Conhecendo o MySQL-Front - Parte 4

Bom pessoal chegamos ao final do nosso artigo, espero que tenham gostado da apresentação do MySQL-Front. Em breve estarei publicando novos artigos. Nesta ultima parte do artigo falarei sobre sessões, transferência de tabelas, sincronização e mais algumas peculiaridades que o MySQL-Front nos oferece, boa leitura. Até a próxima.

 

SESSÕES

Existem configurações referentes às conexões do banco de dados, que são economizados em "sessões". Cada sessão contém várias configurações relacionadas com as conexões do servidor, usuário e senha como também numerosas configurações adicionais como seleção de bancos de dados utilizados ou configurações de caching.

Isto significa também que poderia ser aconselhável, em certas situações, criar sessões diferentes para uma conexão com o banco de dados (por exemplo, uma com caching e uma sem). Usamos a técnica de cache para algumas sessões para melhorar a performance de uma aplicação através do armazenamento dos dados, evitando desta maneira o custoso e repetitivo ciclo de busca, processamento, e transporte dos dados.

 

Na Figura 38, podemos verificar as diversas formas de conexão com os Bancos de Dados.


22-11-2007pic01.JPG
Figura 38.
Tela de sessões.

Veremos agora algumas das propriedades de conexão de sessão.

Conexão (Connections)

·         Servidor (Server)

    • Endereço do servidor que é o hosting do banco de dados. O servidor é descrito com um nome de domínio ou um endereço de IP.

·         Tipos de Conexões (Connection Type)

    • Indica o tipo do acesso ao banco de dados. Acesso direto é normalmente possível. Por motivo de compatibilidade, o uso de uma biblioteca pode ser necessário. Esta biblioteca é provida junto com o banco de dados de MySQL. Alguns ISP’s não permitem acesso ao banco de dados de computadores externos. Este problema pode ser evitado com o uso do PHP túnel.

·        Tempo para Estabelecer Conexão (Timeout)

    • Prazo de tempo estimado que se tentar estabelecer uma conexão de banco de dados.
    • Nesta opção você pode definir o tempo em que o MySQL-Front tentará se conectar com o banco de dados, por padrão ele vem configurado com 30 segundos.

·         Browser de Dados (Data Browser)

o    O MySQL-Front pode limitar o número de registros carregados no Browser de Dados. Isto é prático no caso das tabelas com um número de registros muito elevado. Em vez de carregar toda a tabela e suas informações o que poderia levar muito tempo ou até mesmo exceder a capacidade de memória da estação de trabalho. Isso quer dizer que se a sua tabela tem uns 500 registros, você poderá definir para que o MySQL-Front apresente somente as 50 primeiras.

 

Configurações Globais (Global Sessions)


Em configurações globais você pode definir qual o idioma que você irá usar, qual a aparência que o MySQL-Front terá, qual serão as cores de suas tabelas, o tipo da fonte das tabelas, entre outras opções que  sistema lhe oferece.

 

22-11-2007pic02.JPG

Figura 39. Tela de configuração de idiomas, em Configurações Globais.

Auto Completar


Ativa a janela de auto-completar no Editor do SQL. Essa janela popup aparece conforme você vai digitando a instrução SQL no editor SQL.

 

Time

Mostra a hora local quando a query for enviada ao banco de dados. (Para mudar esta opção feche todas as janelas antes.).

Resultado

Mostra o resultado da query do SQL enviado ao banco de dados. (Para mudar de opção feche todas as janelas do sistema antes.)

 

Extras

Sincronização (Synchronize)

O MySQL-Front permite a sincronização de tabelas diferentes. O índice primário é usado para identificar os dados, isto significa que só podem ser sincronizadas tabelas com um índice primário. São identificados os objetos da tabela com os nomes de suas colunas. Não são transferidas chaves estrangeiras durante a sincronização. A sincronização é usada para transferir informações entre as tabelas. Nas figuras abaixo estarei demonstrando como é o funcionamento da sincronização.

 

22-11-2007pic03.JPG 

Figura 40. Como vocês podem ver selecionei a tabela bairro no meu servidor e na minha maquina também selecionei a tabela bairro.

