De que se trata o artigo

Metodologia ITIL de organização, seu histórico, processos e resultados.

Em que situação o tema é útil

Para empreendedores que originalmente eram técnicos e que desejam saber como organizar suas empresas com um padrão internacional de qualidade, preparando-as para o crescimento organizado e constante.

ITIL, além do desenvolvimento.

Neste artigo tratamos de algo que não está diretamente relacionado a desenvolvimento de software. Mas está ligado com a organização da empresa que produz softwares, ou melhor, a qualquer empresa. Se você é empreendedor, mas ainda se envolve com a parte técnica, talvez não tenha tido tempo de se envolver ou até mesmo conhecer metodologias organizacionais que tem por objetivo preparar sua empresa para um crescimento. Todos querem crescer, mas é preciso crescer de forma organizada. Vamos explorar a metodologia ITIL, mostrar uma visão geral de seu ponto de vista sobre serviços e ver como isso pode se encaixar em algumas situações.

A grande maioria dos desenvolvedores são pessoas extremamente técnicas. São pessoas que sempre estão dispostas a criar algo e com isso sempre pensam em ter seu próprio negócio, isso se ainda não o tem. Quando conseguem seu próprio negócio percebem que é mais difícil administrar do que programar. Mas toda essa situação se agrava quando essa empresa, gerida por alguém técnico, começa a crescer e seu gestor precisa deixar totalmente o trabalho de desenvolvimento. Agora sua obrigação é administrar uma empresa de TI.

Existem técnicas e metodologias que podem auxiliar essa gestão, dando mais clareza aos envolvidos. Neste artigo trataremos do ITIL e como ele auxilia na gestão dos serviços que uma empresa de TI pode possuir. É isso mesmo, uma empresa de TI não é formada apenas por desenvolvimento, mas por serviços.

ITIL e sua história

Esta sigla significa biblioteca de infraestrutura de tecnologia da informação. Sua idealização aconteceu nos anos 80 no Reino Unido através de seu órgão governamental responsável pelo setor de TI da época. Este órgão era responsável por administrar a prestação de serviço que o governo recebia de terceiros. Isso gerou informação suficiente que o fez identificar um possível caos à sua frente. Foi questionada a falta de padronização na gerência da TI por parte geral, tanto interna do governo quanto desses terceiros, o que resultava em desperdício financeiro. Assim, para tentar organizar e otimizar foram desenvolvidas recomendações, as chamadas boas práticas de gerenciamento de serviços de TI.

Essas boas práticas foram compiladas em livros – daí o nome biblioteca – sendo que em sua primeira versão continha trinta e um livros, abordando desde o cabeamento de redes até um planejamento de contingência de sistemas de TI. Em 2000 foi elaborada sua segunda versão, que agora possuía apenas sete livros, que foram reorganizados. Em seu conteúdo abordava-se orientações sobre processos e melhoria contínua, além claro do conteúdo original revisto. Todo este trabalho fez com que a versão dois fosse reconhecida mundialmente como um padrão, que em anos seguintes se tornaria uma normativa. O Instituto de Padronização Britânico criou em 2002 a norma BS 1 5000 pautada no ITIL e em 2005 o ISSO criou a norma ISSO/IEC 20000, baseando-se na norma britânica.

Em 2008 houve uma terceira atualização do ITIL, chegando à sua versão três, reorganizando a versão anterior de sete, para cinco livros. Contudo seu conteúdo não é menor, mas maior.

Sua necessidade

Os negócios de uma forma geral estão cada vez mais dependentes da TI, assim, seus gestores buscam formas para padronizar e garantir uma qualidade de serviço, seja fornecido ou recebido. Nessa qualidade entenda-se também redução de custos e agilidade nos processos. Nisso o ITIL tem ganhado destaque por ser totalmente independente de plataforma ou tecnologia, possuindo atividades que podem se encaixar em empresas de qualquer porte. Essas atividades fazem parte de um processo que cobre uma ou mais áreas da TI, como desenvolvimento de serviços, gerenciamento de infraestrutura e prestação de suporte. Assim, seu objetivo é a descrição clara e eficiente que garante qualidade aos clientes.

...
Quer ler esse conteúdo completo? Seja um assinante e descubra as vantagens.
  • 473 Cursos
  • 10K Artigos
  • 100 DevCasts
  • 30 Projetos
  • 80 Guias
Tenha acesso completo