias atuais a qualidade do software tornou-se requisito fundamental e imprescindível para garantir a sobrevivência do produto no mercado.

 

Davi Alves RAMOS

  

KEYWORDS: Qualidade; Software; Requisitos.

 

 

1. Introdução

 

Desenvolver software de qualidade deixou de ser mero um detalhe alcançado por poucos e vem se tornando no contexto atual o principal fator na busca por competitividade das empresas deste mercado. Mercado este que esta cada vez mas exigente, nos dias atuais a qualidade do software tornou-se requisito fundamental e imprescindível para garantir a sobrevivência do produto no mercado.

 

2. O que é qualidade?

 

 Segundo G. Weinberg “A qualidade é relativa. O que é qualidade para uma pessoa pode ser falta de qualidade para outra.

A definição de qualidade pode parecer simples e até trivial. Contudo se observada mais detalhadamente pode se perceber sua complexidade.

Um dos principais desafios enfrentados pelos profissionais de qualidade e teste de software esta em definir o que é qualidade no contexto do produto atual. Analisando então as variáveis disponíveis para o caso em concreto, tais como: orçamento, tempo e prazo.

Visando estabelecer uma visão comum entre todos os membros da equipe e seus usuários é necessário que sejam vencidas as dificuldades de comunicação entre os transmissores e os receptores da mensagem.

 

3. Qualidade e Requisitos

 

Segundo Crosby [1992]  “A qualidade é a conformidade aos requisitos”. Esta definição nos é bastante interessante, pois evidencia qual o caminho a seguir para julgar a qualidade de um software.

Partindo deste pressuposto é necessário considerar três fatores para a correta verificação da conformidade aos requisitos proposta por Crosby.

 

3.1. Definição de Conformidade

 

Para a correta verificação da qualidade torna-se necessário uma prévia definição das margens de precisão dos resultados esperados. Tornando possível a medição em graus de qualidade do produto final.

 

 

 

 

3.2. Metodologia de Observação dos Resultados

 

É necessário ter em mente que a medida observada pode conter margens de erros. Existem diversos fatores que podem corromper os dados utilizados na observação.

 

3.3. Conciliar os interesses dos diversos Stakeholders

 

A qualidade esta intimamente ligada aos requisitos e estes requisitos são definidos por alguém, logo a qualidade depende das escolhas que este alguém fez.

Muitos desenvolvedores de software devem conciliar, resolver ou minimizar os problemas organizacionais do cliente que contratou o desenvolvimento do produto.

 

4. Requisitos de software

 

Os requisitos do software são as descrições sobre o comportamento, as funcionalidades e especificações do software.

Todos os requisitos do software devem ser registrados no documento de requisitos que deve ser conciso e consistente para fornecer informações claras ao leitor.

Para a correta especificação de requisitos é necessário que os mesmos sejam precisos, completos, consistentes e tenham controle de rastreablidade e modificabilidade.

Seguindo a divisão tradicional os requisitos podem ser classificados em requisitos funcionais e não-Funcionais.

 

5. Conclusões

 

É importante compreender que a qualidade não é um estado permanente, mas uma busca constante. No entanto presumindo que a qualidade vem do ponto de vista dos usuários do software, o desafio dos profissionais da área de qualidade e testes de software é buscar um ponto de equilíbrio entre o que é qualidade para seus usuários levando em consideração os recursos disponíveis.

 

 


 

Referências

 

KOCIANSKI, Andre, SOARES, Michel dos Santos. Qualidade de Software. São Paulo, SP: Novatec, 2007.

WEINBERG, GM. Software com Qualidade. São Paulo, SP: Makron Books, 1994.

CROSBY, PB. Quality is Free: the Art of Making Quality Certain. São Paulo, SP: Mentor Books, 1992.

 

 

 

 
Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Receba nossas novidades
Ficou com alguma dúvida?