Por que eu devo ler este artigo:Hábitos são fatores poderosos em nossas vidas que produzem nossa agilidade ou nossa ineficiência. Conhecê-los e aprimorá-los é o primeiro passo para poder alcançar a agilidade. Fazendo uma alusão ao best-seller “Os 7 Hábitos das Pessoas Altamente Eficazes”, este artigo apresentará os hábitos para que você e sua equipe se tornem altamente ágeis, independente de processos, metodologias ou frameworks. Dentre outras coisas, são discutidas questões como ser proativo, ter um objetivo bem definido e saber priorizar as tarefas.

Esta história todos nós conhecemos: de 11 a 13 de fevereiro de 2001, numa estação de esqui nas montanhas de Utah, EUA, dezessete pensadores das então metodologias leves se reuniram para conversar, esquiar, relaxar, comer. Cada um mostrou as práticas adotadas, foram abordados fatores e questões que fazem um projeto de software ser um sucesso.

Deste encontro nasceu a Agile Alliance e o Manifesto para Desenvolvimento Ágil de Software, mais conhecido simplesmente como Manifesto Ágil, que foi assinado pelos dezessete participantes.

O termo manifesto significa tornar público, notório, divulgar, declarar. Neste caso significa uma declaração escrita onde um grupo de personalidades dá conta de sua conduta no passado e define os objetivos que tem em vista no futuro.

E foi exatamente isso que eles fizeram. E todos nós que adotamos o Manifesto Ágil e os seus princípios devemos (ou deveríamos) fazer.

A declaração “Nós estamos descobrindo maneiras melhores de desenvolver software, fazendo-o nós mesmos e ajudando outros a fazerem o mesmo.” tem um número fascinante de aspectos, não apenas aqueles que as 17 pessoas estavam tentando concordar.

Primeiro a palavra descobrindo. Embora este grupo fosse composto por experientes e reconhecidos “gurus” no desenvolvimento, a palavra descobrindo foi escolhida para assegurar que os membros da Aliança não têm todas as respostas e não adotam a teoria da bala de prata.

Segundo, a palavra fazendo-o indica que os membros de fato praticam estes métodos nos seus trabalhos.

Terceiro, este grupo é para ajudar e não para ditar. Os membros da Aliança Ágil querem ajudar outras pessoas através dos métodos ágeis e ampliar seus próprios conhecimentos aprendendo com o quais tentam ajudar.

É muito importante entender que os conceitos do Manifesto Ágil definem preferências e não alternativas no desenvolvimento de software, encorajando a focar a atenção em certos conceitos sem eliminar outros. Assim, para seguir os conceitos ágeis deve-se valorizar mais a certas coisas do que a outras.

Mas, adotar o Manifesto Ágil e seus princípios não é algo fácil, pois isso significa mudanças. E toda mudança traz consigo medo e insegurança. Sentimos isso toda vez que a nossa zona de conforto é alterada ou ameaçada por elas. Ainda mais quando é uma mudança de paradigma.

Anos atrás, tivemos uma mudança no desenvolvimento, onde a Programação Estruturada foi sucedida pela Orientação a Objetos. Depois veio a mudança de sistemas Cliente-Servidor (duas camadas) para n-Camadas. E também a mudança de interface, passando do desktop para web (browser). E mais: linguagens e ferramentas que eram líderes de mercado hoje atendem a um pequeno nicho e as que eram quase que acadêmicas, sem fins comerciais, hoje são as mais utilizadas no mercado.

Em todas essas mudanças tivemos discussões acaloradas dos prós e dos contras. Dos que faziam previsões apocalípticas seja para quem adotasse as mudanças ou não.

Foram várias as ...

Quer ler esse conteúdo completo? Seja um assinante e descubra as vantagens.
  • 473 Cursos
  • 10K Artigos
  • 100 DevCasts
  • 30 Projetos
  • 80 Guias
Tenha acesso completo