Hoje em dia utilizamos softwares para tudo. Comprar ou vender um produto através de um aplicativo no celular, visualizar informações sobre uma empresa em um site, pedir um táxi, entre outros.

Um software (uma página web ou aplicativo) é dividido, principalmente, em duas camadas: Front-end e Back-end.

A ideia é simples:

O Front-end está relacionado com a interação do usuário: o que aparece na tela do celular, como o usuário interage com a página web etc. O Front-end é a capa do software.

O Back-end é o core, ou seja, é a parte do software que lida com os dados e com o processamento desses dados.

Por exemplo, vamos imaginar uma ação trivial: pedir uma corrida no Uber.

A tela do aplicativo no celular, onde você informa o local de origem e destino, o tipo do carro etc. - é o Front-end da aplicação.

A parte do software que calcula o preço da corrida, que escolhe o motorista mais próximo, que indica quanto tempo vai levar a corrida - é o Back-end da aplicação.

É no Back-end onde se encontra a inteligência do software, como vemos na Figura 1.

Inteligência do software
Figura 1. Inteligência do software

Outro exemplo é quando compramos um produto na página do MercadoLivre.

A página onde vemos, selecionamos o produto e escolhemos a forma de pagamento - é o Front-end.

É o Back-end que vai validar se você tem saldo suficiente para efetuar a compra, como vemos na Figura 2.

Validação no Back-end
Figura 2. Validação no Back-end

Back-end e Front-end não estão no mesmo local

Um ponto importante é que as camadas Back-end e Front-end não são executadas no mesmo local.

Quando falamos do Front-end estamos falando da parte da aplicação que fica com o usuário - seja em seu smartphone ou no seu computador.

O Back-end não fica armazenado no celular nem no computador do usuário. Ele é armazenado e executado em um servidor, um computador central. É assim que ele consegue fornecer informações em tempo real.

A arquitetura é dividida desta forma pelo seguinte motivo. Vamos imaginar um exemplo bem crítico, a aplicação do seu banco por exemplo (Itaú, Bradesco etc.).

O aplicativo do Itaú está armazenado no seu celular pessoal. Mas ali você tem apenas o front-end, ou seja, a capa - a parte que faz a interação com o usuário final - você.

O motor da aplicação, a parte principal - que contém o seu saldo de conta, seus dados pessoais, seu limite de c ...

Quer ler esse conteúdo completo? Tenha acesso completo