Carta aberta de David I

08/02/2006

Amigos,

abaixo comunicado do David I traduzido para o português (original no BDN - http://bdn.borland.com/article/0,1410,33439,00.html )

[]´s

Andreano Lanusse
System Engineer
Borland Latin America
Tel: +55 (11) 2165.8089 / Mobile: +55 (11) 8196.5912
alanusse@borland.com - www.borland.com.br


Borland tem planos de que uma empresa distinta assuma Delphi, JBuilder, C++Builder, InterBase, JDataStore e outros produtos de desenvolvedores...

À nossa leal comunidade de desenvolvedores:

Hoje, quarta-feira, dia 8 de fevereiro de 2006 - 1 da manhã no fuso horário Pacific Time – a Borland acaba de anunciar a intenção de buscar compradores para nossas linhas de produtos IDE &8211; o que inclui Delphi, C++Builder, CBuilder, JBuilder (e Peloton), InterBase, JDataStore, nDataStore, Kylix, e as ferramentas e produtos de linguagens Borland e Turbo mais antigos. Com isso deseja-se criar um empreendimento independente, que mantenha foco no avanço da produtividade dos desenvolvedores, através da utilização daquele pessoal de dentro da Borland que já hoje está envolvido com estes produtos tão amplamente premiados.


Separar o empreendimento IDE do mercado ALM não foi uma decisão simples. Quando analisamos o modo como vínhamos operando como empresa durante os dois últimos anos, percebemos que tivemos que continuamente pesar cada dólar investido em nossos produtos ALM e para desenvolvedores. Na maior parte das vezes optamos por realizar investimentos em ALM, tanto por conta de nosso envolvimento com o crescimento do ALM quanto por oportunidades de mercado. Mas não é segredo que nossa fidelíssima base de clientes precisa de mais. Há um enorme potencial que ainda não foi explorado por conta do foco de nossa empresa em um modelo corporativo ‘go-to-market&8217;, por conta da força das vendas baseadas em consultoria e ciclo de vida que nos forçam a investir mais em produtos ALM, marketing de ALM, e em nosso modelo de vendas corporativo. Este é um modelo muito diferente do de IDE &8211; que é em sua maior parte focado em canais, marketing direto com o desenvolvedor e modelo de distribuição (caixas e e-commerce).

Foco é fator estratégico para o sucesso do negócio. Com este anúncio, ambas as empresas terão o foco necessário para crescerem e ajudarem nossos clientes a alcançarem o sucesso. Acho muito bom que a Borland nos permita fazer parte de uma empresa com novo foco, que reúne aquela equipe apaixonada por desenvolvedores e desenvolvimento. Queremos continuar a criar as melhores soluções e tecnologias que auxiliam a nossa comunidade de desenvolvedores. Somos desenvolvedores, trabalhando em produtos para desenvolvedores, voltados a nossos clientes: os desenvolvedores. Esta á uma relação especial e única no mercado de software: nosso trabalho diz respeito a produtos que nós mesmos utilizamos e que são adorados pela comunidade de desenvolvedores.

Comecei a usar a versão número 1 do Turbo Pascal em novembro de 1983, quando Philippe Kahn me deu uma cópia durante o Comdex Las Vegas. Coloquei em meu PC da IBM e logo de cara percebi que se tratava de algo diferente. Desde aquele dia eu soube que eu queria trabalhar na Borland. Comecei a trabalhar na Borland em 17 de junho de 1985 e durante os últimos 20 anos tenho tido o prazer de integrar esta fantástica comunidade de desenvolvedores de softwares. Até me gabo de ter tido o prazer de gerenciar o grupo de compilação de R&D no início da era da linguagem Turbo. Durante os últimos 15 anos tenho sido responsável pelo Relacionamento com Desenvolvedores, o que me permitiu (assim como à nossa equipe) viajar ao redor do planeta visitando algumas dezenas de milhares de programadores. Todos os dias venho ao trabalho sabendo que irei colaborar com os melhores engenheiros de software do planeta focados em desenvolvimento.