 

22-11-2007pic04.JPG 

Figura 41. Nesta figura vemos diversas opções sobre o que queremos que seja transferido para a tabela bairro em nossa maquina local.

 

22-11-2007pic05.JPG 

Figura 42. Confirmação da sincronização das tabelas.

 

Tabelas Bloqueadas (Lock Tables)

Uma tabela sincronizada fica bloqueada a outros usuários ou programas durante o processo de sincronização. As tabelas bloqueadas não receberão nenhum tipo de informação no período da sincronização.

Procura e Substituição (Search and Replace)

O MySQL-Front oferece a função de ”Procura & Substituição” que funciona dentro do banco de dados. Dependendo do tipo e do critério da procura aplicada, podem ser substituídas informações dentro do banco de dados em parte ou como um todo. Nas figuras 43, 44 e 45 será exibida o processo de procura e substituição.

 

22-11-2007pic06.JPG 

Figura 43. Visualização da tabela bairros, tabela que será feito à procura e substituição.

 

22-11-2007pic07.JPG 

Figura 44. Procuro pelo bairro Ahú e quero que ele seja substituído pelo nome Ahú1.

 

22-11-2007pic08.JPG 

Figura 45. Aqui podemos confirmar o momento da substituição, bem como a sua confirmação na tabela bairro.

 

Transferência

O MySQL Front oferece um módulo para transferência de tabelas de um banco de dados para outro. Na barra de ferramentas menu extras/transfer, basta selecionar a tabela na área Source (Origem) e o banco de destino na área Destination. As Figuras 46, 47 e 48 mostram um exemplo do processo.

 

22-11-2007pic09.JPG 

Figura 46. Momento da escolha da tabela e para qual banco de dados a tabela será encaminhada.

22-11-2007pic10.JPG 

Figura 47. Tela da transferência e suas opções.

 

Na figura 47 podemos ver quais as opções que temos no momento da transferência das tabelas:

 

·         Estrutura: será transferida somente a tabela;

·         Dados: a tabela escolha será transferida com as suas informações,

·         Atualização: as informações na tabela serão atualizadas no momento da transferência,

·         Chaves: as chaves estrangeiras são ignoradas no momento da transferência;

·         Tabelas Bloqueadas: escolhendo esta opção nenhum usuário conseguira inserir ou atualizar a tabela no momento da transferência;

·          Manipulação de erros: optando por ignorar os erros a transferência será muito rápida.

 

22-11-2007pic11.JPG

Figura 48. Transferência efetuada como sucesso.

 

Para termos certeza que a transferência da tabela foi executada com êxito selecionamos o banco de dados “IMAGEM”, no navegador do MySQL-Front que esta localizado ao lado esquerdo, conforme mostra Figura 49.


22-11-2007pic12.JPG
Figura 49
. Verificação da tabela transferida.


Também é possível transferir várias tabelas de uma vez só, para isso selecionamos as tabelas com a tecla Ctrl pressionada e mais o botão esquerdo do mouse.

 

Existem erros no MySQL-Front?

Infelizmente, sim:

·         As datas são suportadas somente acima de 02/janeiro/0001. Se você tentar inserir a data de 0001-01-01, o MySQL-Front automaticamente zera a data “0000-00-00”.

·         Só são suportados valores de Bigint até 63 bit (valores > 9223372036854775807 não são suportados).

·         Somente são suportados 2.147.483.647 registros por tabela.

 

Antes de versão 5.0.2 do MySQL o banco de dados não fazia a verificação dos valores das datas, se elas realmente eram reais valores de datas ou não. Assim era possível armazenar valores de datas inválidos. O MySQL-Front não aceita valores inválidos (por exemplo, 00' como mês ou dia, 2000-02-31').

 

O MySQL-Front esta disponível na versão shareware e com novo nome SQL-Front e nova versão 3.3 , você pode fazer o download do programa no site http://www.sql-front.com. O programa poderá ser usado por 30 dias que é o período de avaliação do mesmo.

 

Conclusão

Primeiramente gostaria de agradecer a toda a equipe da SQL Magazine por ter me dado esta oportunidade e a todos os leitores. Como podemos ver o MySQL-Front é um programa de fácil utilização e que pode nos auxiliar no nosso dia-a-dia para a administração de nossos bancos de dados.