[lead]De que se trata o artigo

Este artigo trata da definição de conceitos e utilização do ASM – Automatic Storage Management, ferramenta da Oracle para gerenciamento do armazenamento de dados.

Para que serve

Auxiliar os DBAs nas tarefas do dia-a-dia referentes a alocação e gerenciamento de espaço para o crescimento dos bancos de dados.

Em que situação o tema é útil

Em ambientes Single Instance ou Real Application Cluster o ASM se mostra muito útil para centralizar o armazenamento e administração de espaços, facilitando bastante as tarefas rotineiras do DBA. [/lead]

Na primeira parte deste artigo vimos todos os conceitos referentes ao ASM – Automatic Storage Management e já iniciamos uma sessão “Mão na Massa” em que criamos arquivos no sistema operacional para simular raw devices que serão utilizados como discos. Na segunda parte, criamos manualmente uma instância ASM, inclusive verificando se a instância conseguiu “enxergar” os “discos” existentes.

Na terceira parte começamos a, efetivamente, utilizar o ASM. Já sabemos como criar e gerenciar disk groups. Vimos como trabalhar com templates e com diretórios na quarta parte da série. No quinto artigo da série aprendemos como trabalhar com aliases. A sexta parte abordou os arquivos no ASM e demos os primeiros passos para a conversão de um banco de dados para o ASM.

Na sétima matéria desta série abordamos a conversão do banco de dados para usar o ASM, mas de maneira parcial, ou seja, convertendo apenas um datafile e convertendo apenas uma tablespace para o ASM.

A oitava edição mostrou a conversão total de um banco de dados para usar o ASM. Dependendo do tamanho de seu banco de dados e do tamanho (em horas) da sua janela de manutenção, esta é a metodologia ideal para esta conversão.

Nesta edição, começarei a mostrar as novas características que foram incorporadas. Não foram poucas coisas, e houve novidades na versão 11.1, também na versão 11.2.0.1 e ainda na versão 11.2.0.2 (a versão atual, no momento de escrita deste artigo). Tentaremos cobrir as principais novas características incorporadas em cada versão.

[subtitulo]Novidades do ASM no Oracle DB 11g Release 11.1 [/subtitulo]

A cada nova versão, a Oracle sempre se preocupa em adicionar novas funcionalidades aos seus produtos, é uma coisa que parece um pouco óbvia mas muitas vezes, apenas para entregar algo novo, as novidades não são muito agradáveis. Mas não se preocupe, pois não é o caso do ASM.

As novas funcionalidades incorporadas na versão 11.1 são:

• Oracle ASM Fast Mirror Resync (sincronismo rápido do espelhamento);

Rolling Upgrade;

• Novo privilégio SYSASM e novo grupo do sistema operacional OSASM;

• Melhorias na escalabilidade e desempenho;

• Novos comandos e opções do utilitário ASMCMD;

• Melhorias nos comandos SQL para gerenciamento de Disk Groups;

• Novos atributos de compatibilidade para Disk Groups;

Failure Group preferido para leitura de dados;

Fast Rebalance (rebalanceamento rápido).

Vejamos suas características.

...
Quer ler esse conteúdo completo? Seja um assinante e descubra as vantagens.
  • 473 Cursos
  • 10K Artigos
  • 100 DevCasts
  • 30 Projetos
  • 80 Guias
Tenha acesso completo