Por que eu devo ler este artigo:É comum os programadores encontrarem muitas dificuldade no processo de encontrar erros nos programas do que no processo de programação propriamente dito. Desta forma, se o programador não souber utilizar ferramentas específicas para encontrar defeitos no programa, o processo de codificação e correção do programa pode-se tornar ainda mais complexo.

Neste contexto, este artigo apresentará maneiras de minimizar os erros de programação para a plataforma Android, bem como ferramentas para encontrar estes erros caso eles ocorram.

Autores:Robison Cris Brito e Ricardo Ogliari

O processo de programar computadores ou dispositivos móveis é algo relativamente complexo, uma vez que mesmo programas simples envolvem uma série de conceitos, comandos e ferramentas.

Na programação para a plataforma Android não é diferente. Inicialmente o programador se depara com o processo para montar o ambiente de desenvolvimento, este muitas vezes baseado em software livre e multiplataforma.

Atualmente, a maioria dos programadores desta plataforma faz uso do Android SDK para o desenvolvimento Android, sendo o código realizado na IDE Eclipse com o auxílio do plugin chamado ADT.

Porém, após a instalação das ferramentas, entra o processo de configuração do ambiente, onde o programador tem que escolher para qual plataforma/versão do Android o aplicativo será desenvolvido, e consequentemente é necessário realizar o download da plataforma através do Android SDK Manager, havendo também a necessidade da criação e configuração de uma AVD (Android Virtual Device) feita a partir do Android Virtual Device Manager.

Depois disso, o programador já possui seu ambiente apto para o desenvolvimento de aplicações, sendo necessária a codificação da interface gráfica em um arquivo XML, acontecendo o mapeamento deste com o código Java (Activity) a partir de um arquivo chamado R.java.

Entretanto, alguns erros simples de se cometer, porém, complexos de serem resolvidos podem acontecer como erros de grafia na declaração dos componentes visuais na interface gráfica, ou erro na recuperação dos componentes visuais através da Activity, ou mesmo erros de programação como problemas de lógica na utilização de comandos condicionais, estruturas de repetição, inicialização de variáveis, entre muitos outros erros possíveis.

Com base nestes dados, é comum os programadores encontrarem muito mais dificuldade no processo de encontrar erros nos programas do que no processo de programação propriamente dito. Desta forma, se o programador não souber utilizar ferramentas específicas para encontrar defeitos no programa, o processo de codificação e correção do programa pode-se tornar ainda mais complexo.

O termo depurar é derivado da palavra debug, que do inglês significa retirar erros de programação (lembrando que os programadores costumam chamar de bug os erros).

As ferramentas de desenvolvimento de software costumam trazer facilidades que permitem a depuração dos programas tais como recursos de Breakpoint e Watchers (visualização do conteúdo de variáveis).

Neste contexto, este artigo apresentará maneiras de minimizar os erros de programação para a plataforma Android, bem como ferramentas para encontrar estes erros caso eles ocorram.

Para exemplificar, será desenvolvido um estudo de caso muito comum – um aplicativo para o cálculo do IMC (índice de massa corpórea). Este aplicativo contará com apenas uma tela, esta possuindo os componentes de entrada para digitação do peso e da altura, um botão para realizar o cálculo do IMC e um componente para apresentação do resultado do processamento na tela.

Este aplicativo é uma simplificação do programa desenvolvido no artigo “Trabalhando com Internacionalização e Literais na plataforma Android” publicado na Mobile Magazine.

Estudo de Caso – Calcular IMC

Para a utilização dos recursos de depuração, um projeto chamado CalculaIMC deve ser criado. Este deve possuir um arquivo de layout (activity_principal.xml) presente dentro da pasta res – subpasta layout, e um activity principal (PrincipalActivity.java), presente no pacote br.edu.utfpr.calculaimc. A estrutura do projeto, depois de criado, é apresentada na Figura 1.

Figura 1. Estrutura do projeto.

Nota. Versão da plataforma Android

Como o objetivo deste artigo é apresentar recursos para depuração de projetos Android, o leitor pode escolher qualquer versão da plataforma Android para o desenvolvimento do aplicativo, já que este recurso não interfere no processo de depuração.

O arquivoactivity_principal.xml terá o layout apresentado na Listagem 1.

Listagem 1. activity_principal.xml – Interface gráfica principal do aplicativo.

  01.  <LinearLayout xmlns:android="http://schemas.android.com/apk/res/android"
  02.      xmlns:tools="http://schemas.android.com/tools"
  03.      android:layout_width="fill_parent"
  04.      android:layout_height="fill_parent"
  05.      android:orientation="vertical"
  06.      tools:context=".MainActivity" >
  07.  
  08.      <TextView
  09.       ... 

Quer ler esse conteúdo completo? Seja um assinante e descubra as vantagens.
  • 473 Cursos
  • 10K Artigos
  • 100 DevCasts
  • 30 Projetos
  • 80 Guias
Tenha acesso completo