Guia Delphi

FireMonkey e FireDAC: Construindo uma aplicação completa – Parte II

Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Para efetuar o download você precisa estar logado. Clique aqui para efetuar o login
Confirmar voto
0
 (1)  (0)

Neste artigo vamos concluir a criação de uma aplicação completa de ordens de serviço utilizando FireDAC e FireMonkey, criando as telas de cadastro e pesquisa.

Fique por dentro
Atualmente, o FireMonkey é o framework principal para o desenvolvimento de aplicações multi-dispositivos no Dephi, podendo compilar aplicações para o Windows, OS X, Android e iOS. O conhecimento sobre como construir uma aplicação completa utilizando esse framework é de suma importância para desenvolvedores que pretendem portar suas aplicações para outras plataformas diferentes do Windows.
Autores: Jones Granatyr e Fabio Spak

Na primeira parte desta série de artigos que mostra como construir um sistema completo de ordens de serviços no Delphi utilizando o FireMonkey, o MySQL e a engine de acesso a dados FireDAC foi construída a base de dados e também foram implementadas as janelas para listagem dos registros. Nesta segunda e última parte o foco será dado à construção das janelas de cadastro e pesquisa. As próximas seções mostram o desenvolvimento completo do software.

Configurando a criação manual dos formulários

O sistema possui até agora sete formulários e seis Data Modules, que são automaticamente instanciados quando o projeto é executado. Esse fato pode ser observado na Figura 1 na janela de configurações do projeto (Project>Options), na qual é possível observar do lado esquerdo da figura que todos os arquivos estão localizados na parte Auto-create forms. Apesar de essa ser uma configuração padrão do Delphi e não requerer nenhum código adicional para instanciar os objetos, dependendo da quantidade de arquivos presentes no sistema o carregamento inicial pode ficar lento, visto que todos os componentes serão criados assim que o projeto for executado. Uma maneira mais profissional é criá-los manualmente de acordo com a necessidade do usuário, como por exemplo: quando o botão para a listagem de clientes for clicado a respectiva tela juntamente com o Data Module serão instanciados em memória. Por outro lado, quando a janela for fechada ambos os arquivos devem ser liberados da memória. Com relação ao formulário este fato já está acontecendo, visto que é utilizada a variável FFormularioAtivo para gerenciar a única janela aberta em tela juntamente com o comando Application.CreateForm no método AbrirJanela.

Apesar dos formulários de cadastro e movimentação já estarem sendo criados em tempo de execução, é necessário que eles fiquem localizados na parte Available forms à direita da Figura 1, caso contrário eles serão instanciados na inicialização do sistema e também quando o usuário abrir uma janela. Por meio dessa configuração, os arquivos não serão criados automaticamente e ficarão disponíveis para que o desenvolvedor os instancie quando necessário. Os únicos arquivos que devem ser criados automaticamente é o menu principal que será a primeira janela a ser exibida e o Data Module que contém a conexão com a base de dados (dtmConexao).

Nota: Apesar dessa abordagem de criação manual dos arquivos requerer mais linhas de código, ela poderá evitar demoras no carregamento inicial do sistema e também consumir menos memória quando estiver em execução. Como estamos desenvolvendo utilizando o FireMonkey, além das aplicações funcionarem em desktop (Windows e OS X) elas também podem ser portadas para o ambiente mobile (Android e iOS), nos quais a memória é reduzida devido a limitações de hardware da maioria dos dispositivos.
Definição dos formulários que
serão criados manualmente
Figura 1. Definição dos formulários que serão criados manualmente

Apesar de que com a codificação atual os formulários já estão sendo criados dinamicamente, caso o software seja executado será gerado erro pelo fato de ser necessário ainda programar a instanciação manual dos Data Modules correspondentes a cada janela. A Listagem 1 apresenta esse código, no qual foram programados os eventos FormCreate e FormDestroy. Na linha 04 o Data Module é instanciado quando o formulário é criado, enquanto que na linha 09 o mesmo Data Module é liberado da memória utilizando o método DisposeOf, ambos para a tela de pesquisa de ordens de serviços. O mesmo processo ocorre para as demais janelas, ou seja: entre as linhas 11 e 21 encontra-se o código correspondente a pesquisa de clientes, entre as linhas 22 e 32 das formas de pagamento, entre 33 e 43 do cadastro de serviços e por fim, entre as linhas 44 e 54 é código relacionado ao cadastro de veículos.

Listagem 1. Criação manual dos Data Modules.

  01 procedure TfrmOrdemServicoListagem.FormCreate(Sender: TObject);
  02 begin
  03   inherited;
  04   dtmOrdemServico := TdtmOrdemServico.Create(Self);
  05 end;
  06 procedure TfrmOrdemServicoListagem.FormDestroy(Sender: TObject);
  07 begin
  08   inherited;
  09   dtmOrdemServico.DisposeOf;
  10 end;
  11 procedure TfrmClienteListagem.FormCreate(Sender: TObject);
  12 begin
  13   inherited;
  14   dtmCliente := TdtmCliente.Create(Self);
  15   dtmCliente.qryCliente.Open();
  16 end;
  17 procedure TfrmClienteListagem.FormDestroy(Sender: TObject);
  18 begin
  19   inherited;
  20   dtmCliente.DisposeOf;
  21 end;
  22 procedure TfrmFormaPagamentoListagem.FormCreate(Sender: TObject);
  23 begin
  24   inherited;
  25   dtmFormaPagamento := TdtmFormaPagamento.Create(Self);
  26   dtmFormaPagamento.qryFormaPagamento.Open();
  27 end;
  28 procedure TfrmFormaPagamentoListagem.FormDestroy(Sender: TObject);
  29 begin
  30   inherited;
  31   dtmFormaPagamento.DisposeOf;
  32 end;
  33 procedure TfrmServicoListagem.FormCreate(Sender: TObject);
  34 begin
  35   inherited;
  36   dtmServico := TdtmServico.Create(Self);
  37   dtmServico.qryServico.Open();
  38 end;
  39 procedure TfrmServicoListagem.FormDestroy(Sender: TObject);
  40 begin
  41   inherited;
  42   dtmServico.DisposeOf;
  43 end;
  44 procedure TfrmVeiculoListagem.FormCreate(Sender: TObject);
  45 begin
  46   inherited;
  47   dtmVeiculo := TdtmVeiculo.Create(Self);
  48   dtmVeiculo.qryVeiculo.Open();
  49 end;
  50 procedure TfrmVeiculoListagem.FormDestroy(Sender: TObject);
  51 begin
  52   inherited;
  53   dtmVeiculo.DisposeOf;
  54 end;

