Introdução ao PHP PDO

Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Para efetuar o download você precisa estar logado. Clique aqui para efetuar o login
Confirmar voto
0
 (17)  (0)

Veja neste artigo algumas funções de php para conexão com o banco de dados utilizando a biblioteca PDO.

Olá a todos novamente, gostaria de agradecer novamente a oportunidade para escrever mais um artigo, mas agora vou falar a respeito de PHP e um pouco de Orientação a Objeto.

O objetivo do artigo de hoje é falar a respeito do PDO, essa biblioteca (DRIVER) tão poderosa do PHP.

Habilitar o PDO

Antes de começarmos a trabalhar com o PDO, é necessário habilitar o driver do PDO e o driver referente ao banco que será utilizado. Para habilitar o PDO é bem simples, vá ate o seu arquivo php.ini que encontra-se dentro do diretório onde foi instalado o PHP e remova os comentários (;) das linhas abaixo.

Listagem 1: Habilitando PDO no Windows

extension=php_pdo.dll
extension=php_pdo_mysql.dll

Listagem 2: Habilitando PDO no Linux

extension=pdo.so
extension=pdo_mysql.so

PDO (PHP Data Object) - Definição

PDO_MYSQL é um driver que implementa a interface PHP Data Objects (PDO) - http://www.php.net/manual/pt_BR/intro.pdo.php para acesso do PHP ao MySQL 3.x, 4.x and 5.x.

PDO_MYSQL tem vantagens do nativo suporte a prepared statement presente no MySQL 4.1 e superior. Se você está usando um versão antiga da biblioteca do mysql client, PDO irá emular para você.

http://php.net/manual/pt_BR/ref.pdo-mysql.php

A utilização do PDO fornece uma camada de abstração em relação a conexão com o banco de dados visto que o PDO efetua a conexão com diversos bancos de dados da mesma maneira, modificando apenas a sua string de conexão.

Listagem 3: Conexão com o banco de dados com o PDO

$con = new PDO("mysql:host=localhost;dbname=exercicio", "root", "senha"); 

A classe PDO em sua instancia pede como parâmetro primeiro o banco que será utilizado, O caminho do banco de dados e o nome da base de dados. Após devemos inserir o login e a senha do banco de dados.

saiba mais Saiba mais sobre Banco de Dados

BANCO DE DADOS:host=CAMINHO BANCO;dbname=NOME BASE

Logo basta modificarmos essa string teremos conexão com qualquer outro banco de dados. Note que estamos apenas efetuando uma conexão simples com o banco de dados mysql, com a utilização do PDO poderíamos, se necessário, utilizar transações para as operações do banco, porem não é o objetivo deste artigo.

Para trabalhar com operações no banco, o PDO possui um método conhecido como prepare. Como o próprio nome diz, este método apenas prepara uma operação no banco de dados, logo se faz necessário a utilização de outros métodos como execute por exemplo, para realmente executar a operação.

Vejamos abaixo o exemplo de um inserção de dados no banco, imagem que temos uma tabela chamada de pessoa com os campos idpessoa, nome e email e iremos utilizar a biblioteca para inserir nesta tabela.

Lembrando, os métodos utilizados neste é exemplo são apenas alguns dos métodos existentes na biblioteca PDO, para o conhecimento de todos os métodos sugiro que acessem ao Manual do PHP (http://www.php.net/manual/pt_BR/book.pdo.php)

Tabela Pessoa do exemplo

Figura 1 - Tabela Pessoa do exemplo

Listagem 4 - Criando a Tabela do Banco de dados

CREATE  TABLE IF NOT EXISTS pessoa (
  idpessoa INT NOT NULL AUTO_INCREMENT ,
  nome VARCHAR(45) NOT NULL ,
  email VARCHAR(45) NOT NULL ,
  PRIMARY KEY (idpessoa));

Segue acima um exemplo de criação da tabela para mostrar o exemplo do PDO.

Listagem 5 - Exemplo de Inserção de Dados

$stmt = $con->prepare("INSERT INTO pessoa(nome, email) VALUES(?, ?)");
$stmt->bindParam(1,”Nome da Pessoa”);
$stmt->bindParam(2,”email@email.com”);
$stmt->execute();

Conforme podemos observar no código acima, primeiramente houve uma preparação no SQL que será enviado ao banco de dados. O método prepare ele apenas inicia uma query, esta possui diversos interrogações (?) que devemos substituir pelos valores reais adicionado.

Os valores deverão ser adicionados com o método bindParam, este método utiliza 2 ou 3 passagens de parâmetros. No exemplo criado temos apenas duas passagens de parâmetros, sendo a primeira referente a posição do interrogação que será substituído e o segundo parâmetro referente ao valor que será inserido no banco. Existe um 3 parâmetro que é referente ao tipo de valor que será enviado.

Com isso já temos uma inserção no banco de dados com o auxilio da biblioteca, com os dados já inseridos vamos conhecer como devemos fazer para buscar todos os valores da tabela pessoa.

