Delphi, agora grátis!

08/02/2019

32

Após anos de espera os desenvolvedores do Delphi podem festejar pois a Embarcadero/Idera, atual proprietária do Delphi, lançou uma versão comercial do Delphi totalmente gratuita e completa. Desde os primórdios do Delphi, quando este pertencia a Borland, sempre houve no mínimo 3 versões comerciais e uma DEMO para os entusiastas que queriam aprender a desenvolver seus aplicativos.

No final da década de 1990 o Delphi já era uma das linguagens mais utilizadas para sistemas comerciais concorrendo com o Visual Basic da Microsoft, e essa notoriedade durou até por volta de 2002 quando Java e outras linguagens começaram a se popularizar. Embora ainda muito utilizado, após 2002 o Delphi foi sendo, cada vez menos, a escolha para a comunidade dos novos desenvolvedores.

Embora, desde 2009, o Delphi tem sofrido inúmeras atualizações na linguagem, recursos e na IDE, se tornando cada vez mais uma excelente opção para aplicativos Desktop (Linux, Windows e Mac OS), Mobile (Android, IOs e Windows), web applications e webBroker, até 2018 ele não conseguiu alavancar sua presença para os novos desenvolvedores, que surgem no mercado, principalmente pelas limitações das suas recentes versões demo (Starter Editions) e os altos custos das versões comerciais.

Porém, seguindo a onda de desenvolvedoras de IDEs famosas como a JetBrains e Microsoft, a Embarcadero/Idera lança além das versões comerciais, uma versão Community baseada na última versão de Sua IDE RAD STUDIO Rio 10.3. (https://www.embarcadero.com/br/products/delphi/starter)

Esta versão é praticamente completa, contendo todos os recursos oferecidos da versão Professional, com licença de direitos de comercialização dos aplicativos desenvolvidos e com limitações que não prejudicam em nada ao desenvolvedor. Diferente das versões Enterprise e Architect, ela não vem com RadServer, EMS server, Togedher e outros recursos estritos para sistemas de grande porte, mas sua biblioteca está completa incluindo Firemonkey, VCL, DBExpress, FireDac, ClientDataSet, Componentes DBWare, Indy, biblioteca para reflection (RTTI) e todos os componentes nativos.

Ainda com uma diferença da versão “Professional” ela não conta com componentes de terceiros instalados (que teriam repasses de valores nas compras de licenças como o IntraWeb ou FastReport) mas permite baixa-los diretamente do repositório ou mesmo instalar alternativas gratuitas (como o Fortes Report). Seu repositório é completo em opções de componentes, plugins, addons e frameworks, pagos e gratuitos, deixando você livre para instalar e utilizar em suas aplicações.

Se você ainda está pensando em obter algum lucro enquanto estuda a linguagem, ao você instalar, você recebe um serial e uma licença que lhe permite, legalmente lucrar até 5 mil dólares anuais desenvolvendo aplicativos desktop ou mobile. Além disso, embora não ofereça os recursos do RAD Server, é plenamente possível desenvolver aplicações servers que suportem API Rest/full, SOAP ou mesmo o DataSnap como já era feito nas versões profissionais.

Para completar, diferentemente das opções Starters e Demo, A IDE do delphi community mantém todos os recursos de produtividade visto nas demais versões como codeInsigth (auto completar), refactoring, depurador de código completo, herança visual avançada, VisualStyles, LiveBinding, Mult-Device Previewer e outros. Com toda essa liberdade de recursos, a Embarcadero espera que a partir de 2019, o Delphi conquiste novamente uma boa posição de destaque na comunidade de desenvolvedores que apreciam uma linguagem multiplataforma e multi-arquitetura e altamente produtiva.
Responder

Post mais votado

09/02/2019

Realmente uma excelente notícia, minha empresa comprou o Delphi 7, com muito sacrifício, pois era cara para um desenvolver sozinho, e solictario como eu, graças a Deus foi crescendo e crescendo e compramos mais 4 licenças da mesma versão, hoje usamos o Delphi Tokio/Rio em grande escala, é nosso MARTELO(ferramenta principal de nossos lucros) , como disse o Professor Helio "... uma excelente opção para aplicativos Desktop (Linux, Windows e Mac OS), Mobile (Android, IOs e Windows)", é realmente um canivete suiço. Parabéns a Embarcadero/Idera.
Responder

Mais Posts

08/02/2019

Daniel Araújo

Ótima noticia Hélio!
Responder
opa Helio!

Q OTIMA noticia para a comunidade de programadores!!! Obrigado por compartilhar, sensacional! :D
Responder