Continuando o nosso artigo de Tratamento de Arquivos usando Java+Swing, onde tínhamos ainda algumas classes de manutenção como essas que listo a seguir:

  • getName: retorna o nome do arquivo;
  • length: Mostra o tamanho do arquivo;
  • exists: Verifica se o arquivo existe;
  • canRead: Retorna true se um arquivo pode ser lido;
  • canWrite: Retorna true se um arquivo pode ser escrito;
  • renameTo: renomeia um arquivo;
  • isFile: Retorna true se o caminho é valido para um arquivo;
  • lastModified: Mostra a data de última alteração do arquivo;
  • delete: Apaga um arquivo;

Agora iremos fazer nesse mesma ordem os métodos listados acima:

1-GetName ( )

1.1-Crie um novo botão e coloque o "label" correspondente a sua ação, no nosso caso "Nome Arquivo":

Nome Arquivo
Figura 1

1.2-Escreva o código dentro de nosso pacote de comandos:

Listagem 1: GetName
package comandos;

import java.io.File;

public class NomeArquivo {
    
    public String GetName(String fi){
    File f = new File(fi);
    if(!f.exists()){
      System.out.println("Arquivo não encontrado");
      return "0";
    }
    return f.getName();
    }
}

2-Length ( )

2.1-Crie um novo botão e coloque o "label" correspondente a sua ação, no nosso caso "Tamanho (length)":

Tamanho (length)
Figura 2

2.2-Escreva o código dentro de nosso pacote de comandos:

Listagem 2: Length
package comandos;

import java.io.File;

public class VerTamanho    {
    
    public Integer GetSize(String fi){
    File f = new File(fi);
    if(!f.exists()){
      System.out.println("Arquivo não encontrado");
      return 0;
    }  
      return (int) f.length();
    }
}

3-Exists ( )

3.1-Crie um novo botão e coloque o "label" correspondente a sua ação, no nosso caso "Existe?":

Existe?
Figura 3

3.2-Escreva o código dentro de nosso pacote de comandos:

Listagem 3: Exists
package comandos;

import java.io.File;


public class SeExiste {
    public boolean existe(String file){
    File f = new File(file);
    if(!f.exists()){
      System.out.println("Arquivo não encontrado");
      return false;
    }
    return true;
    }    
}
 

4-CanRead ( )

4.1-Crie um novo botão e coloque o "label" correspondente a sua ação, no nosso caso "Can Read?":

Can Read?
Figura 4

4.2-Escreva o código dentro de nosso pacote de comandos:

Listagem 4: CanRead
package comandos;

import java.io.File;


public class CanReadClass {
     public boolean canread(String file){
    File f = new File(file);
    if(!f.canread()){
      System.out.println("Arquivo não permite leitura");
      return false;
    }
    return true;
    }
    
} 

5-CanWrite ( )

5.1-Crie um novo botão e coloque o "label" correspondente a sua ação, no nosso caso "Can Write?":

Can Write
Figura 5

5.2-Escreva o código dentro de nosso pacote de comandos:

Listagem 5: CanWrite
package comandos;

import java.io.File;


public class CanWriteClass {
     public boolean canwrite(String file){
    File f = new File(file);
    if(!f.canWrite()){
      System.out.println("Arquivo não permite escrita");
      return false;
    }
    return true;
    }
    
} 
Como você pode notar todos os métodos são repetitivos, basta criar uma classe, e(ou) importar de uma mesma classe (o que seria mais organizado) e executar tais comando a cada objeto, ou a cada botão de acordo com sua necessidade.

Vamos fazer agora o método de Renomear uma arquivo, já pressupondo que entendeu todo o processo de manuseio de arquivos, caso de tenha alguma dúvida ainda, envie um post onde sua dúvida poderá ser a resolução de alguma dúvida em comum na comunidade.

6-renameTo( )

6.1-Insira mais um campo do tipo text, para servir de parâmetro para renomear um determinado arquivo.

Renomear um determinado arquivo
Figura 6

6.2-Escreva o código dentro de nosso pacote de comandos:

Listagem 6: renameTo

package comandos;

import java.io.File;

public class RenomearPara {
    
    public void renomear(String fi, String fi2){
  
    File f = new File(fi);
    File f2 = new File(fi2);
    f.renameTo(f2);
        
    }
    
}    
} 

7- isFile ( )

7.1-Insira mais um botão e coloque o label o comando respectivo, no nosso caso o método chamado é o "isFile".

Método
Figura 7.

7.2-Escreva o código dentro de nosso pacote de comandos:


package comandos;

import java.io.File;

public class IsFilecommand {
    
    public boolean testarArquivo(String fi){
    File f = new File(fi);
    if(!f.isFile()){
      System.out.println("Arquivo é válido!");
      return true;
    }
     return false;
    }
    
} 

8- lastModified ( )

8.1-Insira mais um botão e coloque o label o comando respectivo, no nosso caso o método chamado é o "Última modificação".

Última Modificação
Figura 8

8.2-Escreva o código dentro de nosso pacote de comandos:


package comandos;

import java.io.File;
import java.text.SimpleDateFormat;

public class UltimaModificacao {
    
    public String ultimaMod(String file){
    File f   = new File(file);
    
    String r ;
    
    SimpleDateFormat sdf = new SimpleDateFormat("dd/MM/yyyy HH:mm:ss");
 
    r = sdf.format(f.lastModified());
    return r;
   
    }
    
}

Nota! nesse exemplo tivemos que criar uma formatação para Data e hora! Em outro artigo poderemos abordar melhor esses métodos. Por isso não se preocupe com o entendimento dessa classe SimpleFormat nesse momento, apenas foque o entendimento nos métodos de arquivos.

9- delete ( )

9.1-Insira mais um botão e coloque o label o comando respectivo, no nosso caso o método chamado é o "Apagar Arquivo".

Última Modificação
Figura 9

9.2-Escreva o código dentro de nosso pacote de comandos:


package comandos;

import java.io.File;


public class ApagarArquivo {
    
    public boolean apagarArquivo(String fi){
       File f = new File(fi);
       try{
          f.delete();
          return true;
       }
       catch(Exception e){
          return false;
       }
    
    }    
} 

Acredito que em base dos exemplos emitidos você consigo realizar os outros demais métodos de classe de arquivos, qualquer dúvida basta posta aqui.

Por enquanto é isso e até à próxima pessoal.