Por que eu devo ler este artigo:Este artigo apresenta, de forma simples, uma visão geral do modelo MPT.Br, incluindo conceitos, estrutura, níveis de maturidade, bem como suas características e de que forma podem ser adotados na otimização dos processos de teste da organização.

Em outras palavras, este artigo aborda um modelo de referência para processos de teste e é interessante para as organizações que desejam aprimorar as práticas de testes de software utilizadas em seu dia a dia. Apresenta também algumas atividades do processo de avaliação formal do modelo, para aqueles que desejam obter uma certificação.

Na globalização do mercado de software, cada vez mais competitivo, a busca por modelos de melhoria de processos está diretamente vinculada à necessidade da organização. Isto porque a gestão efetiva dos ativos organizacionais é crítica para o sucesso do negócio.

De acordo com o SEI, instituto que criou o Capability Maturity Model Integration – CMMI, “a qualidade de um sistema ou produto é amplamente influenciada pela qualidade do processo utilizado”. Além disso, um processo bem definido fornece uma estrutura para maximizar a produtividade da equipe, assim como, possibilita o uso de tecnologias para tornar a organização mais competitiva no mercado.

Dessa forma, os processos, provenientes de modelos de maturidade, têm por objetivo auxiliar as organizações na melhoria e no alcance dos resultados, através de uma melhor execução das atividades planejadas, além de minimizar os impactos quando da introdução e uso de novas tecnologias.

O modelo de Melhoria do Processo de Teste Brasileiro (MPT.Br) trata a melhoria do processo de teste através de melhores práticas relativas às atividades desenvolvidas ao longo do ciclo de vida de teste do produto.

O MPT.Br foi desenvolvido com o objetivo de melhorar a forma como os testes são executados, implementando níveis de maturidade e trazendo mais qualidade para os produtos entregues aos clientes, sem que haja um aumento significativo do custo.

Dentro deste contexto, este artigo apresenta os principais conceitos e estrutura do modelo MPT.Br, identificando e sugerindo a utilização das melhores práticas para a melhoria dos processos de teste de software.

O que MPT.Br?

O MPT.Br é um modelo de Melhoria do Processo de Teste idealizado para apoiar organizações através dos elementos essenciais para o desenvolvimento da disciplina de teste, inserida no processo de desenvolvimento de software. É utilizado para melhorar os processos de teste através de um conjunto de práticas relativas às atividades desenvolvidas ao longo do ciclo de vida de teste do produto.

A busca por modelos de melhoria está diretamente relacionada à demanda organizacional, visto que a efetiva gestão dos ativos organizacionais é crítica para o sucesso do negócio. Nesse contexto, os processos oriundos dos modelos de maturidade têm por objetivo auxiliar as empresas a aprimorarem seus processos e se tornarem mais maduras e eficientes, minimizando os impactos quando existir a introdução e uso de novas tecnologias.

Segundo o Guia de Referência do MPT.Br, os principais obje ...

Quer ler esse conteúdo completo? Seja um assinante e descubra as vantagens.
  • 473 Cursos
  • 10K Artigos
  • 100 DevCasts
  • 30 Projetos
  • 80 Guias
Tenha acesso completo