Não vejo a hora de ver a nova empresa. Temos as pessoas certas em nossa equipe, contamos com o ecossistema de parceiros de ferramentas e componentes, dispomos de autores, instrutores, consultores e também o que há de mais importante – uma comunidade leal. Nossa nova empresa será completamente focada em você e em seu sucesso. Sim, ambas as empresas estarão voltadas ao desenvolvimento de softwares. Ambas farão com que os padrões de estado-da-arte e as melhores práticas avancem. Elas apenas farão isso de modos distintos. Nossa parte será a de realizar tal feito através do foco em produtividade do desenvolvedor, e da criação de fantásticos produtos de desenvolvimento de aplicações utilizando nossos premiados IDEs, ferramentas, bibliotecas de componentes (libraries), class libraries e as tecnologias de banco de dados. A Borland cuidará das necessidades das grandes corporações, ajudando-as a otimizar a criação de softwares por elas praticada.

Ainda hoje Daryl Taft da revista eWeek me perguntou: ´Sendo você o empregado de maior permanência na Borland, como você recebe a notícia do surgimento da nova empresa?´. Respondi dizendo que, como parte do processo, encaro a mudança para a nova empresa com um grande sorriso no rosto e uma pequena lágrima em meus olhos.

Asseguro a todos vocês que estamos aqui em Scotts Valley e ao redor do mundo, trabalhando em futuras versões do Delphi, do JBuilder e de nossos outros produtos. Estamos com ouvidos bem atentos às suas necessidades, perguntas e sugestões. Estamos acompanhando as novas iniciativas de plataforma para Windows, .NET, Java, padrões abertos e tecnologias emergentes que vocês desejam utilizar.

É o mais certo a se fazer no que diz respeito ao nosso empreendimento IDE. É o que precisa ser feito pelo foco da Borland em ALM. Nossa prioridade é assegurar uma migração suave e bem sucedida de nossa base de clientes desenvolvedores e ainda criar meios para que ela receba maiores investimentos, atenção e possa crescer. Não estamos falando do encerramento de uma linha de produtos, mas de seu fortalecimento. Este é um passo dado, como sempre, buscando o melhor para nossos clientes, para nossa empresa e para a nossa comunidade.

O comprador de nossas linhas de produtos IDE ainda não foi identificado, mas eu pessoalmente e alguns outros membros de nossa equipe de desenvolvimento estamos trabalhando com a gerência executiva da Borland para assegurar que encontremos o comprador correto, que faça avançar o mercado de IDE. O primeiro e maior compromisso da Borland é para com seus clientes. Você será mantido a par de todos os passos deste processo.

Go Borland. Go New Company. Go Developers!!!

David Intersimone, ´David I´
Vice-Presidente de Relacionamento com Desenvolvedores e Evangelista-Chefe
Borland Software Corporation
http://blogs.borland.com/davidi/archive/2006/02/08/23013.aspx


Andreano

Respostas

08/02/2006

Zoom

Estou deixando como fixo dada a importância do assunto.