Criando o cadastro de serviços

Na Figura 2 são apresentadas as janelas que serão utilizadas para a construção dos cadastros básicos, sendo indicado o cadastro de serviços. Primeiramente o usuário deverá abrir a janela com a listagem dos registros (esquerda da figura), e após clicar no botão “incluir” ou “alterar” será aberta a janela de cadastro para o preenchimento e/ou visualização dos dados completos do registro. Se a opção escolhida for a inclusão, os campos de texto para digitação dos dados estarão em branco. Por outro lado, se um registro for selecionado na grade de dados e logo após o botão alterar for clicado, as informações correspondentes a este registro serão carregadas nessa janela para edição (conforme mostrado para o serviço “ajuste no freio” na figura). É também possível observar que está presente um Data Module, o qual terá a função de carregar, incluir e editar os dados do cadastro. Nesta figura está sendo mostrado o cadastro de serviços, e a seguir a codificação necessária será abordada em detalhes.

Cadastro de serviços
Figura 2. Cadastro de serviços
Nota: Como pode ser observado na Figura 2, o Data Module possui somente um componente TFDQuery para executar as operações de consulta, inclusão e edição dos registros. Em um primeiro momento, poderíamos chegar à conclusão de que seria melhor adicioná-lo diretamente no formulário de cadastro devido à pouca complexidade destas operações. Porém, é uma boa prática criar um Data Module para que os componentes de acesso a dados fiquem centralizados nele, e essa estrutura contribui para a organização do projeto. Neste contexto, caso o software venha a crescer e se tornar mais complexo o gerenciamento dos arquivos será facilitado.

O primeiro passo para a construção do cadastro de serviços é a criação de um novo formulário (File>New>Multi-Device Form – Delphi) que será utilizado como base para todos os cadastros. Esta janela (frmCadastroPadrao) é apresentada na Figura 3 e é composta por uma TToolBar (tlbBotoes) na parte superior e mais dois TButton dentro dela (btnGravar e btnCancelar) com a propriedade Align configurada para Left. Há também um TActionList (acoesBaseDados), no qual foram adicionadas duas ações padrões (actGravar – TFMXBindNavigatePost e actCancelar – TFMXBindNavigateCancel) que serão responsáveis pela gravação dos registros (tanto inclusão quanto alteração) e pelo cancelamento (desfazer) dos dados informados pelo usuário, respectivamente. Conforme pôde ser observado, foram utilizados os recursos automáticos do Delphi, ou seja, não serão desenvolvidas linhas de código adicionais para essas duas funções. Por fim, os dois botões devem ter sua propriedade Action atribuídas a essas novas ações, bem como deve ser adicionada uma variável chamada FId na seção pública do formulário, conforme mostrado na Listagem 2. Essa variável será utilizada posteriormente para o gerenciamento da abertura da janela, afim de indicar que se trata de uma inserção ou de uma alteração.

Formulário padrão
Figura 3. Formulário padrão
Nota: É importante salientar que todos os formulários e Data Modules que serão criados a partir de agora devem ser configurados para serem criados de forma manual, conforme abordado anteriormente.

Listagem 2. Variável para gerenciar a inclusão e alteração de registros.

  01 public
  02   FId: Integer;
  03 end;

Em seguida deve ser criado um novo Data Module (File>New>Other>Delphi Files>Data Module) chamado dtmServicoCadastro com um componente TFDQuery (qryServico), conforme apresentado na Figura 2. Esse novo arquivo deve possuir acesso ao Data Module de conexão à base de dados (dtmConexao) por meio do comando File>Use Unit, bem como sua propriedade Connection configurada para cnnConexao que diz respeito ao componente TFDConnection que efetivamente faz a ligação de nossa aplicação com a base de dados das ordens de serviços. Adicionalmente, a propriedade SQL desta query deve possuir o seguinte comando SQL:

select idservico, nome, observação from c_servico

Após a digitação dessa instrução, é necessário acessar o Fields Editor do componente e adicionar todos os campos no formato TField (botão direito>Fields Editor>botão direito>Add all fields) para que possamos realizar a vinculação deles com os componentes visuais utilizando Live Bindings. Conforme mencionado anteriormente, essa query será responsável pelo carregamento, inclusão e alteração dos registros, fazendo uso das ações padrões definidas no componente TActionList.

Um novo formulário deve ser criado (File>New>Other>Inheritable Items) herdando de frmCadastroPadrao para que possamos utilizar tanto os recursos visuais quanto a codificação inserida no formulário base de cadastro. Este novo formulário deve ser chamado de frmServicoCadastro e possuir visual semel" [...]

A exibição deste artigo foi interrompida :(
Este post está disponível para assinantes MVP

 
Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Receba nossas novidades
Ficou com alguma dúvida?