Por que eu devo ler este artigo:Este artigo descreve técnicas que podem ajudar no monitoramento de recursos usados pelos databases SQL Server e Oracle. Estes exemplos serão úteis àqueles que pretendem administrar ou monitorar um database SQL Server ou Oracle, atuando e mantendo um ambiente de produção afim de prevenir ou atuar em problemas que podem levar à interrupção do servidor.

Iremos focar nossa discussão no entendimento de como o dicionário de dados pode nos ajudar nas atividades de monitoramento. Serão considerados aspectos como monitoramento de segurança, índices, armazenamento e backups.

Quando um analista ou um DBA se propõe a manter uma ou mais bases de dados dentro de um conceito adequado de segurança, performance e, acima de tudo, confiabilidade, monitorar é mais que uma necessidade.

Um profissional que trabalha com infraestrutura de TI precisa sempre estar um passo à frente e precisa de alguma forma impedir que o ambiente sofra problemas. Manter o ambiente disponível requer atenção a todo instante, principalmente se o ambiente for considerado grande.

Muitos são os fatores que podem danificar um ambiente. Se tratando de um ambiente de banco de dados, a rede, o servidor, o sistema operacional, as implementações de novas funcionalidades, os acessos que são solicitados, os componentes de bancos de dados que precisam sofrer manutenções, as integrações, os backups e toda a interferência de outros que não sejam autorizados, podem causar impactos que degradam a performance ou podem, por exemplo, impedir que um restore seja realizado, no caso de um backup feito de forma incorreta. Enfim, os fatores podem ser variados e podem vir de todos os lados.

O grande aliado do DBA é o monitoramento. Monitorar datafiles pode impedir que o banco pare de funcionar por falta de espaço, ou monitorar um índice pode impedir que a consulta fique lenta por motivos de fragmentação.

O DBA tem funções complexas dentro de uma área de banco de dados, porém algumas funções simples podem salvar o dia, sendo ainda mais importantes que muitas tarefas de grande complexidade. Um bom exemplo seria o monitoramento de um datafile. Um datafile é um arquivo que armazena os dados de um banco de dados.

Um banco de dados pode ter vários datafiles espalhados por vários discos em um storage. Se o datafile está em um disco em que o espaço livre está acabando, no caso de uma falta de monitoramento, o banco de dados pode ficar indisponível por falta de espaço.

Os databases SQL Server e Oracle possuem um dicionário de dados bastante completo, sendo a extração de informações sobre a saúde do banco de dados simples e fácil. Neste artigo iremos demonstrar como extrair informações que podem ajudar no monitoramento de um ambiente de banco de dados levando em consideração os databases SQL Server e Oracle.

Dicionário de dados

Um dicionário de dados é um conjunto de tabelas que armazena todas as configurações, status de objetos, planos de execução, usuários e suas permissões, informações sobre cada schema ou cada tabela do banco de dados, estruturas de índices e um conjunto de informação que o gerenciador de banco de dados usa para funcionar. Muitas destas informações podem ser úteis no momento em que o DBA precisa fazer uma manutenção do banco.

Um conhecimento detalhado de cada tabela do dicionário pode fazer a diferença na hora que um problema ou um incidente acontece. Da mesma forma que usamos a linguagem SQL para nos comunicarmo ...

Quer ler esse conteúdo completo? Seja um assinante e descubra as vantagens.
  • 473 Cursos
  • 10K Artigos
  • 100 DevCasts
  • 30 Projetos
  • 80 Guias
Tenha acesso completo