Você ainda não é assinante?

Pensando em linguagens como ferramentas

Atualmente é normal ouvirmos falar sobre linguagens multiparadigma, multiplataforma, mas apesar de toda essa multiplicidade, toda linguagem de programação procura facilitar a produção de aplicações.

Linguagem de programação é ferramenta Linguagem PHP Linguagem Java Outras Linguagens Qual Linguagem usar Segunda Linguagem
#PraCegoVer - Transcrição dos Slides Apesar de fundamental, uma linguagem de programação é uma ferramenta e existem ferramentas adequadas para todo tipo de trabalho
O PHP, por exemplo, é uma excelente linguagem para o desenvolvimento web, sendo usada em pequenos sites, como blogs, e também em grandes projetos, como o Magento. Além disso, com o PHP você também consegue criar pequenos scripts, sem estar preso a um único paradigma de programação
Por outro lado, Java é especialmente adequado para aplicações que provavelmente crescerão com o tempo. Através dos princípios da orientação a objetos incorporados à linguagem com certa simplicidade, podemos manter granes aplicações tendo a certeza de que pequenas correções ou a adição de funcionalidades não comprometerão sua estabilidade.
Existem outros linguagens como Python, C#, Delphi... E cada uma procura facilitar a programação ao seu modo. Delphi tem ambiente RAD e compilada; Python é multiparadigma, tipagem pode ser dinâmica e interpretada; C# é fortemente tipada, suporta programação genérica com templates e a atribuição pode ser por inferência
Devido a essa pequenas características que distinguem cada linguagem de programação podemos ficar em dúvida sobre qual usar. Não seria melhor escolher a linguagem de acordo com as necessidades do projeto? Claro! Ainda vem que eu aprendi mais de uma linguagem. Assim posso decidir com muito mais propriedade!
Além de ser divertido, ao aprender uma segunda linguagem você passa a conhecer novas formas de resolver problemas. Sabendo mais de uma linguagem você estará aberto a um número maior de oportunidades

Ferramentas para novas necessidades

Será que vale a pena aprender ASP, Cobol, Fortran...? Existem oportunidades a se considerar, principalmente em sistemas legados. Entretanto, linguagens de programação modernas estão sintonizadas com os desafios enfrentadas por programadores atualmente.

linguagens antigas

Em um mercado cada vez mais competitivo é natural que para que um negócio permaneça relevante novos serviços tenham que ser oferecidos ao cliente e que, paralelamente, os serviços atuais sejam melhorados. Essa pode parecer ser uma necessidade que sempre esteve presente, mas devido ao avanço tecnológico o tempo é cada vez menor em contraste com a complexidade dos requisitos a serem implementados.

Sem as muitas APIs, bibliotecas e frameworks que vem sendo produzidos ao longo dos anos seria praticamente impossível cumprir prazos. Além disso, grande parte desse acervo de código tem como alvo linguagens relativamente novas, como C#, Java, Python, Delphi, além de outras. Sendo assim, ao escolher uma dessas como a sua primeira ou segunda linguagem você não precisará partir do zero ao codificar uma nova funcionalidade ou aplicação.