Listagem 6 - Exemplo de Listagem de dados
$rs = $con->query(“SELEC idpessoa, nome, email FROM pessoa”);
while($row = $rs->fetch(PDO::FETCH_OBJ)){
  echo $row->idpessoa . “<br />”;
  echo $row->nome . “<br />”;
  echo $row->email . “<br />”;
}

No código acima temos uma consulta sem passagem de parâmetro de todos os dados armazenados na tabela pessoa. Utilizamos o método query para isso. O método query ira armazenar na variável $rs todos os dados referentes a consulta do banco.

Após a variável $rs ser populada, devemos utilizar um while para percorrer esses dados e trabalharmos com os valores. Dentro do while inserimos o método fetch do PDO que tem como função resgatar linha a linha do resultado da consulta. No método fetch utilizamos um parâmetro PDO::FETCH_OBJ, este parâmetro define a forma na qual os dados serão retornados e armazenados na variável $row, criada dentro do while.

O PDO::FETCH_OBJ trata cada linha da consulta como um objeto, transformando os campos que foram retornados em atributos do objeto $row. Acessamos estes atributos utilizando os caracteres -> (traço maior) e o nome do campo buscado.

Exemplo para imprimir o valor do campo nome da consulta teria que utilizar

Listagem 7 - Imprimindo Dados

$row->nome. 

Se fossemos criar uma consulta com passagem de parâmetros seria utilizado o método prepara, pois o mesmo suporta inserção de elementos após a criação da query. Veja no exemplo abaixo se a consulta dos dados da tabela pessoa fosse realizada através de uma igualdade do nome.

Listagem 8 - Consulta com igualdade do nome

$rs = $con->prepare("SELECT idpessoa, nome, email FROM pessoa WHERE nome LIKE ?”);
$rs->bindParam(1, $nome . “%”);
if($rs->execute()){
if($rs->rowCount() > 0){
while($row = $rs->fetch(PDO::FETCH_OBJ)){
  echo $row->idpessoa . “<br />”;
  echo $row->nome . “<br />”;
  echo $row->email . “<br />”;
}
            }       
        }

O método prepare foi utilizado no exemplo acima com a idéia apenas de iniciar a query e aguardar pela inclusão de valores posteriormente. O nome foi inserido em um segundo momento com o % (per cento), pois em SQL ele representa um coringa. Logo estaremos buscando por todas as pessoas armazenadas no banco de dados cujo seu nome inicie com a(s) letra(s) informada na variável $nome por exemplo.

Para efetuar as operações de atualização e deleção de dados no banco teremos um processo parecido com a inserção, seguem exemplos abaixo:

Listagem 9 - Deletando dados

$stmt = $con->prepare("DELETE FROM pessoa WHERE idpessoa = ?");
$stmt->bindParam(1, $id);
$stmt->execute();

Listagem 10 - Atualizando dados

$stmt = $con->prepare("UPDATE pessoa SET nome = ?, email = ? WHERE idpessoa = ?");
$stmt->bindParam(1,$nome );
$stmt->bindParam(2,$email);
$stmt->bindParam(3,$id);
$stmt->execute();

Espero ter ajudado a vocês falando um pouco sobre PDO, um driver nativo do PHP que possui um grande poder de abstração da camada de banco de dados. Em breve estarei escrevendo um artigo elaborando uma inserção de dados utilizando o PDO com um projeto Orientado a Objetos.

Links Úteis

  • O que é Grunt?:
    Aprenda neste curso o que é o Grunt e como utilizá-lo em seus projetos para automatizar tarefas comuns do desenvolvimento front-end.
  • Já ouviu falar em Single Page Applications?:
    Neste DevCast falaremos sobre esse modelo de aplicação que vem ganhando espaço no mercado e que deve ser conhecido pelos programadores web.
  • Formulário de cadastro com JSF e Bootstrap:
    Aprenda neste exemplo como criar interfaces ricas com Bootstrap e JSF. Saiba como o Pass-through elements pode te ajudar a ter mais controle sobre o HTML gerado pelos componentes nativos.
  • Base de dados de CEPs com código do IBGE:
    Neste exemplo você terá acesso a uma base de dados completa e atualizada com todos os CEPs do Brasil com código do IBGE no formato SQL. Faça download e a incorpore em seus projetos.

Saiba mais sobre PHP ;)

  • Guias PHP:
    Encontre aqui todos os Guias de estudo que você precisa para dominar a linguagem PHP, desde o recurso mais básico até o mais avançado. Escolha o seu!
  • Carreira Programador PHP:
    Neste guia de estudos você encontra os conteúdos que precisará para se tornar um programador PHP completo.
  • Linguagem PHP:
    Neste Guia de Consulta você encontrará todo o conteúdo que precisa para aprender PHP, uma linguagem de programação amplamente utilizada para a construção de aplicações web.
 
Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Receba nossas novidades
Ficou com alguma dúvida?