Responder Citar

16/02/2006

Aroldo Zanela

Colegas,

Amigos, abaixo carta do DavidI especialmente para a comunidade de desenvolvedores do Brasil, esta carta é muito transparente e mostra nosso compromisso com a comunidade, reforçando todos que fizemos até agora de forma a firmar a continuidade de nossos produtos e o compromisso com vocês.. Nesta mensagem contém a versão original em inglês e uma tradução para o português [quote:9b1c860720=´Versão em Inglês´]To our most wonderful and loving Brasilian Developer Community, For years you have welcomed Borland (and me) to be a part of the Brasilian family of developers. We have shared in the success of your business and our business. We have learned and grown together to solve challenging technologies and business opportunities. We have spent time together in meetings and at the annual developer conferences. My trip last November (BorCon 2005) to Sao Paulo was so wonderful. Thank you for all of your kind words, for the pictures, for the suggestions, and the hugs (especially the hugs). The recent news that we are creating a new company focused on developers is a moment in time for celebration. We are creating a company that will be 100¬ focused on your success. Yes, this news means a change in name and does have a few questions that can only be answered in time. We have been working together for many many years. We will be working together for many more. Developer solutions has been our business for over 22 years since Turbo Pascal version 1.0. We’re still in business and focused on your success. We have a roadmap and we’re executing on that roadmap, and we’re still focusing on helping our customers. We’re going to move as fast as possible to choose an investor, but more importantly we are focused on find the right investor. Going forward Borland will still be in the business of software development – that won’t change. Borland just won’t be creating IDEs anymore. Instead, the company will rely on others like our new developer focused company to continue innovation in that arena. Enterprise developers play a vital role in the development process, and therefore Borland will need to work closely with companies like ours as they advance their own ALM strategy. We’re moving forward on all fronts: sales is still selling, marketing budgets are intact, support is still taking calls, BDN is still alive, and R&D is still developing. Everything scheduled is still moving forward. Tod Nielsen and our BOD have been very clear that the we are looking for an investor who will do things in the best interest of our customers, our products, our employees and NOT just look for the best deal. Your investment in our products, your projects, your skills, and your time is preserved. I know that we have had to earn your trust over the years. We are continuing to work hard to be able to deserve your trust in the future. I will be part of the new company. I will continue as a cheerleader for developers around the world. Keep your faith in Borland and our products. This period of time will be over soon enough and you will see that we are still here and focused on your success. Sincerely, David I


[quote:9b1c860720=´Versão em Português´]Para a nossa maravilhosa e amável comunidade de desenvolvedores do Brasil.

Por vários anos vocês tem recebido a Borland (e eu) como parte da família brasileira de desenvolvedores. Nós compartilhamos o sucesso do seu e do nosso negócio. Nós aprendemos e crescemos juntos a fim de endereçar tecnologias e oportunidades de negócio desafiadoras. Passamos o tempo juntos nas reuniões e nas conferências anuais dos desenvolvedores. Minha viagem ao Brasil em novembro (BorCon 2005) foi maravilhosa. Obrigado por todas as palavras amáveis, pelas fotos, pelas sugestões e os abraços (especialmente os abraços).

A recente notícia de que estamos criando uma nova companhia focada em desenvolvedores é para ser comemorada. Nós estamos criando uma companhia 100¬ focada no sucesso de vocês. Sim, esta notícia significa uma mudança de nome e existem perguntas que só terão respostas com o tempo. Nós temos trabalhado juntos por muitos e muitos anos e estaremos trabalhando juntos por muito mais tempo.. As soluções de desenvolvimento foram nosso negócio durante estes 22 anos desde a versão 1.0 do Turbo Pascal.

Nós continuamos no mercado e focados no seu sucesso. Nós temos um roadmap (cronograma de versões), nós estamos executando o roadmap e continuaremos focados em auxiliar nossos clientes. Estamos trabalhando para escolher o mais rápido possível o investidor, e o mais importante é que estamos concentrados em encontrar o investidor certo. A Borland continuará no negócio de desenvolvimento de software, isso não vai mudar. A Borland apenas não estará mais criando IDEs. Nós estaremos em conjunto com outras empresas, como a nova companhia focada em IDEs para continuar inovando nesse setor. Os desenvolvedores possuem um papel crucial no processo de desenvolvimento, portanto a Borland irá trabalhar próxima a companhias como a nossa enquanto avançam sua estratégia ALM. Temos a continuidade de diversas frentes: vendas continuando vendendo, o orçamento de marketing está intacto, o suporte continua atendendo os chamados, BDN continua ativo e R&D(equipe de desenvolvimento) continua desenvolvendo. Todo nosso programa está sendo executado. Tod Nielsen e nosso conselho diretor tem sido muito transparente, tanto que estamos procurando por um investidor que esteja interessado em fazer coisas do interesse de nossos clientes, nossos produtos, nossos funcionários e não apenas aquele que tenha a melhor oferta.

