Por que eu devo ler este artigo:Uma linguagem de programação é a forma de comunicação entre o computador e o programador, e da mesma forma que possuímos várias maneiras de nos comunicarmos como a fala, gestos ou sinais, cada linguagem segue uma metodologia diferente para realizar a comunicação com a máquina; tais metodologias são denominadas paradigmas. Neste artigo serão abordados dois paradigmas, o Estruturado e o Orientado a Objetos, que permitem maneiras diferentes de solucionar problemas, iniciando por sua análise, até como os programas serão escritos.

Este artigo apresenta de maneira simples como entender programação Orientada a Objetos e Programação Estruturada, objetivando o discernimento entre ambas.

Um paradigma de programação é uma metodologia que oferece a visão que o programador possui sobre a estrutura e execução do programa. Por exemplo, em programação orientada a objetos, programadores podem abstrair um programa como uma coleção de objetos que interagem entre si, enquanto em programação estruturadaos programadores abstraem o programa como uma sequência de funções executadas de modo empilhado.

Da mesma forma que Engenheiros de Software propõem metodologias diferentes para desenvolvimento de sistemas, diferentes linguagens possuem diferentes paradigmas de programação. Os paradigmas são definidos muitas vezes pelo que permitem ou não permitem que uma linguagem realize. Por exemplo, a linguagem Pascal é uma linguagem estruturada, e por esse motivo não permite a criação de objetos, característica exclusiva de linguagens que seguem o paradigma Orientado a Objetos.

As informações aqui contidas são destinadas a iniciantes de programação, alunos de curso de computação que estejam iniciando seus estudos de programação e curiosos sobre paradigmas e linguagens de programação.

Como começar a programar?

Duas perguntas que todo professor de programação já ouviu são: “Qual é a melhor linguagem de programação?” e “Por qual linguagem devo começar?”. A resposta para estas perguntas é simples e complexa ao mesmo tempo, seria o mesmo que uma pessoa que fala português perguntar se é mais fácil aprender Árabe ou Chinês. Tudo isso é uma questão de afinidade, mas principalmente uma questão de como foi aprendido, pois qualquer linguagem pode ser complexa e qualquer linguagem pode ser fácil, basta estudar da forma correta.

Qualquer pessoa que queira aprender a programar deve primeiro entender de lógica de programação, pois com uma boa lógica nenhuma linguagem se torna difícil. A Lógica é a forma correta de se pensar, é também uma forma de organizar as ideias. Para falar, o ser humano antes pensa, organiza o pensamento em forma de sentenças e reproduz através da fala. Esta fala segue alguma linguagem que consequentemente segue algumas regras e padrões. Da mesma forma, os programas de computadores devem antes ser entendidos, analisados, pensados e organizados.

Antes de decidir qual linguagem ou paradigma usar para resolver um problema, é necessário ter conhecimento da forma como irá resolver o problema, ou seja, criar o algoritmo, que é independente de linguagem de programação. O Algoritmo possui a lógica de tudo o que o programa deverá fazer. A partir daí, a linguagem poderá ser escolhida de acordo com a afinidade ou gosto do programador.

Outro importante conceito que deve ser conhecido é como os computadores conseguem entender e executar os comandos dos programas escritos em alguma linguagem de programação. Isto é possível graças a um programa tradutor, isto mesmo, um programa que traduz as linhas de código em códigos que o computador entende, ou seja, linguagem binária. Este programa é denominado compilador, conforme pode ser observado na ...

Quer ler esse conteúdo completo? Seja um assinante e descubra as vantagens.
  • 473 Cursos
  • 10K Artigos
  • 100 DevCasts
  • 30 Projetos
  • 80 Guias
Tenha acesso completo