Não consigo entender!

27/03/2013

1

Pode parecer algo inútil, mas é uma simples dúvida que até hoje não foi sanada.
sou formado em ciência da computação e não é de hoje que trabalho com desenvolvimento desktop e web
Muito se lê, fala e ouve sobre Programação Orientada a Objeto.

Apesar de conseguir fazer alguns objetos, classes, comprar livros sobre o assunto, pesquisar na internet, até mesmo de maneira mais especifica, procurando materiais sobre POO com delphi, assim, bem explicito!
No ambiente delphi, onde tenho algumas empresas e os softwares desenvolvidos, funcionando e atendendo a demanda de serviço do cliente, não consigo imaginar o uso de OO nas minhas rotinas procedurais.

sei que por ex.um Tform, um datamodule, são exemplos de objetos que usamos constantemente.
Porém, já criados e funcionando.

Não consigo visualizar minhas rotinas com objetos. O mais perto de um objeto em meus projetos foi uma classe de conexão que eu criei, funciona e estou utilizando-a. Não consigo nem ver onde colocá-los, como criá-los
e material assim na internet, mostrando na prática, não acha!

não consigo ver o fator aproveitamento de códigos, já que meus clientes são diferentes um dos outros.
Se eu ficar incrementando métodos e atributos, estou perdido...

Acredito ter bastante gente com a mesma dúvida e com vergonha de perguntar.
Alguém poderia fazer um feedback comg, aliás, com todos nós pra ficar mais claro esse conceito em delphi.
Responder

Posts

27/03/2013

Rodolpho Silva

Olá amigo Adib Valentim,

Bem, pensar em POO na prática é muito semelhante entre as linguagens mais utilizadas no momento (C#,Java,Javascript, etc...). No Delphi, não é diferente. Tudo dependerá da arquitetura de como está projetado sua aplicação. Aí você me pergunta: "- Ah, mas como isso se dá na prática?" Eu respondo: Por exemplo, você poderia criar classes cujo o objetivo será tratar de "temas" referente a aplicação, ex: Um sistema de vendas, poderia ter as classes: TVenda, TNotaFiscal, TUsuario, TProduto, TItemDeProduto, etc... e onde em cada classe teria métodos referente ao seu conteúdo. Aí, na sua utilização, vc teria instâncias das classes (o famoso objeto) e ele seria o responsável por "orquestrar" todo o conteúdo no qual ele foi designado.

Eu por exemplo, ha bastante tempo não uso DataModules. Criei uma "fábrica" de conexão no qual eu posso conectar com qualquer BD e com qualquer componente de acesso ao BD. Tudo isso usando o conceito de Patterns (Abstract Factory) tão falado em OO.

Bem, espero que tenha ajudado!
Responder

27/03/2013

William

Algum tempo atrás eu mesmo abri um tópico parecido e cheguei na seguinte conclusão depois de várias respostas e experiência própria.

Na minha opinião seria loucura programar 100% Orientado a Objetos usando Delphi, pois umas das caracteristicas marcantes dessa IDE é a agilidade no desenvolvimento, principalmente quando se pensa em acesso e manipulação de dados. Já desenvolvi uma pequena aplicação de banco de horas baseada em OO mas foi bem demorada hein...

Já com Java ou C# por exemplo, não existem TSQLConnection, TSQLQuery, TClientDataSet então vc tem que construir uma conexão na unha mesmo, claro sempre existem frameworks para facilitar a vida, mas nãose compara com Delphi.

Esse tipo de opinião é bem pessoal, acredito que alguns puristas podem não gostar do meu ponto de vista.

link do tópico [url]http://www.devmedia.com.br/forum/duvida-em-data-module-x-poo/412359[/url]
Responder

27/03/2013

Bruno Leandro

Eu nao tenho habito de utilizar muito OO, apesar de utilizar em alguns casos, o que gosto mais é de utilizar herança e bibliotecas de funções, para não ficar reinventando a roda em todo formulário.
Responder

27/03/2013

Adib Valentim

Exatamente wllfl

eu penso que todo esse aparato técnico e verbal sobre programação orientada a objeto é com olhos para essas outras linguagens. Java, Javascript.... enfim, no delphi eu acredito tbm que não é tão interessante querermos nos aprofundar na OO. A nível de conhecimento, resolução de pequenas rotinas e simples, e até mesmo para utilização de componentes de terceiro que se baseiam na mesma. Fora isso, mesclar os dois com mais RAD pra mim ainda sai mais interessante.

é como vc disse, cada um, cada um...
minha curiosidade era apenas saber de programadores de verdade como anda esse lance de OO.
e saber se ando pensando mt fora dos padrões.

Responder

28/03/2013

Thiago Jesus

No meu caso programar Orientado a Objetos melhorou a qualidade do meu código, principalmente no sentido de separar responsabilidades.
Não são poucos os casos de programadores Delphi que programam instruções SQL diretamente no TForm, fazendo o conhecido código "macarronada", tornando a aplicação mais difícil de manter na medida que os requisitos do sistema mudam.
Usar orientação a objetos é mais complicado no início de um projeto, mas ajuda você a preparar o projeto para crescer naturalmente, sem grandes dores de cabeça.

Hoje em dia a Programação Orientada a Objetos e Design Patterns são muito fortes no mundo de desenvolvimento.

Eu sei apenas o básico de OO, mas hoje em dia me sinto mais confortável escrevendo código OO do que procedural.
Responder
×
+1 DevUP
Acesso diário, +1 DevUP
Parabéns, você está investindo na sua carreira