Seu investimento em nossos produtos, seus projetos, seu conhecimento e seu tempo está preservado.

Eu sei que nós tivemos que ganhar sua confiança ao longo dos anos. Nós continuamos a trabalhar duramente para continuar merecendo sua confiança no futuro. Eu serei parte desta nova companhia. Eu continuarei como um líder para os desenvolvedores do mundo todo. Mantenha sua fé na Borland e em nossos produtos. Este período terminará logo e você verá que nós continuamos aqui e focados no seu sucesso.

Sinceramente,
David I[/quote:9b1c860720]

[]´s

Andreano Lanusse
System Engineer
Borland Latin America
Tel: +55 (11) 2165.8089 / Mobile: +55 (11) 8196.5912
alanusse@borland.com - www.borland.com.br


A Borland Software é líder global em soluções independentes de plataforma para o Software Delivery Optimization, auxiliando nossos clientes a resolverem as restrições no desenvolvimento de aplicações nos dias de hoje, para maximizar o valor do negócio de seu software.[/quote:9b1c860720]

Para manter a sequência.


Responder Citar

02/03/2006

Db

Eu acho lamentavel a maneira com que a Borland trata seus usuários desde o lançamento das versões .NET. Até o Delphi 7 tinhamos a melhor ferramente de desenvolvimento disponível no mercado, uma IDE estável e o resultado final eram produtos confiaveis. De repente a borland lança o Delphi 8, que nem deveria ter tido esse nome, pois já não possuia as características das versões anteriores pois estava totalmente desfigurada, com o padrão ´Microsoft´. Também era um produto inacabado e incompleto. Acredito que pouquissimas empresas utilizaram realmente em seus projetos, devido a quantidade imensa de bugs que apresentava. Depois lançou o Delphi 2005, que prometia ser uma ferramenta promissora, porém veio cheia de bugs graves, muitos deles não corrigidos. Com o lançamento do Delphi 2006 esperava-se que teriamos uma ferramenta estável e produtiva. Isso aconteceu? Até o momento não... parece que a Borland se preocupou mais em lançar novos recursos do que corrigir os antigos pois os problemas estão se acumulando no ´Quality Central´, a IDE está mais rápida porém com muito mais bugs. Sinceramente com essa quantidade de decepções que tivemos nos ultimos anos com a Borland e as recentes notícias, fica dificil acreditar que a preocupação de vocês de preservar nosso investimento, projeto e tempo.


Responder Citar

04/03/2006

Toninhonunes

Eu acho lamentavel a maneira com que a Borland trata seus usuários desde o lançamento das versões .NET. Até o Delphi 7 tinhamos a melhor ferramente de desenvolvimento disponível no mercado, uma IDE estável e o resultado final eram produtos confiaveis. De repente a borland lança o Delphi 8, que nem deveria ter tido esse nome, pois já não possuia as características das versões anteriores pois estava totalmente desfigurada, com o padrão ´Microsoft´. Também era um produto inacabado e incompleto. Acredito que pouquissimas empresas utilizaram realmente em seus projetos, devido a quantidade imensa de bugs que apresentava. Depois lançou o Delphi 2005, que prometia ser uma ferramenta promissora, porém veio cheia de bugs graves, muitos deles não corrigidos. Com o lançamento do Delphi 2006 esperava-se que teriamos uma ferramenta estável e produtiva. Isso aconteceu? Até o momento não... parece que a Borland se preocupou mais em lançar novos recursos do que corrigir os antigos pois os problemas estão se acumulando no ´Quality Central´, a IDE está mais rápida porém com muito mais bugs. Sinceramente com essa quantidade de decepções que tivemos nos ultimos anos com a Borland e as recentes notícias, fica dificil acreditar que a preocupação de vocês de preservar nosso investimento, projeto e tempo.



