Artigo no estilo: Curso
Por que eu devo ler este artigo:Este artigo é útil porque apresenta ao leitor estratégias de modelagem de dados no Apache Cassandra, bem como a implementação de consultas para utilizar os melhores recursos desse banco de dados. Esse é um bom início para quem deseja criar soluções que adotem o NoSQL e também para quem deseja fazer uma transição da modelagem de dados tradicional para o formato proposto por essa solução não relacional. Para isso, o artigo demonstra a implementação de uma aplicação Java EE, utilizando tecnologias como WildFly 9, PrimeFaces 5.3, Cassandra 2.2, entre outras.

Como já mencionado nas partes anteriores deste artigo, o movimento NoSQL ganhou força nos últimos anos devido a uma nova gama de requisitos que os bancos de dados relacionais não conseguiram atender de forma adequada, por exemplo: clusterização, alta disponibilidade, capacidade de lidar com volumes gigantescos de dados, tolerância a falhas, execução em nuvem, etc.

A fim de nos aprofundarmos mais nesse assunto, iniciamos essa série de artigos sobre o Apache Cassandra por se tratar de um dos bancos de dados NoSQL mais reconhecidos da indústria. Na primeira parte do artigo, demonstramos conceitualmente a arquitetura do Cassandra, possibilitando um alicerce teórico aos leitores. Na segunda etapa, focamos na parte prática da aplicação de exemplo, onde foram demonstrados diversos aspectos do Cassandra, destacando-se principalmente a integração desse banco com uma aplicação Java EE e a implementação de comandos básicos através de um driver Java (o driver DataStax).

Agora, no terceiro e último artigo da série, iremos finalizar a implementação da aplicação de exemplo acrescentando conceitos de modelagem de dados e desenvolvendo consultas para tirar o máximo proveito dessa modelagem. Ao terminar dessa série, o leitor terá um entendimento mais claro de como uma aplicação que usa o Cassandra guia sua modelagem baseado em consultas, qual a importância dessa abordagem e como isso impacta no desenvolvimento.

Para atingirmos esses objetivos, a aplicação WebShelf continuará evoluindo e agregando novas funcionalidades, indo desde buscas mais complexas com CQL, até operações de escrita mais elaboradas utilizando o driver DataStax.

Prateleira de Livros

No decorrer da segunda parte do artigo implementamos as funcionalidades básicas do WebShelf como login, cadastro de usuários e cadastro de livros. Com isso, podemos, agora, focar na principal funcionalidade desse sistema: a criação de uma prateleira de livros online. Através dela o usuário poderá gerenciar todos os seus livros, classificando-os como livros já lidos, livros que está lendo no momento e livros que deseja ler em breve.

Elaborando a página responsiva da prateleira com PrimeFaces

A tela da prateleira de livros será constituída de três partes, para que os livros possam ser exibidos nas seguintes seções: Já Li, Estou Lendo e Pretendo Ler. Além disso, essa página terá um campo para pesquisa de novos livros, como pode ser observado no trecho de código do arquivo home.xhtml, apresentado na Listagem 1.

Listagem 1. Código da tela da prateleira de livros (private/home.xhtml).

<ui:define name="mainContent">
   <h:form prependId="false">
    <p:defaultCommand target="searchButton" />   
        <div class="ui-fluid">
  
          <!-- seção com a funcionalidade de pesquisa de livros -->
   
            columnClasses="ui-grid-col-1,ui-grid-col-10,ui-grid-col-1"
            styleClass="ui-panelgrid-blank">
            <p:outputLabel for="searchQuery" value="Pesquise" />
               <p:inputText id="searchQuery" placeholder="Título, Autor, ISBN"
                    value="#{shelfController.searchQuery}" />
                    <p:commandButton id="searchButton" value="Pesquisar"
                         action="#{shelfController.searchBooks}"
                         onclick="if($('#searchQuery').val().trim()==''){return false;}" />
                              </p:panelGrid>
   
                    <br />
   
                    <!-- seção com a prateleira Já Li -->
   
                    numVisible="10" headerText="Já Li" responsive="true"
                    itemStyle="text-align: center; margin-right: 10px;">
                    <p:panelGrid layout="grid" columns="1"
                      styleClass="ui-panelgrid-blank">
                       <p:graphicImage value="#{shelfController.shelfImage}" width="150"
                         height="200">
                         <f:param name="bookIsbnImage" value="#{item.book.isbn}" />
                       </p:graphicImage>
                       <h:outputText value="#{item.book.title}" />
                       <h:outputText value="#{item.book.author}" />
   
                       <p:splitButton value="Remover" process="@this" update="@form"
                         actionListener="#{shelfController.remove(item.book)}">
                           <p:menuitem value="Planejo Ler" process="@this" update="@form"
                             actionListener="#{shelfController.addToRead(item.book,false)}" />
                           <p:menuitem value="Estou Lendo" process="@this" update="@form"
                             actionListener="#{shelfController.addReading(item.book,false)}" />
                       </p:splitButton>
                    </p:panelGrid>
                  </p:carousel>
                  <!-- as seções Estou Lendo e Pretendo Ler ficam daqui em diante  -->
               </div>
            </h:form>
         </ui:define>
  </ui:composition>

A tela de visualização da prateleira pode ser dividida basicamente em quatro partes. Na primeira parte está o campo de pesquisa de novos livros, sendo composta, portanto, de um p:inputText que receberá a informação a ser pesquisada. Como indicado pelo placeholder, o usuário poderá digitar o ISBN, título ou autor. Essa área também contém um p:commandButton, que será responsável por executar a ação de pesquisa propriamente dita. Tal botão só é acionado caso o campo de pesquisa não esteja vazio. Por fim, temos o componente p:defaultCommand, que é usado para direcionar o evento padrão do Enter para o botão de pesquisa.

Nas três partes seguintes os livros são exibidos nas seções já mencionadas (“Já Li”, “Estou Lendo” e “Pretendo Ler”), todas implementadas respeitando o mesmo modelo e com os mesmos componentes. Por conta disso, a Listagem 1 demonstra apenas a seção “Já Li”.

Para mostrar os livros essas três seções utilizam o componente p:carousel, o qual apresenta um número limitado de livros na tela. Caso o usuário deseje visualizar mais, poderá usar os botõ ...

Quer ler esse conteúdo completo? Seja um assinante e descubra as vantagens.
  • 473 Cursos
  • 10K Artigos
  • 100 DevCasts
  • 30 Projetos
  • 80 Guias
Tenha acesso completo