Por que eu devo ler este artigo:A administração de um banco de dados envolve um conjunto de atividades que devem ser realizadas com objetivo de manter o banco disponível e funcional (por exemplo, backup, restauração, otimização, dentre outras). Este artigo descreve os conceitos básicos sobre os sistemas gerenciadores de bancos de dados SQL Server e Oracle.

Através de contextualizações e exemplos simples, este artigo irá apresentar importantes recursos presentes no SQL Server e Oracle. Serão descritas funcionalidades que aparecem no dia a dia de um DBA e que ajudam a manter o banco de dados em produção.

Serão apresentados comandos que ajudam a manter a segurança em relação a usuários, comandos que ajudam a monitorar sessões e conexões do banco de dados, comandos de importação e exportação de dados em tabelas, comandos que auxiliam a manipulação de componentes de armazenamento do banco de dados e, por fim, serão apresentados comandos que ajudam a consultar e alterar os parâmetros do banco de dados.

As empresas nos últimos anos têm expandido suas áreas de informática graças ao crescente número de sistemas que são adquiridos. Com isso, o armazenamento de dados passou a ser maior.

Em alguns casos pode haver a necessidade de uma empresa precisar utilizar mais de um SGDB como ferramenta de gerenciamento de banco de dados. Neste contexto aparecem duas ferramentas bastante utilizadas atualmente, SQL Server da Microsoft e o Oracle.

Diante desta demanda das ferramentas SGBDs, a procura no mercado por profissionais qualificados passou a ser mais complexa, afinal, neste cenário, as empresas podem precisar de dois DBAs, cada um com conhecimento distinto em relação ao SQL Server e ao Oracle.

Os SGBDs SQL Server e Oracle estão prontos para atender as demandas de armazenamento e gerenciamento dos dados de qualquer tipo de empresa. E se tratando da linguagem de consulta, a SQL é utilizada por ambos.

O SQL padrão ANSI (veja o BOX 1) referente à consulta SQL em banco de dados, possibilita que consultas obedeçam a uma mesma sintaxe em diferentes ferramentas de banco de dados. Mas em relação à administração, os SGBDs têm características e formas de realizar suas operações bem distintas.

BOX 1. ANSI

ANSI é a sigla para American National Standards Institute e designa uma organização americana que tem a função de estabelecer quais normas desenvolvidas devem virar padrão. As empresas, grupos independentes, universidades etc. desenvolvem novas tecnologias que são submetidas à análise do ANSI. De fato, o ANSI não desenvolve novas especificações e tecnologias, mas apenas analisa e estabelece os padrões.

Se tratando de consultas SQL, o padrão ANSI se aplica a estas consultas de banco de dados, criando uma sintaxe padrão que as ferramentas de mercado devem seguir.

Este artigo apresenta alguns recursos básicos que podem auxiliar um DBA e qualquer outro profissional com um conhecimento da área a consultar, manter e administrar um banco de dados no ambiente de produção usando as ferramentas SQL Server e Oracle.

Certamente estas duas ferramentas são complexas e seus recursos são amplos, um conhecimento mais profundo do assunto requer um tempo maior de dedicação.

Os SGBDs apresentados neste artigo possuem uma flexibilidade muito grande em relação à interação com usuário. E são variadas as formas de realizar as operações nos bancos de dados.

Embora exista a interface gráfica que auxilia muito um administrador de banco de dados iniciante, mostraremos neste artigo como realizar as operações através de scripts ou linha de comando.

Mantendo a segurança

Em todas as áreas da tecnologia, a preocupação com a segurança é um item cada vez mais em destaque, afinal sistemas de informação precisam garantir a integridade, confiabilidade de suas informações no mundo tecnológico. É neste cenário que os SGBDs propiciam recursos diversos para proteção dos bancos de dados nelas hospedados, a fim de garantir às empresas um armazenamento de dados íntegro e confiável.

Manter a segurança de um banco de dados em produção não é tarefa tão simples como aparenta. Embora os recursos das ferramentas de banco de dados auxiliem de forma amigável a interação com o DBA, uma boa política de segurança envolve conceitos que vão além do próprio banco de dados, conceitos de segurança da informação são muito bem vindos neste caso.

Isto envolve não somente o banco, mas, também servidor, rede, acesso através da aplicação, políticas de controle de senhas, dentre outros. Neste tópico apresentaremos como manter a seguranç ...

Quer ler esse conteúdo completo? Seja um assinante e descubra as vantagens.
  • 473 Cursos
  • 10K Artigos
  • 100 DevCasts
  • 30 Projetos
  • 80 Guias
Tenha acesso completo