Lamentável mesmo, que o desenvolvedor ficou em segundo plano nesse negócio, agora resta saber qual empresa vai cuidar das IDE´s, será a Microsoft? acho que já vou aprender C# logo e começar a usar o VS.NET, porque razão vou investir no Delphi se vou ter os memos resultados utilizando as mais modernas ferramentas da Microsoft? Vi o VS.NET e achei pouca diferença da IDE do Delphi, está certo que o investimento no conhecimento não é fácil de se jogar fora, melhor agora do que se arrepender depois.

Mas se vai nos deixar na mão, então temos que ir pra quem nos passará a maior confiança e solidez nos negócios, a Borland vem mudando de estratégias há muito tempo e só vem tendo problemas e prejuízos, talvez essa estratégia ALM seja a melhor solução pra eles, porque descobriram que trabalhar para desenvolvedores não dá lucro, eu até gostaria que a Microsoft adiquirisse as IDE´s quem sabe ela nos houve? Se for a Microsoft eu continuo a investir na ferramenta, caso contrário vou parar no Delphi 7 mesmo, que resolve muito dos meus problemas, até eu migrar pra outra que tenha uma empresa que dê estabilidade, suporte e continuidade evolutiva concreta para as ferramentas.

Lembro dos tempos de usenet, muitos colegas brigando e jurando amor a Borland, e amaldiçoando a Microsoft, vamos ver que o vai acontecer no final, melhor não haver precipitações.


Responder Citar

05/03/2006

Nigro

A Borland nunca se preocupu com os desenvolvedores, alguém aqui já entrou em contato com eles para suporte, ou novidades de mercado ou algo assim, pois bem... Para eles se você usa Delphi original ou pirata não faz diferença pois o tratamento é o mesmo... nenhum... Estamos em um mundo capitalista, nãou vou jogar Reais e mais Reais, tempo e dedicação de investimento, que fiz ao longo de 8 anos em Delphi no lixo, vou continuar com a versão 7 mesmo por mais um ou dois anos, pois sair que nem maluco para outra linguagem é arriscado, pois já me dei mal com Clipper 5.02 e Fox Pró. Vamos esperar com cautela...


Responder Citar

06/03/2006

Host

Ja trabalhei com varias linguagem, acompanhei a evolução da borland desde 87 e ja vi varias falhas da borland, mas apos isto eles sempre vinham com produtos de ponta, acredito que as pessoas que postaram falando mal da borland não acompanharam estes 18 anos de programação a qual acompanhei. Vejo eles aperfeiçoando suas ferramentas e tecnologias facilitando a vida de nos desenvolvedores. Segundo o exclarecimento a intenção não é acabar com os produtos e sim melhora-los. Gosto do Delphi 7 e o uso, e uso o delphi 2005, todos os dois tem bugs, a familia de desenvolvimento microsoft tambem tem milhares de bugs e o proprio Java o possui, como tdos os sistemas operacionais e linguagens de desenvolvimento ja o tiveram. Mas acredito na borland como uma empresa seria , q desenvolve aplicativos serios, para facilitar nossa vida, ou então , poderiamos voltar a programar em assembler ? O q acham? Existiam bons programadores na minha epoca, mas acredito que não mais desenvolvam nestas linguagens, pois o mercado exige um pouco mais hj. Ja a respeito da borland ñ dar respaudo a seus produtos, discordo. Sempre tive retorno a minhas dúvidas. Por isto não possuo reclamações , desenvolvo com o q o mercado oferece, procurando intender o maximo o q a linguagem oferece e tbem sobre suas falhas, debugando pra q ñ acontecam, é o mais logico.


Responder Citar

06/03/2006

Host

segue o link sobre o mesmo assunto abaixo:

http://www.borland.com/br/company/news/press_releases/2006/02_08_06_borland_acquires_segue_software.html


Responder Citar

06/03/2006

Massuda

Já existe [url=http://forum.clubedelphi.net/viewtopic.php?t=73658]um longo tópico[/url] sobre esse assunto. Por favor, continuem no tópico existente.


Responder Citar