De que se trata o artigo

Demonstrar, através de uma visão geral, como o modelo de qualidade CMMI pode contribuir no processo de desenvolvimento de software. Você conhecerá os conceitos, características, objetivos e representações referentes a este modelo de qualidade.

Em que situação o tema útil

Nos projetos de desenvolvimento de software, que adotam políticas de qualidade, sobretudo quando se deseja buscar mercados externos ou expandir seus clientes internos aumentando a satisfação dos mesmos.

Resumo DevMan

Este artigo tem como propósito apresentar uma visão geral sobre maturidade dos processos de desenvolvimento de software, visando a qualidade do produto gerado e a consequente satisfação dos seus clientes, através do modelo de referência CMMI. Trata-se de um modelo internacional, desenvolvido pelo Software Engineering Institute – SEI, que pode dar suporte às organizações que procuram aprimorar seus processos de desenvolvimento de software, tornando-se assim mais competitivas.

Ao longo dos últimos anos, tanto as empresas de desenvolvimento de software quanto seus clientes têm se preocupado com problemas que são comumente identificados durante a execução dos projetos, tais como: prazos e orçamentos não cumpridos, insatisfação de ambos os lados, produtos com erros, entre outros. No entanto, há algum tempo, existe um consenso na Engenharia de Software de que estes problemas estão, em grande parte, relacionados ao fato de que o desenvolvimento de sistemas é muitas vezes realizado de forma “artesanal”, ou através de métodos improvisados pelos desenvolvedores. Tais métodos dependem mais do talento individual do desenvolvedor que de uma sólida formação que oriente suas atividades.

Um processo definido e controlado pode garantir um produto de qualidade, sobretudo do ponto de vista do desenvolvimento de software. O Capability Maturity Model Integration, ou CMMI, como é chamado, é um modelo de referência que provê uma orientação para o desenvolvimento de processos de software, procurando nortear a organização no sentido de implementar a melhoria contínua do processo de software (ler Nota 1).

Nota 1. CMMI e MPS.BR

Desde a década de 1990, vários modelos de maturidade de processos vêm sendo propostos com o objetivo de auxiliar na melhoria da qualidade dos processos de software adotados pelas organizações. Entre eles podemos citar os modelos CMM, Spice – ISO/IEC 15504, CMMI e mais recentemente, no Brasil, o MPS-BR. Atualmente as organizações que desenvolvem software estão atentas às necessidades da adoção de processos de desenvolvimento de software melhor definidos, e observam-se movimentos dessas organizações em busca de certificações de qualidade de processos de software, notadamente as certificações CMMI e/ou MPS.BR.

...
Quer ler esse conteúdo completo? Seja um assinante e descubra as vantagens.
  • 473 Cursos
  • 10K Artigos
  • 100 DevCasts
  • 30 Projetos
  • 80 Guias
Tenha acesso completo